Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Evento encerrado
09 jul
-
12 jul
Evento em andamento . . .
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
6 dias
R
GP de 70º aniversário
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
27 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
48 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
55 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Canceled
24 set
-
27 set
Próximo evento em
76 dias
08 out
-
11 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
104 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
111 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
125 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
139 dias

VÍDEO: Quais foram os acidentes mais importantes da história da F1?

compartilhar
comentários
VÍDEO: Quais foram os acidentes mais importantes da história da F1?
Por:
, Repórter
30 de abr de 2020 13:55

Motorsport.com compila batidas determinantes para a categoria máxima do automobilismo mundial

Nesta sexta-feira, o acidente que tirou a vida do brasileiro Ayrton Senna no GP de San Marino de 1994 completa 26 anos. Na sessão classificatória, um dia antes, uma outra batida vitimou o austríaco Roland Ratzenberger, novato da Fórmula 1.

Leia também:

Os incidentes com os pilotos de Williams e Simtek, respectivamente, não foram os únicos daquele que foi o fim de semana mais trágico da categoria. No treino de sexta-feira, o brasileiro Rubens Barrichello bateu a forte com a Jordan, mas não teve grandes ferimentos.

Barrichello, Ratzenberger, Senna e cia: relembre acidentes impactantes da F1

Galeria
Lista

GP da Alemanha de 1994

GP da Alemanha de 1994
1/35

Foto de: LAT Images

A Benetton deixou escapar combustível após abastecer o carro de Jos Verstappen, que virou uma bola de fogo, engolindo piloto e mecânicos

GP da Alemanha de 1994

GP da Alemanha de 1994
2/35

Foto de: LAT Images

O holandês, pai de Max Verstappen, escapou com uma pequena queimadura no nariz, apesar do impacto das imagens

GP da Austrália de 2002

GP da Austrália de 2002
3/35

Foto de: Ferrari Media Center

O início dramático da prova australiana teve incidente envolvendo oito carros

GP da Austrália de 2002

GP da Austrália de 2002
4/35

Foto de: Ferrari Media Center

A largada do caos em Melbourne teve Ralf Schumacher, da Williams, voando por cima da Ferrari de Rubens Barrichello

GP da Alemanha de 1976

GP da Alemanha de 1976
5/35

Foto de: Uncredited

Na prova disputada em Nurburgring, o austríaco Niki Lauda sofreu o acidente mais grave de sua carreira, com muitas queimaduras

GP da Alemanha de 1976

GP da Alemanha de 1976
6/35

Foto de: LAT Images

Por causa da pista molhada, o tricampeão bateu na sarjeta do traçado e o carro foi lançado contra um muro, entrando em chamas (veja o capacete queimado)

GP de San Marino de 1989

GP de San Marino de 1989
7/35

Foto de: Ercole Colombo

Cinco anos antes do acidente fatal de Ayrton Senna na pista de Imola, Gerhard Berger também teve forte batida com a Ferrari

GP de San Marino de 1989

GP de San Marino de 1989
8/35

Foto de: LAT Images

O austríaco também bateu na curva Tamburello e seu carro foi engolido pelo fogo, como mostra o flagra de um monitor

GP da Bélgica de 1982

GP da Bélgica de 1982
9/35

Foto de: LAT Images

Após tocar outro piloto, Gilles Villeneuve perdeu o controle de sua Ferrari no circuito de Zolder e bateu forte

GP da Bélgica de 1982

GP da Bélgica de 1982
10/35

Foto de: LAT Images

Tido como um potencial campeão, o piloto canadense, conhecido pelo arrojo, acabou morrendo

GP de San Marino de 1994

GP de San Marino de 1994
11/35

Foto de: Photo 4

No fim de semana mais trágico da F1, em que Senna e Roland Rotzenberger morreram, Rubens Barrichello também se acidentou

GP de San Marino de 1994

GP de San Marino de 1994
12/35

Foto de: Photo 4

O brasileiro rampou a zebra com a sua Jordan em um treino e acabou se chocando com força na grade

GP de San Marino de 1994

GP de San Marino de 1994
13/35

Foto de: Photo 4

No sábado, dia seguinte à batida de Rubinho, Ratzenberger foi a vítima fatal

GP de San Marino de 1994

GP de San Marino de 1994
14/35

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

O austríaco não resistiu aos ferimentos do acidente com a Simtek e morreu

GP de San Marino de 1994

GP de San Marino de 1994
15/35

Foto de: XPB Images

No domingo, o pole position Senna foi a vítima

GP de San Marino de 1994

GP de San Marino de 1994
16/35

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Marcas do impacto no muro da curva Tamburello

GP de San Marino de 1994

GP de San Marino de 1994
17/35

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Restos da Williams FW16

GP do Canadá de 2007

GP do Canadá de 2007
18/35

Foto de: Andrew Ferraro / Motorsport Images

No acidente mais famoso de Robert Kubica depois de sua batida no rali de 2011, o polonês bateu forte com a BMW

