Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Zandvoort pode substituir Barcelona no calendário 2020 da Fórmula 1

compartilhar
comentários
Zandvoort pode substituir Barcelona no calendário 2020 da Fórmula 1
Por:
30 de abr de 2019 12:37

Fora do calendário da categoria máxima do automobilismo desde 1985, pista holandesa está no páreo para retornar em maio do ano que vem

A Liberty Media, grupo que controla a Fórmula 1, estuda substituir o circuito de Barcelona, na Espanha, pela pista de Zandvoort, na Holanda, para o calendário da temporada 2020, conforme apurou o Motorsport.com.

Na esteira do sucesso de Max Verstappen, a F1 está se preparando para retornar à Holanda pela primeira vez desde a corrida de 1985. O autódromo de Assen também estava no quadro para sediar o GP, mas Zandvoort é o grande favorito neste momento.

Leia também:

Uma fonte disse ao Motorsport.com, em Baku, na semana passada, que um acordo está adiantado entre a organização da F1 e o circuito. O contrato ainda não foi assinado, já que os detalhes finais ainda devem ser resolvidos.

Se a Espanha abandonar o calendário de 2020, a Liberty poderá colocar Zandvoort no início de maio, à frente do GP de Mônaco.

A primeira parte do calendário de 2020 já está congestionada, com a atual sequência de quatro corridas de Austrália, Bahrein, China e Azerbaijão mantidas, com a adição de uma prova no Vietnã em abril do próximo ano.

Barcelona, porém, é uma das cinco corridas cujos contratos expiram após esta temporada, juntamente com Silverstone, Hockenheim, Monza e Cidade do México.

Todos enfrentam desafios financeiros, mas o evento espanhol é amplamente considerado como o mais vulnerável depois de perder o apoio do governo. A ausência de Fernando Alonso será um duro golpe para a venda de ingressos, a menos que o bicampeão mundial faça um surpreendente retorno.

Entende-se que Chase Carey, CEO da Liberty, discutiu possíveis soluções para o impasse em uma reunião com chefes de equipe em Baku.

Zandvoort recebeu uma etapa do Campeonato Mundial pela primeira vez em 1952 e foi um evento regular no calendário até 1985, ficando de fora de apenas quatro temporadas durante esse período.

Em seus últimos anos na F1, a prova da Holanda foi realizada no final de agosto, agora ocupado por Spa, na Bélgica. No entanto, nos primeiros anos a corrida foi sempre realizada em maio ou junho, sendo inclusive o evento de abertura da temporada em 1962.

O circuito exige uma série de reformas para deixar suas instalações no padrão exigido pela FIA, mas uma vez que um GP seja oficialmente confirmado, a expectativa é que tudo seja concluído a tempo para uma corrida em maio.

Ex-diretor de provas da F1, o falecido Charlie Whiting inspecionou o local no outono passado em nome da FIA, mas apenas do ponto de vista do traçado, em vez de instalações de paddock e espectadores. "Acho que há um grande potencial em Zandvoort", explicou ele em outubro. “Algumas coisas precisam ser mudadas, mas há uma grande disposição para mudar.

“Acho que é cedo demais para falar sobre isso. Eles estão com algumas propostas e veremos. Acho que isso poderia ser feito. Haveria uma boa reta longa o suficiente para usar o DRS bem, e você também manteria os elementos históricos do circuito. Eu acho que seria muito legal”.

Perguntado recentemente sobre Zandvoort, onde correu na F3, Lewis Hamilton elogiou, mas admitiu que a ultrapassagem foi difícil. “Foi uma pista incrível quando eu era mais jovem. Não houve ultrapassagens, mas não sei como isso seria diferente”.

"Eu não sei se eles mudaram a pista, mas foi incrível para pilotar na F3. Mas, como eu disse, você não conseguia ultrapassar naquela época. Com zonas de DRS, eu não sei."

Max Verstappen, Red Bull Racing with the F1 Show

Max Verstappen, Red Bull Racing with the F1 Show

Photo by: WTCR

Próximo artigo
Monza se aproxima de novo contrato de cinco anos com a Fórmula 1

Artigo anterior

Monza se aproxima de novo contrato de cinco anos com a Fórmula 1

Próximo artigo

Veja escolhas de pneus de pilotos e equipes para o GP da Espanha

Veja escolhas de pneus de pilotos e equipes para o GP da Espanha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper