Na estratégia, Buemi vence em Hong Kong; di Grassi é 2º

Atual campeão da categoria aproveitou entrada do Safety Car e fez troca de carro na hora certa para vencer prova de abertura da terceira temporada da Fórmula E; Nelsinho Piquet, que largou na pole, terminou em 11º

Na estratégia, Buemi vence em Hong Kong; di Grassi é 2º
Carregar reprodutor de áudio

A terceira temporada da Fórmula E se inicia como a segunda se encerrou: com Sébastien Buemi no topo. O suíço venceu, neste domingo (9), o ePrix de Hong Kong, prova de abertura da terceira edição do campeonato de carros elétricos.

Após largar em penúltimo e ainda se envolver em um incidente ainda na primeira volta, Lucas di Grassi conseguiu se recuperar na prova e terminar em segundo. Nick Heidfeld completou o pódio.

Nelsinho Piquet, que largou na pole, liderava com relativa tranquilidade quando, para não bater no carro do estreante Jose Maria Lopez, passou reto na chicane e encostou na barreira de proteção, perdendo tempo.

Além disso, o piloto da NextEV não parou no momento em que o Safety Car entrou, saindo no prejuízo em relação a Buemi, que se aproveitou da entrada do carro de segurança para trocar de carro e, desta forma, vencer com tranquilidade a prova, enquanto Piquet terminou em 11º.

A corrida

Nelsinho manteve a ponta na largada, seguido por Turvey e Bird. Atrás, problemas para di Grassi e Daniel Abt, que se envolveram em toques. O brasileiro, mesmo com a asa dianteira danificada, mantinha-se na disputa.

Enquanto isso, Turvey sofria grande pressão de Bird e Buemi na defesa da segunda posição. Na sexta volta, o piloto da DS Virgin superou o compatriota para assumir a vice-liderança da prova. Pouco depois, o atual campeão da categoria também ultrapassou Turvey, que caiu para quarto.

Na oitava volta, di Grassi entrou nos boxes para trocar a asa dianteira danificada após receber a ordem da direção de prova. Com isso, o atual vice-campeão viu a corrida se complicar.

Sete voltas depois, Felix Rosenqvist, um dos estreantes da categoria na terceira temporada da F-E, rodou e bateu na barreira de proteção, danificando o aerofólio traseiro. O sueco foi obrigado a entrar nos boxes para trocar de carro.

Na 17ª volta, atrapalhado pelo acidente de Jose Maria Lopez – outro estreante em Hong Kong – logo à frente, Nelsinho acabou parando na barreira de proteção e perdeu posições para Bird e Buemi. Sem danos, o brasileiro voltou para a disputa, que foi interrompida com a intervenção do Safety Car.

Ainda com o carro de segurança na pista, alguns pilotos fizeram a troca de carro – entre eles, Buemi. Na abertura da 22ª volta, a relargada foi dada e Nelsinho imediatamente entrou nos boxes para trocar de carro, enquanto Bird seguia na pista e na liderança da prova.

Com toda a confusão, quem se deu bem foi di Grassi, que figurava na oitava posição e era o primeiro entre os que já haviam feito a troca de carro, com Buemi logo atrás. Instantes depois, entretanto, o suíço superou o brasileiro e se tornou o virtual líder da prova, o que se concretizou após todos os pilotos trocarem de carro.

Bird, um dos últimos a trocar de carro, teve problemas durante a troca e perdeu muito tempo. Lá na frente, Buemi seguia liderando, com di Grassi seguindo o rival de perto em um primeiro momento, mas depois o melhor ritmo do carro da e.Dams permitiu ao suíço construir uma vantagem confortável para seguir sem dificuldades até a linha de chegada.

Di Grassi conseguiu minimizar o prejuízo da classificação e terminou em segundo, com Heidfeld completando o pódio. Após liderar no início de prova, Nelsinho recebeu a bandeirada na 11ª posição.

Resultado

Cla #PilotoEquipeVoltasTempoDiferençaIntervalokm/h Pontos
1   9  Sébastien Buemi   DAMS 45 53'13.298     94.4   25
2   11  Lucas di Grassi   Audi Sport Team Abt 45 53'15.775 2.477 2.477 94.3   18
3   23  Nick Heidfeld   Mahindra Racing 45 53'18.820 5.522 3.045 94.2   15
4   8  Nicolas Prost   DAMS 45 53'20.658 7.360 1.838 94.1   12
5   28  Antonio Felix da Costa  Andretti Autosport 45 53'31.285 17.987 10.627 93.8   10
6   27  Robin Frijns   Andretti Autosport 45 53'34.459 21.161 3.174 93.7   8
7   7  Jerome D' Ambrosio   Dragon Racing 45 53'41.741 28.443 7.282 93.5   6
8   88  Oliver Turvey   China Racing 45 53'43.653 30.355 1.912 93.5   4
9   5  Maro Engel   Venturi 45 53'44.196 30.898 0.543 93.5   2
10   4  Stéphane Sarrazin   Venturi 45 53'45.032 31.734 0.836 93.4   1
11   3  Nelson Piquet Jr.   China Racing 45 53'48.554 35.256 3.522 93.3   3
12   47  Adam Carroll   Jaguar Racing 45 53'57.137 43.839 8.583 93.1    
13   2  Sam Bird   Virgin Racing 45 54'01.356 48.058 4.219 93.0    
14   6  Loic Duval   Dragon Racing 43 53'13.913 2 voltas 2 voltas 90.1    
15   19  Felix Rosenqvist   Mahindra Racing 43 54'04.274 2 voltas 50.361 88.7   1
  dnf 66  Daniel Abt   Audi Sport Team Abt 34 44'15.046 11 voltas 9 voltas      
  dnf 25  Jean-Eric Vergne   Techeetah 31 38'52.707 14 voltas 3 voltas      
  dnf 20  Mitch Evans   Jaguar Racing 24 30'08.932 21 voltas 7 voltas      
  dnf 37  Jose Maria Lopez   Virgin Racing 15 17'16.490 30 voltas 9 voltas      
  dnf 33  Ma Qing Hua   Techeetah 1 5'49.646 44 voltas 14 voltas    
compartilhar
comentários
Nelsinho Piquet marca primeira pole do ano na Fórmula E
Artigo anterior

Nelsinho Piquet marca primeira pole do ano na Fórmula E

Próximo artigo

Di Grassi celebra reviravolta: "nunca desistimos"

Di Grassi celebra reviravolta: "nunca desistimos"