Webber diz que mundo da F1 deveria "abraçar" Verstappen: "Nova referência do esporte"

Piloto da Red Bull entre 2007 e 2013, australiano exaltou feitos do holandês, ainda muito novo, na categoria máxima do automobilismo

Webber diz que mundo da F1 deveria "abraçar" Verstappen: "Nova referência do esporte"
Carregar reprodutor de áudio

Apesar do GP de Abu Dhabi, que decidiu a Fórmula 1 em 2021, ser debatido pelos fãs até hoje, é fato que Max Verstappen alcançou o patamar de um dos grandes pilotos da categoria. Além de ter superado o heptacampeão Lewis Hamilton, o holandês dominou as estatísticas de vitórias, pole positions e voltas lideradas e se tornou referência em seu país natal. Para Mark Webber, que correu na Red Bull, o esporte deveria abraçar o novo ídolo.

O australiano destacou a juventude do atual campeão, que estreou na divisão máxima do automobilismo vindo direto da Fórmula 3 Europeia com apenas 17 anos, alcançou sua primeira vitória com 18 e conquistou o título com 24. Para efeito de comparação, essa foi a mesma idade com que Ayrton Senna começou na F1.

Leia também:

"A maturidade que ele mostrou quando entrou no esporte, a confiança e sentimento são do mais alto nível", disse Webber ao veículo britânico Channel 4. "Não é fácil chegar assim a esses carros logo no início. Através do kart e da F3, a Red Bull assumiu o risco."

"Max está certo em termos do que a equipe representa para competir e correr. Ele cativou uma nação. Veja o GP da Holanda deste ano, foi fenomenal. Verstappen é uma nova referência, esses pilotos surgem uma vez a cada dez anos e o esporte deveria abraçá-lo."

O título do holandês é ainda mais valorizado por bater Hamilton em plena forma e alto nível. Além disso, ele foi o primeiro piloto a vencer a Mercedes, considerada o 'bicho-papão' da era híbrida da F1, já que conquistou todos os títulos desde seu começo em 2014.

"Ele assistiu à Fórmula 1 por um longo tempo, viu Lewis dominando o esporte e quis um pouco disso", acrescentou Webber. "Então, tiveram seus embates, mas no final das contas, ele sabe que derrotou um Hamilton faminto, um Hamilton preparado."

GIAFFONE fala da SAÍDA DA F1 DA GLOBO PARA A BAND, comenta QUÍMICA com colegas e aborda CAOS de 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #155 - Piores da F1 2021: Quais pilotos/equipes decepcionaram? Masi é consenso?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Red Bull e Mercedes não creem em favoritismo para próxima temporada
Artigo anterior

F1: Red Bull e Mercedes não creem em favoritismo para próxima temporada

Próximo artigo

F1: Usuário cria petição online para dar vitória do GP de Abu Dhabi a Hamilton

F1: Usuário cria petição online para dar vitória do GP de Abu Dhabi a Hamilton
Carregar comentários