Fórmula E
22 nov
-
22 nov
Evento encerrado
R
ePrix de Santiago
17 jan
-
18 jan
Próximo evento em
33 dias
R
ePrix da Cidade do México
14 fev
-
15 fev
Próximo evento em
61 dias
R
ePrix de Marraquexe
27 fev
-
29 fev
Próximo evento em
74 dias
R
ePrix de Sanya
20 mar
-
21 mar
Próximo evento em
96 dias
R
ePrix de Roma
03 abr
-
04 abr
Próximo evento em
110 dias
R
ePrix de Paris
17 abr
-
18 abr
Próximo evento em
124 dias
R
ePrix de Seul
02 mai
-
03 mai
Próximo evento em
139 dias
R
ePrix de Jacarta
05 jun
-
06 jun
Próximo evento em
173 dias
R
ePrix de Berlim
20 jun
-
21 jun
Próximo evento em
188 dias
R
ePrix de Nova York
10 jul
-
11 jul
Próximo evento em
208 dias
R
ePrix de Londres
25 jul
-
25 jul
Próximo evento em
223 dias

12º, Nelsinho lamenta safety car: "teria pontuado"

compartilhar
comentários
12º, Nelsinho lamenta safety car: "teria pontuado"
Por:
7 de fev de 2016 01:47

Atual campeão da Fórmula E vê avanços no desempenho, mas vê entrada do carro de segurança atrapalhar estratégia e impedir chegada na zona de pontuação

Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team
Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team
Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team
Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team
Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team
Nelson Piquet Jr., NEXTEV TCR Formula E Team

Apesar da pequena evolução nos carros da NEXTEV China Racing, Nelsinho Piquet não conseguiu terminar o ePrix de Buenos Aires, realizado neste sábado (6), na zona de pontuação. O atual campeão da Fórmula E chegou a andar entre os oito primeiros, mas terminou a prova na 12º posição.

O piloto tentou uma estratégia de estender o primeiro stint e trocar de carro depois do pelotão, mas a intervenção do safety car para que o carro de Antonio Felix da Costa fosse retirado do traçado atrapalhou os planos de Piquet, que voltou à pista na 14ª posição, conseguindo duas ultrapassagens até a bandeira quadriculada da prova vencida por Sam Bird.

Piquet ressaltou a evolução do carro em Buenos Aires - ainda que tenha enfrentado uma pequena queda de rendimento no início da prova - e destacou que a entrada do carro de segurança atrapalhou a estratégia, que teria permitido ao brasileiro terminar na zona de pontuação.

“O problema é que, mesmo com os updates no nosso software, não funcionou 100% no início. Então depois de duas voltas já tinha ficado mais atrás", disse.

"Arriscamos um stint mais longo e eu teria pontuado, mas o que importa é que conseguimos chegar perto dos pontos e vamos continuar aprendendo assim para evoluir a cada corrida”, completou.

Antes da próxima etapa da F-E, o ePrix da Cidade do México, no dia 12 de março, Nelsinho tem outro compromisso: a participação como convidado de Átila Abreu na corrida de duplas que abre a temporada 2016 da Stock Car, em Curitiba, no dia 6 de março.

Próximo artigo
3º, di Grassi fala em "trabalho duro" para brigar por título

Artigo anterior

3º, di Grassi fala em "trabalho duro" para brigar por título

Próximo artigo

Após batida, Senna celebra "ponto mais sofrido da carreira"

Após batida, Senna celebra "ponto mais sofrido da carreira"
Carregar comentários