GP do Canadá de 2007

GP do Canadá de 2007
19/35

Foto de: XPB Images

O piloto bateu no muro de Montreal a 300 km/h. Incrivelmente, ele pouco se feriu, ficando de fora apenas da prova seguinte

GP da Holanda de 1973

GP da Holanda de 1973
20/35

Foto de: LAT Images

Por causa de um estouro de pneu, Roger Williamson bateu forte

GP da Holanda de 1973

GP da Holanda de 1973
21/35

Foto de: Sutton Motorsport Images

O carro do inglês ficou de ponta cabeça e se arrastou por metros. O compatriota David Purley tentou salvar o colega, em vão

GP da Itália de 1993

GP da Itália de 1993
22/35

Foto de: Sutton Motorsport Images

Na etapa de Monza, o brasileiro Christian Fittipaldi sofreu acidente memorável a bordo da Minardi

GP da Itália de 1993

GP da Itália de 1993
23/35

Foto de: Uncredited

O sobrinho de Emerson decolou após toque com outro carro na reta, mas voltou à prova e terminou em oitavo

GP da Austrália de 2016

GP da Austrália de 2016
24/35

Foto de: Sutton Motorsport Images

Na abertura daquela temporada, Fernando Alonso protagonizou um dos acidentes mais marcantes dos últimos tempos

GP da Austrália de 2016

GP da Austrália de 2016
25/35

Foto de: Sutton Motorsport Images

Depois de tocar em Esteban Gutierrez, a McLaren do espanhol voou e deu várias capotadas em Melbourne

GP da Austrália de 2016

GP da Austrália de 2016
26/35

Foto de: Sutton Motorsport Images

O bicampeão da F1 rastejou para sair do cockpit, mas não teve graves ferimentos

GP da Espanha de 1990

GP da Espanha de 1990
27/35

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Um dos acidentes mais chocantes da história da F1 viu a Lotus de Martin Donnelly se partir ao meio

GP da Espanha de 1990

GP da Espanha de 1990
28/35

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Apesar das fortes imagens, o britânico se recuperou completamente, embora tenha tido muitos ferimentos

GP da Bélgica de 2012

GP da Bélgica de 2012
29/35

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Alonso e Romain Grosjean se envolveram em acidente e o francês foi considerado culpado, sendo suspenso da prova seguinte

GP da Itália de 1978

GP da Itália de 1978
30/35

Foto de: LAT Images

Ronnie Peterson perdeu a vida na etapa de Monza após acidente com a Lotus

GP da Itália de 1978

GP da Itália de 1978
31/35

Foto de: LAT Images

O tanque de combustível se rompeu e o carro foi envolto por uma bola de fogo

GP da Bélgica de 1998

GP da Bélgica de 1998
32/35

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

A largada teve incidente envolvendo treze carros

GP da Bélgica de 1998

GP da Bélgica de 1998
33/35

Foto de: LAT Images

As McLarens e as Ferraris também se envolveram

GP da Bélgica de 1998

GP da Bélgica de 1998
34/35

Foto de: Sutton Motorsport Images

O desfecho do acidente é mostrado nesta foto

GP da Bélgica de 1998

GP da Bélgica de 1998
35/35

Foto de: LAT Images

Schumacher 'escapou' só com quebras no bico, mas abandonaria logo depois

De todo modo, a etapa de 1994 em Ímola ficará marcada para sempre na elite do automobilismo mundial. Entretanto, os incidentes fatais de Senna e Ratzenberger se somam a uma série de outras batidas que impactaram a F1.

É o que o Motorsport.com analisa no vídeo abaixo, que inclui aquele fatídico GP de San Marino em uma lista com os acidentes mais importantes da categoria máxima do esporte a motor. O top-5 também menciona nomes como o austríaco Niki Lauda. Confira:

GALERIA: Veja todos carros da carreira de Ayrton Senna na Fórmula 1

Galeria
Lista

1984: Toleman TG183B

1984: Toleman TG183B
1/12

Foto de: Camille De Bastiani

Foi seu primeiro carro na Fórmula 1, apesar de Senna ter usado o monoposto apenas nas primeiras quatro corridas daquela temporada 1984, somando dois sextos lugares na África do Sul e na Bélgica.

1984: Toleman TG184

1984: Toleman TG184
2/12

Foto de: Camille De Bastiani

Foi com o novo carro da Toleman que o brasileiro conseguiu o famoso pódio na corrida chuvosa em Mônaco. Além disso, conquistou mais dois terceiros lugares, na Grã-Bretanha e em Portugal.

