Volta da F1 a Ímola terá dois dias de atividades e só um treino livre

compartilhar
comentários
Volta da F1 a Ímola terá dois dias de atividades e só um treino livre
Por:

Circuito italiano está fora do calendário da F1 desde 2007 e sediará o GP da Emília-Romanha em 2020

A Fórmula 1 confirmou, na manhã desta terça-feira, que a volta da categoria ao circuito italiano de Ímola, ausente do calendário desde 2007, terá uma programação de dois dias e apenas um treino livre de 90 minutos.

O GP da Emília-Romanha, portanto, terá sua única sessão prática às 10h do horário local no sábado. O treino de classificação ocorre às 14h (10h de Brasília). A corrida começará no dia seguinte, às 13h10 (9h10 de Brasília), mais cedo que de costume em provas da Europa.

Leia também:

"Ímola, sendo um evento de dois dias, será obviamente um novo desafio para todos nós, e acho que ainda há discussões em andamento sobre os detalhes do formato", disse o chefe de equipe da McLaren, Andreas Seidl.

A adoção do formato de dois dias visa a permitir às equipes um dia a mais para deslocamento de equipamentos e pessoal desde Portimão, onde será disputado GP de Portugal no fim de semana anterior. O autódromo do Algarve fica a cerca de 2.400 km de Imola.

Além disso, a experiência da F1 em Ímola, com apenas dois dias de atividades, é um teste que servirá como base de análise para as próximas temporadas. O formato é visto como uma forma de reduzir os custos das equipes.

De todos os pilotos em atividade na F1 atual, apenas um deles, o campeão mundial Kimi Raikkonen, finlandês da Alfa Romeo, disputou corridas em Ímola. A pista, porém, passou por modificações no seu traçado e também por reformas estruturais nos últimos anos.

Três GPs italianos em 2020

Sede da etapa chamada de GP de San Marino entre 1981 e 2006, o circuito de Ímola receberá a terceira prova italiana da F1 em 2020. A primeira delas é o GP da Itália, em Monza. Depois, vem o GP da Toscana, em Mugello, pista que receberá a categoria pela primeira vez neste ano.

Famoso pelas mortes do austríaco Roland Ratzenberger e do brasileiro Ayrton Senna, Ímola passou por mudanças após o fatídico evento de 1994. A alteração mais significativa foi na curva Tamburello, na qual Senna bateu. Foi uma introduzida uma chicane no trecho.

O GP da Emília-Romanha entrou na calendário da F1 em 2020 muito em função dos cancelamentos das etapas americanas da categoria. Para substituir as provas de Estados Unidos, Canadá, México e Brasil, foram confirmadas mais três corridas na Europa.

Além de Ímola e Portimão, já mencionados, também foi promovida a volta do pista alemã de Nürburgring ao calendário da F1. Na tabela abaixo, o Motorsport.com mostra a programação confirmada da categoria até o momento:

Rodada Grande Prêmio Circuito Data
1 GP da Áustria

Austria Spielberg

 

''

5 de julho
2 GP da Estíria 12 de julho
3 GP da Hungria Hungary Budapeste 19 de julho
4 GP da Grã-Bretanha

United Kingdom Silverstone

 

''

2 de agosto
5 GP de 70 Anos da F1 9 de agosto
6 GP da Espanha Spain Barcelona 16 de agosto
7 GP da Bélgica Belgium Spa-Francorchamps 30 de agosto
8 GP da Itália Italy Monza 6 de setembro
9 GP da Toscana Italy Mugello 13 de setembro
10 GP da Rússia Russia Sóchi 27 de setembro
11 GP de Eifel Germany Nürburgring 11 de outubro
12 GP de Portugal Portugal Portimão 25 de outubro
13 GP da Emília-Romanha Italy Ímola 1º de novembro

*Provas realizadas sem público e com protocolos de segurança contra o coronavírus

RETA FINAL: Sorte de Hamilton, azar de Verstappen e crise da Ferrari com Gianluca Petecof e Pipo Derani

.

Webber detona Grosjean por pilotagem: "Não entende as regras"

Artigo anterior

Webber detona Grosjean por pilotagem: "Não entende as regras"

Próximo artigo

ANÁLISE: Veja o que há por trás da reestruturação da Ferrari na F1

ANÁLISE: Veja o que há por trás da reestruturação da Ferrari na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Alex Kalinauckas