Fórmula E
17 jan
-
18 jan
Evento encerrado
R
ePrix de Marraquexe
27 fev
-
29 fev
Próximo evento em
8 dias
20 mar
-
21 mar
Próximo evento em
30 dias
R
ePrix de Roma
03 abr
-
04 abr
Próximo evento em
44 dias
R
ePrix de Paris
17 abr
-
18 abr
Próximo evento em
58 dias
R
ePrix de Seul
02 mai
-
03 mai
Próximo evento em
73 dias
R
ePrix de Jacarta
05 jun
-
06 jun
Próximo evento em
107 dias
R
ePrix de Berlim
20 jun
-
21 jun
Próximo evento em
122 dias
R
ePrix de Nova York
10 jul
-
11 jul
Próximo evento em
142 dias
R
ePrix de Londres
25 jul
-
25 jul
Próximo evento em
157 dias

Nelsinho Piquet revela projeto para ter Fórmula E, Indy e Stock no Rio

compartilhar
comentários
Nelsinho Piquet revela projeto para ter Fórmula E, Indy e Stock no Rio
Por:
, Repórter
16 de jan de 2020 12:50

Nelsinho é o articulador por trás das negociações cacifadas pelo pai Nelson Piquet, tricampeão da F1, e que envolvem Bolsonaro

Em meio às tratativas para trazer a Fórmula E para o Rio na próxima temporada, um nome importante do automobilismo assume protagonismo: trata-se de Nelsinho Piquet, primeiro campeão da categoria elétrica, ex-piloto da Fórmula 1 e atualmente na Stock Car.

Filho de Nelson Piquet, Nelsinho toca o ambicioso projeto cacifado politicamente pelo pai e quer ir além da F-E. Segundo ele, a ideia é fazer uma pista de rua que abrigue não só o campeonato de monopostos, mas também Stock e Porsche Cup. E, quem sabe, a IndyCar.

Leia também:

Ao Motorsport.com, Piquet Jr revelou que pretende transformar o complexo em um novo Jacarepaguá, apelido do antigo circuito carioca que levava o nome de seu pai e recebeu 10 etapas da F1. Entretanto, tudo depende da negociação com a categoria elétrica.

"A F-E sempre quis vir para cá, o mercado mais importante da América do Sul. As montadoras estão colocando muita pressão. Só que a F-E nunca teve alguém competente para pôr a categoria no Brasil. Chegaram a anunciar uma prova, mas não é só assim que funciona", disse.

"A primeira vez que o trabalho está sendo feito direito é agora. Um grupo de empresários chegou até mim querendo fazer e eu falei que tudo bem, mas vamos fazer direito. Dinheiro, para ser bem honesto, não é o mais difícil. O mais difícil realmente é ter o aval para que todos apoiem. A categoria veio e aprovou o local, no Parque Olímpico. Com isso, eles mandam todas as mudanças que temos que fazer, mas é o local adequado. No resto da cidade, não dá".

"Lá, eu vou ter a concessão da pista, que vai ser minha. E eu quero ter vários tipos de corrida: levar a Porsche, a Stock Car... E a Indy já entrou em contato comigo, louca para fazer uma corrida no Brasil. Mas vamos com calma", ponderou Piquet.

"A pista não vai poder ser idêntica e teremos mudanças para cada categoria, mas Stock, Porsche e Indy é possível. Só que está no início, vou ver todos os contratos direitinho. São detalhes que vão acontecer nas próximas semanas e ainda não me dão a certeza de ter todas".

O velho Jacarepaguá

"O ideal, que eu gostaria, é transformar o velho Jacarepaguá numa pista de rua, como era Valência alguns anos atrás, quando eu corria de F1. Seria bacana fazer uma opção de pista que não atrapalhasse e permitisse fazer as adaptações para todas as categorias".

O autódromo de Jacarepaguá, que levava o nome de Nelson Piquet, foi aberto em 1977 e recebeu o GP do Brasil em 1978 e entre 1981 e 1989. A pista foi demolida em 2012 para dar lugar a complexos das Olimpíadas de 2016. No novo circuito, Nelsinho deve ser promotor.

"O contrato está na minha mão e, como promotor, provavelmente vou ter que pegar uma empresa para fazer a parte de ingresso, montar a arquibancada e todas essas coisas, que eu não tenho a experiência para fazer. A F-E vai mandar o projeto da pista de volta com as mudanças. Uma vez que isso chegar, a gente vai ter que fazer o cálculo daquilo que vai ser mudado. E o terreno do Parque Olímpico não é só do governo", ponderou Piquet.

