Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
60 dias
06 mai
Próximo evento em
102 dias
20 mai
Próximo evento em
116 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
130 dias
10 jun
Próximo evento em
137 dias
24 jun
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
158 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
172 dias
29 jul
Próximo evento em
186 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
214 dias
02 set
Próximo evento em
221 dias
09 set
Próximo evento em
228 dias
23 set
Próximo evento em
242 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
249 dias
07 out
Próximo evento em
256 dias
21 out
Próximo evento em
270 dias
28 out
Próximo evento em
277 dias
05 nov
Próximo evento em
285 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
298 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
313 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
322 dias

Audiência sobre protesto contra a Racing Point acontece neste momento em Silverstone

compartilhar
comentários
Audiência sobre protesto contra a Racing Point acontece neste momento em Silverstone
Por:
, Editor

Reunião acontece neste momento com a presença de representantes da Racing Point, Renault e Mercedes

A novela pode estar chegando ao fim. Após semanas de espera, a audiência que definirá se o RP20 da Racing Point está dentro dos regulamentos da Fórmula 1 acontecerá nesta quarta-feira (05) em Silverstone.

Desde o GP da Estíria, a Renault vem protocolando protestos junto à FIA questionando a legalidade do RP20 a partir dos dutos de freio, devido a sua colaboração próxima com a Mercedes.

Leia também:

Desde o início do ano, a Racing Point tem sido clara sobre o RP20 ter sido inspirado no W10, carro da Mercedes de 2019, mas sempre afirmou que tudo foi feito dentro dos limites do regulamento.

A FIA convocou representantes da Racing Point, Renault e Mercedes para uma reunião em Silverstone, que começou às 07h30, horário de Brasília.

O diretor técnico da Racing Point, Andrew Green, disse na semana passada que não achava que havia "um caso para resolver" e que a defesa da equipe era "muito forte". 

Caso a Racing Point seja considerada culpada, perderá os resultados de cada uma das três corridas que tiveram protestos da Renault, mantendo apenas os pontos do GP da Áustria.

Apesar da Renault ter sido a única equipe a protestar contra a equipe, outras rivais já haviam expressado preocupação sobre a abordagem de cópia aberta de outra equipe, com o chefe da McLaren falando que a F1 poderia se tornar um "campeonato de cópias".

Perguntado sobre o protesto e seu impacto no futuro da F1 pelo Motorsport.com em Silverstone, o presidente da FIA, Jean Todt, disse que seria "muito inapropriado" comentar sobre o caso, mas destacou a importância das equipes se manterem construtoras independentes.

"Sempre foi a essência da Fórmula 1, 10 equipes fazendo seu próprio carro", disse. "Mas historicamente na F1, você tem fotógrafos tirando fotos e encontra similaridades entre um carro e outro. É parte da história do mundial".

"Mas indo para a especificidade, eu não tenho competência para julgar. Mas estou otimista que os responsáveis tomarão a decisão correta".

Ferrari vive o caos e Reginaldo Leme relembra momentos de crise da escuderia italiana na Fórmula 1

Podcast #061 – Qual é o tamanho da ‘sorte’ de Hamilton ao vencer com três rodas?

 

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Podcast #061 – Qual é o tamanho da ‘sorte’ de Hamilton ao vencer com três rodas?

Artigo anterior

Podcast #061 – Qual é o tamanho da ‘sorte’ de Hamilton ao vencer com três rodas?

Próximo artigo

Análise: Os sete fatos que levaram a Ferrari à crise sem fim na F1

Análise: Os sete fatos que levaram a Ferrari à crise sem fim na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Racing Point
Autor Luke Smith