Grosjean confirma ida à Indy em 2021 com a Dale Coyne para disputar provas em circuitos mistos e de rua

O francês iniciará o novo capítulo em sua carreira no automobilismo já neste mês com o primeiro teste

Grosjean confirma ida à Indy em 2021 com a Dale Coyne para disputar provas em circuitos mistos e de rua

Romain Grosjean já sabe qual será o próximo capítulo em sua trajetória no automobilismo. Menos de três meses após seu grave acidente no GP do Bahrein de Fórmula 1, o francês confirmou sua ida à Indy neste ano, correndo com um motor Honda na equipe Dale Coyne Racing.

Grosjean, que tem 180 GPs disputados na F1, correrá em todas as 13 provas de circuitos mistos e de rua na temporada 2021da Indy. Seu primeiro teste já está marcado para 22 de fevereiro em Barber Motorsports Park.

Leia também:

O francês, de 34 anos, descartou correr nos superspeedways, especificamente a rodada dupla no Texas Motor Speedway, e as 500 Milhas de Indianápolis. Porém, Grosjean confirmou ao Motorsport.com que analisa uma possível participação em Gateway, que voltou ao calendário da Indy em 2017.

Ao longo de quatro temporadas com a Lotus na F1, Grosjean acumulou 10 pódios, terminando em oitavo no campeonato de 2012 e sétimo em 2013.

Porém, suas últimas cinco temporadas com a Haas tiveram uma cara muito diferente. Com a equipe sofrendo para encontrar performance, ele não conseguiu obter bons resultados. Para Grosjean, a chance de voltar a correr em uma categoria de grid mais igual reviveu seu entusiasmo pelo esporte.

"Mal posso esperar por essa oportunidade de correr nos Estados Unidos com a Indy", disse. "Tinha diferentes opções para analisar e escolher ir para a Indy era a minha favorita. Mas ainda não estou pronto para enfrentar os ovais!".

"A Indy tem um grid mais nivelado do que estava acostumado. Será divertido poder lutar por pódios e vitórias novamente".

A última corrida de Grosjean na F1 foi o GP do Bahrein em novembro, onde sofreu um grave acidente e escapou de um incêndio em seu carro com queimaduras nos pés e nas mãos. Segundo o piloto, sua mão esquerda ainda está em recuperação, mas sente que está próximo do momento em que poderá voltar ao carro novamente.

A Coyne entrou em contato com diversos nomes da F1 que ficaram sem contrato no final de 2020, além de alguns nomes da Fórmula 2 que não conseguiram dar o salto para a F1, mas que Grosjean o impressionou mesmo antes das negociações começarem.

"Sempre ouvi falarem do quão dedicado Romain é", disse Coyne ao Motorsport.com. "Como ele se esforça para criar uma conexão com seu engenheiro e encontrar soluções para qualquer dificuldade. É exatamente esse tipo de atitude que você quer de um piloto, e é especialmente importante quando ele está tentando aprender tudo sobre uma categoria que é diferente".

"Acho que Romain se acostumará rápido e assim que ele aprender tudo, ajudará a equipe a crescer. Basta apenas uma olhada em seu histórico com a GP2 para ver o que pode fazer em uma situação similar".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Grosjean correrá na Indy em 2021 e GP em São Paulo pode ser investigado em CPI

PODCAST: Bottas reagirá na Mercedes? Como compará-lo a Barrichello, Webber e cia?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Indy: Hinchcliffe retorna em tempo integral com Andretti

Artigo anterior

Indy: Hinchcliffe retorna em tempo integral com Andretti

Próximo artigo

Enzo Fittipaldi disputará temporada da Indy Pro 2000 em 2021

Enzo Fittipaldi disputará temporada da Indy Pro 2000 em 2021
Carregar comentários