"Tem parte que é da Aeronáutica e o terreno é divido em três áreas, então não é só chegar e fazer mudanças. A gente vai ter que ir em diferentes órgãos para ter o aval de todo mundo. E tem o Rock In Rio, então isso é algo que tem de ser alinhado, para não atrapalhar o evento deles. Mas em termos de calendário, não há problema. Uma vez que estiver tudo ok, a gente vai aos 'finalmentes' para assinar realmente o contrato de trazer a prova para cá", completou.

Quer ver Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e Superbike de graça? Inscreva-se no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui.

A saga brasileira na Fórmula E

O Brasil não faz parte do calendário da Fórmula E na temporada 2019/2020. O Chile é o único representante sul-americano para no atual campeonato. Já tentamos receber a categoria em algumas oportunidades, mas as tratativas não foram adiante. Relembre o histórico:

Galeria
Lista

Depois do Rio, na temporada inaugural, o Anhembi chegou a ser confirmado pela FIA há dois anos, em um traçado semelhante ao da Indy, mas sem sucesso

Depois do Rio, na temporada inaugural, o Anhembi chegou a ser confirmado pela FIA há dois anos, em um traçado semelhante ao da Indy, mas sem sucesso
1/15

Foto de: IndyCar Series

Buenos Aires é uma das cidades sul-americanas que já receberam provas da Fórmula E

Buenos Aires é uma das cidades sul-americanas que já receberam provas da Fórmula E
2/15

Assim como Punta del Este e...

Assim como Punta del Este e...
3/15

Foto de: Fabian Lujan/ASN Media

Santiago, no Chile

Santiago, no Chile
4/15

Foto de: Sam Bagnall / Motorsport Images

Outra opção em São Paulo seria a região do Parque do Ibirapuera

Outra opção em São Paulo seria a região do Parque do Ibirapuera
5/15

Apesar de nunca ter recebido uma prova sequer da Fórmula E, o Brasil tem dois campeões na categoria. Nelsinho Piquet, logo na temporada inaugural...

Apesar de nunca ter recebido uma prova sequer da Fórmula E, o Brasil tem dois campeões na categoria. Nelsinho Piquet, logo na temporada inaugural...
6/15

Foto de: FIA Formula E

E Lucas di Grassi, na terceira temporada da história

E Lucas di Grassi, na terceira temporada da história
7/15

Foto de: Molly Darlington / Motorsport Images

Felipe Massa é um dos astros que estão no grid da categoria atualmente

Felipe Massa é um dos astros que estão no grid da categoria atualmente
8/15

Foto de: Andrew Ferraro / Motorsport Images

Felipe Nasr disputou parte da última temporada

Felipe Nasr disputou parte da última temporada
9/15

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

E Bruno Senna foi um dos brasileiros pioneiros

E Bruno Senna foi um dos brasileiros pioneiros
10/15

Foto de: FIA Formula E

Um dos dois representantes brasileiros da atualidade, di Grassi pilota pela Audi

Um dos dois representantes brasileiros da atualidade, di Grassi pilota pela Audi
11/15

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

Massa é piloto da Venturi

Massa é piloto da Venturi
12/15

Foto de: Dan Bathie / Motorsport Images

O atual bicampeão da F-E é Jean-Éric Vergne

O atual bicampeão da F-E é Jean-Éric Vergne
13/15

Foto de: Sam Bagnall / Motorsport Images

Como os brasileiros, Vergne passou pela F1, na Toro Rosso

Como os brasileiros, Vergne passou pela F1, na Toro Rosso
14/15

Foto de: XPB Images

E foi piloto de testes da Ferrari

E foi piloto de testes da Ferrari
15/15

Foto de: Ferrari

Siga o Motorsport.com Brasil no Twitter, Facebook, Instagram e Youtube

Próximo artigo
Veja os horários do ePrix da Fórmula E em Santiago neste sábado

Artigo anterior

Veja os horários do ePrix da Fórmula E em Santiago neste sábado

Próximo artigo

Di Grassi levanta dúvidas sobre projeto de levar Fórmula E ao Rio

Di Grassi levanta dúvidas sobre projeto de levar Fórmula E ao Rio
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar , Porsche , Fórmula E , Stock Car Brasil
Pilotos Nelson Piquet Jr.
Autor Carlos Costa