Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
19 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
33 dias
04 dez
Próximo evento em
75 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
82 dias

Wolff detona protesto da Renault: "Na verdade, eles são contra a Racing Point ter tantos pontos"

compartilhar
comentários
Wolff detona protesto da Renault: "Na verdade, eles são contra a Racing Point ter tantos pontos"

Chefe da Mercedes afirmou que a alegação da Renault de que o protesto tem a ver com os princípios da categoria não é real

Envolvida indiretamente na questão do protesto da Renault contra a Racing Point na Fórmula 1, que questiona a legalidade do carro de 2020 da equipe britânica, a Mercedes finalmente se manifestou sobre o caso. Toto Wolff defendeu a equipe, parceira da montadora alemã.

Desde o GP da Estíria, segunda etapa da temporada, a Renault vem protocolando protestos contra a Racing Point alegando que a equipe viola o regulamento ao usar os mesmos dutos de freios da Mercedes de 2019, algo que é proibido pelas normas da categoria.

Leia também:

A audiência foi realizada ontem em Silverstone, e espera-se que o resultado saia na sexta-feira (07), antes do primeiro treino livre.

A Racing Point, que tem uma forte parceria com a Mercedes há alguns anos, é uma das equipes clientes da montadora, usando motor, câmbio e suspensões em seu carro. Mas o RP20, carro de 2020, deu um passo adiante nessa questão, com o modelo sendo basicamente uma cópia do W10, que a Mercedes usou em 2019. Por isso, o RP20 foi apelidado de Mercedes Rosa.

Após Alain Prost, diretor não-executivo da Renault, ter deixado implícito que a Mercedes pode ter parcela de culpa na história, ao afirmar que, para ter feito uma cópia tão perfeita, a Racing Point precisava de transferência de informação, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, se manifestou, criticando o protesto da equipe francesa.

"Eu posso entender que alguém protesta para ter algo esclarecido", disse Wolff ao jornal Osterreich. "A Renault diz que eles são a favor do princípio, mas, na verdade, eles são contra a Racing Point ter tantos pontos".

"Quem perder o protesto irá se opor. Então a coisa toda vai parar nos tribunais para ser esclarecida".

Wolff ainda defendeu a volta dos carros clientes à F1, algo que a Ferrari já havia sugerido durante a paralisação.

"Trata-se de uma pergunta básica: queremos permitir equipes clientes? As equipes grandes ganham um bom dinheiro e as menores têm um desempenho melhor, uma situação real em que todos saem ganhando".

Polêmica Racing Point, Silverstone e tudo o que você sempre quis saber de F1 com Rico Penteado

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

 

Covid de Pérez adiou anúncio de Vettel na Aston, diz jornal italiano

Artigo anterior

Covid de Pérez adiou anúncio de Vettel na Aston, diz jornal italiano

Próximo artigo

F1: Confira como está o grid de 2021 após a renovação de Bottas

F1: Confira como está o grid de 2021 após a renovação de Bottas
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1