F-E: De Vries faz prova controlada e vence o ePrix II de Berlim; Di Grassi é 4º

Prova deste domingo utilizou o inverso do circuito Tempelhof, com o sentido horário em vez do anti-horário do sábado

F-E: De Vries faz prova controlada e vence o ePrix II de Berlim; Di Grassi é 4º
Carregar reprodutor de áudio

A Fórmula E voltou à pista do Aeroporto Tempelhof neste domingo para o segundo ePrix na capital alemã. E o dia foi da Mercedes. Largando na segunda fila, o atual campeão Nyck de Vries fez uma prova sólida para vencer pela segunda vez no ano, se recuperando após uma sequência de resultados ruins.

Edoardo Mortara foi o segundo, coroando um grande fim de semana para se colocar novamente na luta pelo título. Stoffel Vandoorne completou o pódio após uma boa batalha com Lucas Di Grassi nos minutos finais. Fecharam o top 10: Robin Frijns, António Félix da Costa, Oliver Rowland, Andre Lotterer, Jean-Éric Vergne e Mitch Evans. Sérgio Sette Câmara foi o 19º.

Leia também:

Neste domingo, a Fórmula E utilizou o inverso do circuito montado no Aeroporto Tempelhof, com o sentido horário. Na classificação, feita mais cedo, Mortara fez novamente a pole position, tendo Frijns ao seu lado na primeira fila e De Vries e Lotterer na sequência, com Di Grassi em sexto e Sette Câmara em 17º.

 

Na largada, Mortara saiu bem, mas De Vries teve um início mais forte, usando o lado interno da primeira curva para assumir a ponta, com Frijns, Lotterer e Di Grassi completando o top 5.

Após os cinco primeiros minutos, De Vries abria uma pequena vantagem para Mortara, que tinha Frijns e Lotterer em sua cola, enquanto Di Grassi buscava se aproximar desse pelotão. Da Costa, Vandoorne, Vergne, Evans e Rowland fechavam os de primeiros, enquanto Sette Câmara ocupava a 17ª posição após ativar o único modo ataque da prova, de 8 minutos de duração.

 

Com dez minutos, De Vries foi o primeiro dos ponteiros a acionar o modo ataque, caindo para terceiro, tendo que se recuperar pra cima de Mortara e Frijns, enquanto Di Grassi finalmente passava Lotterer pela quarta posição.

O grid se dividia quanto à utilização do modo ataque no começo ou mais próximo da metade. Dos dez primeiros colocados, apenas Mortara e Vergne optaram por não utilizarem a potência extra durante os 15 minutos iniciais da prova.

 

Quando a corrida chegava aos 20 minutos restantes, a Mercedes fazia o pódio, com De Vries à frente dos pilotos da Venturi, Mortara e Di Grassi, que usam o trem de força da montadora alemã. Frijns vinha em quarto comandando uma batalha que contava ainda com Da Costa e Vandoorne em sua cola. Neste momento, todo o top 10 já havia utilizado e gasto seu único modo ataque da prova.

Com o auxílio do Fan Boost, Da Costa ultrapassava Frijns para assumir a quarta posição, com o piloto da Envision perdendo ainda P5 para Vandoorne algumas curvas depois. Na sequência, foi a vez do português ser ultrapassado por Vandoorne, formando um 1-2-3-4 de trens de força Mercedes.

 

Enquanto De Vries e Mortara pareciam consolidados em primeiro e segundo, a reta final da prova foi marcada por uma batalha entre Di Grassi e Vandoorne pela última posição do pódio.

No final, Nyck de Vries fez uma prova controlada e dominante para voltar a vencer na Fórmula E pela primeira vez desde a abertura do campeonato em Diriyah. Edoardo Mortara foi o segundo, com Stoffel Vandoorne completando o pódio após segurar Di Grassi.

Completaram o top 10: Robin Frijns, António Félix da Costa, Oliver Rowland, Andre Lotterer, Jean-Éric Vergne e Mitch Evans. Sérgio Sette Câmara foi o 19º.

A Fórmula E sai da Europa e retoma as atividades da temporada 2022 em três semanas, com a edição inaugural do ePrix de Jacarta, nona etapa do ano. No Motorsport.com, você acompanha tudo sobre o Mundial de Carros Elétricos e a estreia da prova na capital da Indonésia.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #177 - Red Bull 'roubou' status de favorita ao título da Ferrari?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F-E: Mortara segura Vergne e Vandoorne e converte pole em vitória no ePrix I de Berlim
Artigo anterior

F-E: Mortara segura Vergne e Vandoorne e converte pole em vitória no ePrix I de Berlim

Próximo artigo

F-E: Com pódio, Vandoorne aumenta vantagem na ponta; veja situação do Mundial após o ePrix de Berlim

F-E: Com pódio, Vandoorne aumenta vantagem na ponta; veja situação do Mundial após o ePrix de Berlim