Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Evento encerrado
09 jul
-
12 jul
Treino Livre 1 em
08 Horas
:
39 Minutos
:
19 Segundos
IndyCar
02 jul
-
04 jul
Evento encerrado
10 jul
-
12 jul
Evento em andamento . . .
NASCAR Cup
05 jul
-
05 jul
Evento encerrado
R
Kentucky
12 jul
-
12 jul
Próximo evento em
1 dia
Stock Car Brasil
R
Santa Cruz do Sul
17 jul
-
19 jul
Próximo evento em
6 dias
R
Interlagos - Corrida do Milhão
21 ago
-
23 ago
Próximo evento em
41 dias
MotoGP
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
26 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
33 dias

Em quinto dia de internação, quadro de Zanardi permanece grave mas estável; Papa Franciso escreve carta para o atleta

compartilhar
comentários
Em quinto dia de internação, quadro de Zanardi permanece grave mas estável; Papa Franciso escreve carta para o atleta
Por:
, Repórter
24 de jun de 2020 10:19

Atleta segue na UTI após cinco dias de internação; Papa falou sobre como Zanardi é um exemplo para as pessoas

Após cinco dias de internação, Alex Zanardi continua na UTI do hospital Santa Maria alle Scotte, em Siena, na Itália. Apesar de seu estado ainda ser grave, seus sinais continuam estáveis e o piloto segue sedado e entubado. E no boletim de hoje, a junta médica anunciou que passará a divulgar novas informações sobre o estado do piloto quando houver mudanças.

Zanardi sofreu um acidente na última sexta-feira, quando bateu de frente com um caminhão em movimento enquanto participava de uma prova de revezamento com outros ciclistas paralímpicos. Ele capotou duas vezes e bateu em um caminhão com reboque.

Leia também:

O italiano sofreu múltiplas fraturas no crânio por causa da colisão. O motorista do caminhão, cujo nome não foi revelado, é investigado pelo Ministério Público, mas seu advogado diz que o condutor foi pego de surpresa e ainda conseguiu evitar uma batida frontal.

"As condições de Alex Zanardi, hospitalizado na Unidade de Terapia Intensiva da policlínina Santa Maria alle Scotte em Siena desde o dia 19 de junho, permaneceram estáveis. O atleta passou a quinta noite no hospital sem alterações substanciais em suas condições clínicas, no que diz respeito aos parâmetros cardiorrespiratórios e metabólicos, e o quadro neurológico permanece grave".

"O neuromonitoramento continua e é constantemente avaliado por uma equipe composta principalmente por anestesiologistas-ressuscitadores e neurocirurgiões, apoiada por uma equipe multidisciplinar com base em diferente necessidades clínicas. O paciente segue sedado, intubado e ventilado mecanicamente e o prognóstico permanece reservado".

"Depois de ouvir a família, foi considerado útil não divulgar outros boletins médicos até que haja mudanças significativas em seu estado de saúde".

Nesta quarta-feira, Zanardi recebeu também os desejos de pronta recuperação do Papa Francisco. O pontífice escreveu uma carta ao atleta que foi publicada no jornal Gazzetta dello Sport

"Querido Alessandro", disse o Papa. "Sua história é um exemplo de como começar de novo após uma parada inesperada. Através do esporte, você nos ensinou a viver com a vida em primeiro plano, fazendo da deficiência uma lição de humanidade.

"Obrigado por ter dado força àqueles que a perderam. Neste momento tão doloroso, estou perto de você e rezo por você e por sua família. Que o senhor os abençoe e Nossa Senhora os proteja. Fraternalmente, Francisco", concluiu o pontífice.

A carta do Papa Francisco é mais um testemunho do quanto Zanardi é um campeão e uma pessoa transversal, mostrando o impacto que ele tem em seus fãs, não apenas dentro do esporte, e o quanto ele representa para as pessoas através de seu exemplo.

Outra mensagem dedicada a Zanardi nesta quarta veio de seu filho, Niccolò, que chegou em Siena para ficar alguns dias com seu pai. "Vamos pai, eu estou a sua espera, volte em breve", escreveu o jovem em seu perfil no Instagram.

Alex Zanardi teve algumas passagens pela Fórmula 1 durante os anos 90, correndo por equipes como Minardi, Jordan e Williams. Nesse mesmo período, correu também pela Indy onde teve seus melhores resultados, sendo campeão em 1997 e 1998.

O italiano sofreu um gravíssimo acidente em 2001 durante uma prova da Indy em Lausitzig na Alemanha, quando rodou e parou no meio da pista, sendo acertado a mais de 300 km/h por Alex Tagliani. O grave acidente levou a amputação de suas pernas.

Cerca de dois anos depois, já estava de volta ao esporte a motor, competindo com a BMW no Campeonato Mundial de Turismo, e, no mesmo ano, venceu sua primeira prova na categoria, em etapa na Alemanha.

Seu percurso no mundo do esporte paralímpico começou dois anos depois, e, desde então, se firmou como um dos maiores nomes do esporte adaptado. Ele tem seis medalhas paralímpicas, sendo quatro de ouro, duas conquistadas em Londres-2012 e outras duas na Rio-2016. e tornando o maior campeão da modalidade nos Jogos. Além disso, Zanardi possui dez ouros nos campeonatos mundiais da modalidade.

Uma das medalhas conquistadas na Rio-2016 veio no dia em que seu acidente na Alemanha completava 15 anos. Ele celebrou duplamente a medalha, afirmando que estava feliz também por vencer no Brasil, um país que não havia ganhado na época da Indy, que corria no antigo autódromo de Jacarepaguá.

Desde que começou sua trajetória no ciclismo, Zanardi divide seu tempo entre a modalidade e o automobilismo. Essa semana, Zanardi anunciou que participaria de uma etapa do campeonato italiano de GT em Monza no mês de novembro, correndo com a BMW.

O relato de como Zanardi surpreendeu a todos na UTI e a inspiração de amar a vida

PODCAST Motorsport.com discute notas polêmicas do game F1 2020; ouça o bate-papo

 

Próximo artigo
Motorsport Network anuncia novo chefe do Motorsport Jobs

Artigo anterior

Motorsport Network anuncia novo chefe do Motorsport Jobs

Próximo artigo

Circuito holandês de Zandvoort tem incêndio em pilhas de pneus

Circuito holandês de Zandvoort tem incêndio em pilhas de pneus
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Geral
Autor Guilherme Longo