1985: Lotus 97T

1985: Lotus 97T
3/12

Foto de: Camille De Bastiani

A Lotus carregava um motor Renault. Com o monoposto, ele conseguiu uma vitória já em sua segunda corrida, em Portugal, antes de cair em uma sequência de sete provas consecutivas sem pódios. Voltou ao top-3 na Áustria com o segundo lugar, iniciando uma série de cinco pódios, incluindo uma vitória na Bélgica.

1986: Lotus 98T

1986: Lotus 98T
4/12

Foto de: Camille De Bastiani

Em sua segunda temporada com a Lotus, a equipe usou novamente o motor Renault V6. Os resultados chegaram: seis pódios, incluindo vitórias de Espanha e Detroit, nas oito primeiras corridas. No final, Senna somou 11 pódios para terminar em quarto entre pilotos.

1987: Lotus 99T

1987: Lotus 99T
5/12

Foto de: Camille De Bastiani

Com o Lotus 99T, já com motor Honda, o piloto ficou em terceiro lugar no campeonato de pilotos. Durante o ano, ele somou duas vitórias, quatro segundos lugares e dois terceiros. Essa foi a melhor posição de qualificação até então para o brasileiro.

1988: McLaren MP4/4

1988: McLaren MP4/4
6/12

Foto de: Camille De Bastiani

Em seu primeiro ano com a McLaren, seu carro foi o MP4/4, com motor Honda. Já em sua segunda corrida, Senna venceu o GP de San Marino. Depois de abandonar em Mônaco, obteve um segundo lugar no México, iniciando série de oito pódios consecutivos, incluindo seis vitórias. No GP do Japão, ele subiu novamente ao topo do pódio e conquistou seu primeiro campeonato na F1.

1989: McLaren MP4/5

1989: McLaren MP4/5
7/12

Foto de: Camille De Bastiani

Em sua segunda temporada com a McLaren, Senna guiou o MP4/5, impulsionado pela Honda. Foi o ano da intensificação da rivalidade com Alain Prost. No decorrer da temporada, ele somou seis vitórias e um segundo lugar na Hungria.

1990: McLaren MP4/5B

1990: McLaren MP4/5B
8/12

Foto de: Camille De Bastiani

A terceira temporada de Senna pela McLaren marcou a saída de Alain Prost para a Ferrari, o que fez com que os números dos carros britânicos fossem alterados. O francês levou consigo o projetista Steve Nichols. Por isso, a McLaren fez alterações no seu carro do ano anterior, com novidades no corpo e na asa traseira. Deu certo: ganhou o Mundial de Construtores e Senna reconquistou o título.

1991: McLaren MP4/6

1991: McLaren MP4/6
9/12

Foto de: Camille De Bastiani

O MP4/6 impulsionado por um Honda V12 foi o último carro com o qual Senna brigou frequentemente por vitórias na McLaren. O início da temporada deu-lhe quatro vitórias. Depois, dois terceiros lugares, no México e na França. Os triunfos na Hungria, Bélgica e Austrália, com os segundos lugares de Itália, Portugal e Japão, deram a ele seu terceiro e último título mundial na Fórmula 1.

1992: McLaren MP4/7

1992: McLaren MP4/7
10/12

Foto de: Camille De Bastiani

A McLaren começou a temporada com uma atualização do chassi de 1991 na África do Sul e no México, onde Senna conseguiu o terceiro lugar. No Brasil, veio o novo carro MP4/7, para as restantes 14 datas do campeonato. Senna ainda ganhou três GPs (Mônaco, Hungria e Itália) e três pódios (San Marino, Alemanha e Portugal), terminando em quarto no campeonato vencido por Nigel Mansell.

1993: McLaren MP4/8

1993: McLaren MP4/8
11/12

Foto de: Camille De Bastiani

Com o novo motor Ford, Senna começou sua última temporada com a McLaren ao volante do MP4/8. O início da temporada permitiu-lhe três vitórias e dois pódios nas primeiras seis corridas de 1993. No fim do ano, ainda venceu no Japão e na Austrália.

1994: Williams FW16

1994: Williams FW16
12/12

Foto de: Camille De Bastiani

Em seu desejo de vencer seu quarto campeonato mundial, Ayrton Senna mudou para a Williams em 1994. Entretanto, perdeu a suspensao eletrônica de seu antecessor em virtude das novas regras da F1 e ficou desvantagem. Em seu terceiro GP com o FW16, Senna faleceu após forte batida na curva Tamburello, em Imola.

Ayrton Senna: confira 60 fatos e feitos do tricampeão mundial de F1 no vídeo abaixo

PODCAST: Senna é o maior esportista brasileiro após a era Pelé?

 

.

Próximo artigo
Lotus, Haas e cia: confira as pinturas pretas e douradas da F1

Artigo anterior

Lotus, Haas e cia: confira as pinturas pretas e douradas da F1

Próximo artigo

GP da Hungria perde força para sediar prova da F1 após governo local estender restrições

GP da Hungria perde força para sediar prova da F1 após governo local estender restrições
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Carlos Costa