Fórmula E
22 nov
-
22 nov
Evento encerrado
R
ePrix de Santiago
17 jan
-
18 jan
Próximo evento em
34 dias
R
ePrix da Cidade do México
14 fev
-
15 fev
Próximo evento em
62 dias
R
ePrix de Marraquexe
27 fev
-
29 fev
Próximo evento em
75 dias
R
ePrix de Sanya
20 mar
-
21 mar
Próximo evento em
97 dias
R
ePrix de Roma
03 abr
-
04 abr
Próximo evento em
111 dias
R
ePrix de Paris
17 abr
-
18 abr
Próximo evento em
125 dias
R
ePrix de Seul
02 mai
-
03 mai
Próximo evento em
140 dias
R
ePrix de Jacarta
05 jun
-
06 jun
Próximo evento em
174 dias
R
ePrix de Berlim
20 jun
-
21 jun
Próximo evento em
189 dias
R
ePrix de Nova York
10 jul
-
11 jul
Próximo evento em
209 dias
R
ePrix de Londres
25 jul
-
25 jul
Próximo evento em
224 dias

FIA discute comportamento de pilotos da F-E durante paralisação em Berna

compartilhar
comentários
FIA discute comportamento de pilotos da F-E durante paralisação em Berna
Por:
1 de jul de 2019 21:47

Entidade discutirá comportamento de vários pilotos da Fórmula E durante paralisação em bandeira vermelha do ePrix de Berna antes do final da temporada em Nova York

O ePrix da Suíça foi interrompido depois que uma grande confusão aconteceu na primeira curva, bloqueando a pista de Berna, mas vários pilotos conseguiram passar, cortando a chicane. Eles, portanto, pularam a ordem para chegar aos líderes Jean-Eric Vergne, Mitch Evans e Sebastien Buemi, mas a ordem foi redefinida para as posições iniciais do grid de largada, antes da corrida ser reiniciada.

Isso levou vários pilotos - incluindo Lucas di Grassi, Antonio Felix da Costa e Felipe Massa - a serem flagrados pela TV, protestando contra um comissário da FIA sobre a decisão durante a paralisação. O Motorsport.com apurou que a FIA analisou o incidente após a corrida em Berna e o diretor de corridas, Scot Elkins, agora confirmou que isso será discutido novamente em Nova York.

Leia também:

Elkins disse que isso não se trata de "uma investigação formal, mas será discutido no próximo evento".

As regras esportivas da F-E estabelecem que "a ordem será retomada a partir do último ponto em que foi possível determinar a posição de todos os carros", mas parece que alguns pilotos sentiram que uma ordem foi estabelecida durante o tempo que levou para a bandeira vermelha ser acionada.

A FIA agora esclareceu ao Motorsport.com que, como tinha que determinar a posição de todos os carros para o reinício, havia encontrado um ponto antes do acidente acontecer, já que vários ficaram presos no local.

“No caso de Berna, a única linha que tínhamos antes da curva 12 [a primeira curva da corrida devido às linhas de largada/chegada serem diferentes] era uma linha de tempo da TV, que estava muito perto do começo”, explicou Elkins. “Analisamos a ordem pela linha de tempo da TV e não pudemos determinar a posição de todos os carros com base nesses dados, portanto, com base nisso e no fato de não termos completado a primeira volta, determinamos a usarem a ordem de largada.”

Di Grassi e Massa disseram depois da corrida que a decisão permaneceu "muito injusta" e "totalmente inaceitável", respectivamente. Eles ficaram frustrados porque os pilotos que fizeram com que a pista fosse bloqueada puderam recuperar suas posições.

Próximo artigo
Após recado a Bolsonaro, di Grassi divulga traçado de “nossa Mônaco” no RJ

Artigo anterior

Após recado a Bolsonaro, di Grassi divulga traçado de “nossa Mônaco” no RJ

Próximo artigo

Honda se diz interessada na Fórmula E, mas foco está na F1

Honda se diz interessada na Fórmula E, mas foco está na F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Evento Berna
Pilotos Felipe Massa Compre Agora , Lucas di Grassi
Autor Alex Kalinauckas