Relato de classificação

F-E: Rowland bate Di Grassi na final e fica com a pole do ePrix I de Seul; líder do mundial, Vandoorne sai em 7ª

Fim de semana na capital sul-coreana encerra a oitava temporada do Mundial de carros elétricos além de marcar a despedida da Mercedes da categoria

Oliver Rowland, Mahindra Racing, Mahindra M7Electro

Alastair Staley / Motorsport Images

Abrindo o último fim de semana da temporada 2022, a Fórmula E realizou na noite desta sexta a classificação que definiu o grid de largada para o primeiro ePrix de Seul. E em uma sessão com chuva na capital sul-coreana, Oliver Rowland ficou com a pole, batendo Lucas di Grassi na disputa final do quali.

Entre os postulantes ao título, o líder Stoffel Vandoorne sai na sétima posição, dividindo a quarta fila com Sérgio Sette Câmara, enquanto Mitch Evans sai da segunda fila e Edoardo Mortara da terceira.

O editor recomenda:
 

O campeonato chega à Seul com a possibilidade do título ser decidido ainda na primeira corrida do fim de semana. Stoffel Vandoorne tem 36 pontos de vantagem para Mitch Evans e 41 de dianteira para Edoardo Mortara, enquanto Jean-Éric Vergne até chegou com chances matemáticas, mas precisando basicamente de um milagre para reverter sua situação, já que estava 57 pontos atrás com 58 em jogo entre os dois dias.

Para Vandoorne e a Mercedes, a conquista do título tem um significado ainda maior, já que a equipe alemã se despede da categoria após este fim de semana. Sua entrada passará a ser da McLaren a partir da próxima temporada, com o time de Woking mantendo toda a estrutura da montadora, incluindo o chefe de equipe Ian James.

 

Grupo A

Foram para a pista nessa primeira parte: Stoffel Vandoorne, Edoardo Mortara, Sérgio Sette Câmara, Jake Dennis, Sébastien Buemi, Oliver Askew, António Félix da Costa, Antonio Giovinazzi, Robin Frijns, Oliver Turvey e Andre Lotterer.

A chuva prevista para o horário da classificação acabou caindo no meio da regressiva, criando um drama para os candidatos ao título.

Ao final da regressiva, foram classificados para a disputa do mata-mata: Edoardo Mortara, Jake Dennis, Sérgio Sette Câmara e o líder Stoffel Vandoorne. Os demais foram classificados na seguinte ordem: Sébastien Buemi, Oliver Askew, António Félix da Costa, Antonio Giovinazzi, Robin Frijns, Oliver Turvey e Andre Lotterer.

 

Grupo B

Nesta parte tivemos: Mitch Evans, Jean-Éric Vergne, Lucas di Grassi, Pascal Wehrlein, Oliver Rowland, Alexander Sims, Nyck de Vries, Norman Nato (que substituir Sam Bird neste fim de semana), Nick Cassidy, Dan Ticktum e Max Günther.

Com pouco mais de seis minutos para o fim da regressiva, a bandeira vermelha precisou ser acionada. Alexander Sims acabou enfiando sua Mahindra na barreira de proteção e, mesmo com o britânico conseguindo sair normalmente, os detritos no traçado forçaram à interrupção.

 

No final da regressiva, tivemos Pascal Wehrlein, Oliver Rowland, Lucas di Grassi e Mitch Evans classificados para o mata-mata. Jean-Éric Vergne, Norman Nato, Dan Ticktum, Nyck de Vries, Max Günther, Nick Cassidy e Alexander Sims terminaram nas posições restantes. Com isso, as chances matemáticas do bicampeão Vergne chegaram ao fim.

Fase Final

Com a definição da fase de grupos, os confrontos das quartas de finais ficaram assim:

 

Nas disputas das quartas, tivemos vitórias de Mitch Evans (em um embate direto com o rival na luta pelo título Edoardo Mortara), Lucas di Grassi, Oliver Rowland (após uma batida de Sette Câmara no trecho do estádio olímpico) e Pascal Wehrlein. Com isso, o líder do Mundial Vandoorne garantiu a sétima posição no grid de largada, dividindo a quarta fila com Sette Câmara.

Com isso, as semifinais ficaram definidas em: Mitch Evans x Lucas di Grassi e Pascal Wehrlein x Oliver Rowland.

Na briga pelas duas vagas na final, o brasileiro despachou o neozelandês da Jaguar com quase dois décimos de vantagem, enquanto Rowland bateu o alemão da Porsche, que cometeu um erro na reta final de sua volta..

No final, na disputa entre Di Grassi e Rowland, o piloto da Mahindra levou a melhor, deixando o brasileiro com a segunda posição.

O grid da Fórmula E volta à pista de Seul logo mais, para o primeiro ePrix na capital sul-coreana. A largada está marcada para 04h, horário de Brasília com transmissão da TV Cultura em TV aberta e do SporTV 3 na TV fechada.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Fórmula E: di Grassi correrá pela Mahindra na temporada 2022/23
Próximo artigo VÍDEO: Engavetamento com oito carros interrompe começo do ePrix de Seul da Fórmula E; veja

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil