F-E: FIA apresenta medidas visando corte de gastos e nova fornecedora de pneus

compartilhar
comentários
F-E: FIA apresenta medidas visando corte de gastos e nova fornecedora de pneus
Por:
1 de jul de 2020 14:29

A FIA apresentou diversas novidades para a F-E, que incluem medidas de corte de gastos e uma nova fornecedora de pneus

Após a reunião do Conselho Mundial do Esporte a Motor da FIA de 19 de junho, a Federação anunciou emendas ao regulamento esportivo da Fórmula E, visando apoiar a saúde "esportiva e financeira" da categoria.

No momento, cada piloto está limitado a quatro novos pneus dianteiros e traseiros por evento mas, para a temporada 2020-21, haverá uma redução de 25%.

Leia também:

As equipes de operação - que trabalham nas garagens das equipes em um final de semana - também será reduzido de 20 para 17 membros. Já a garagem remota será permitida, mas com um limite de seis pessoas.

A FIA divulgou um comunicado sobre as mudanças: "Juntas, essas duas decisões de reestruturação do formato de uma equipe darão aos competidores uma oportunidade de lidar melhor com seus funcionários, criando uma redução substancial na pegada de carbono através da redução de pessoas presentes nos eventos".

Outra mudança também limitará o número de discos de freios e pedais que podem ser usados em uma temporada, para reduzir o consumo dos objetos. Outras restrições referentes a software, carenagem e sensores, além de gastos não-essenciais ainda estão sob avaliação pela FIA e a F-E.

Na próxima temporada também será criado um grupo de trabalho focado em logística para "otimizar os gastos significativamente", além de uma redistribuição no fundo de prêmios para ajudar as equipes menores.

Essa última mudança visando corte de gastos vem na esteira do recente ciclo de homologação dos carros da F-E, que foi introduzido para combater o impacto financeiro da pandemia. As montadoras só poderão modificar os componentes das unidades de força uma vez ao longo das próximas duas temporadas.

As equipes poderão optar por introduzir uma nova unidade para a temporada 2020/21 para servir por dois anos ou continuar com seus sistemas atuais para o próximo ano, fazendo a troca apenas para 2021/22, para correr por apenas um ano.

O Gen2EVO, novo modelo do carro da categoria, também foi atrasado em um ano, para 2021/22, apesar de o carro ainda poder ser descartado, com a introdução do Gen3 na temporada seguinte.

Williams volta, Michelin sai

Além das mudanças no regulamento, a F-E anunciou também nesta quarta duas novidades em termos de fornecedores. Enquanto a Williams garantiu o contrato de fornecimento de baterias para os carros Gen3, a Michelin deixará de ser a fornecedora de pneus para a categoria ao final da temporada 2021/22, com a Hankook assumindo a função.

A Williams foi a responsável por produzir o sistema de baterias do Gen1, e manteve a posição entre 2014 e 2018 mas a McLaren Applied Technologies ganhou o direito para o Gen2.

O Gen3 terá um aumento de 250 para 350kW e deve ser introduzido na temporada 2022/23, ficando por pelo menos três anos antes de qualquer modificação.

Já na área dos pneus, o anúncio significa que a F-E será a categoria de maior nível que a empresa sul-coreana estará presente. Além da F-E, a Hankook é a fornecedora exclusiva do DTM desde 2011 e da W Series desde o ano passado.

A empresa deve criar compostos para a F-E usar em condições de pista seca e molhada, e terá materiais orgânicos e borracha sustentável.

A Hankook irá substituir a Michelin apenas no final de 2022 com o início da temporada 2022/23. A empresa francesa era a fornecedora exclusiva da categoria desde o começo do campeonato, em 2014. A troca de empresas irá acompanhar a troca de carros, do Gen2 para o Gen3.

Exclusivo: Regi Leme revela projetos e Motorsport.com anuncia novidades na cobertura 2020

PODCAST: A F1 está de volta! Saiba tudo sobre "novo normal" da categoria

 

F-E: Após saída da Audi, Abt assina com NIO para etapas de Berlim

Artigo anterior

F-E: Após saída da Audi, Abt assina com NIO para etapas de Berlim

Próximo artigo

Di Grassi anuncia criação de torneio sustentável com patinetes elétricos

Di Grassi anuncia criação de torneio sustentável com patinetes elétricos
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Matt Kew