F-E: Equipe de di Grassi, Venturi usará trens de força Maserati a partir da próxima temporada

Ao lado da Venturi, a Maserati colocará fim a um hiato de 60 anos sem envolvimento da marca em campeonatos de monopostos

F-E: Equipe de di Grassi, Venturi usará trens de força Maserati a partir da próxima temporada
Carregar reprodutor de áudio

A Venturi, equipe do brasileiro Lucas di Grassi, e a lendária montadora italiana Maserati anunciaram nesta sexta-feira um acordo plurianual para que a equipe monegasca da Fórmula E passe a usar o trem de força da marca, valendo já a partir da próxima temporada, na estreia do Gen3, nova geração de carros da categoria.

A Maserati anunciou sua entrada na F-E como montadora mais cedo neste ano, mas apenas como fornecedora para uma equipe existente no grid, algo similar como a DS possui atualmente com a Techeetah.

Leia também:

A parceria com a Venturi começará a partir do início da nova era da F-E, com a chegada do carro Gen3 na próxima temporada, com a Maserati substituindo a Mercedes como a fornecedora da equipe.

Ao lado da Venturi, a Maserati colocará fim a um hiato de 60 anos sem envolvimento da marca em campeonatos de monopostos

"A união com a Maserati marca o começo de um novo capítulo", disse Susie Wolff, CEO da Venturi, "e representa o melhor resultado possível para nossa equipe após uma parceria de sucesso com a Mercedes".

"Ser encarregado do retorno de uma das marcas mais importantes do mercado às competições internacionais de monopostos ressalta nosso sucesso nas temporadas recentes, quando nos estabilizamos como uma equipe vencedora e comercialmente viável que tem capacidade de lutar seriamente por títulos".

"Com esse compromisso, a equipe se encontra agora em uma posição fantástica para disputar a próxima geração de competições da F-E, que começa em 2023".

Edoardo Mortara, Venturi Racing, Silver Arrow 02, Jean-Eric Vergne, DS Techeetah, DS E-Tense FE21

Edoardo Mortara, Venturi Racing, Silver Arrow 02, Jean-Eric Vergne, DS Techeetah, DS E-Tense FE21

Photo by: Alastair Staley / Motorsport Images

A Venturi tem uma parceria com a Mercedes desde a temporada 2019-20, após a entrada da montadora alemã na categoria com uma equipe própria.

Isso veio após uma fase em que a Venturi produzia os seus próprios trens de força, fornecendo para a equipe HWA, da Mercedes, no início da era do Gen2, antes das marcas trocarem de posição.

"Voltar ao automobilismo com a Fórmula E foi uma escolha natural para a Maserati", disse Davide Grasso, CEO da marca. "Somos guiados pela paixão e inovação. E estamos felizes por dividirmos essa aventura com um parceiro que possui os mesmos valores que nós e que também olha para o futuro".

"Dividimos com a Venturi a mesma determinação e desejo de competir e vencer em circuitos ao redor do mundo".

O trem de força da Maserati dividirá partes em comum com o da DS, usado pela Techeetah, apesar dos softwares usados entre as marcas serem um ponto-chave na diferença.

Uma fonte próxima ao Motorsport.com sugeriu ainda que a Dragon, equipe do brasileiro Sérgio Sette Câmara, está próxima de fechar um acordo com a DS, o que colocaria o conglomerado automobilístico Stellantis presente em três equipes do grid.

Após dois meses de pausa, a F-E retoma suas atividades neste fim de semana com a rodada dupla do ePrix de Roma. Neste momento, a Venturi lidera ambos os Mundiais: entre os Construtores, a equipe tem 68 pontos, dois à frente da Mercedes. Entre os pilotos, é Edoardo Mortara que está na frente, com cinco pontos de vantagem para Nyck de Vries, do time alemão.

SEXTA-LIVRE: Leclerc e Verstappen travam novo duelo nos TLs australianos

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #171 - Má fase da Mercedes indica fim de uma era na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Fórmula E: Confira horários e como assistir à rodada dupla do ePrix de Roma
Artigo anterior

Fórmula E: Confira horários e como assistir à rodada dupla do ePrix de Roma

Próximo artigo

F-E: Evans vence Corrida 1 em Roma após largar em nono

F-E: Evans vence Corrida 1 em Roma após largar em nono