Confiabilidade será fator decisivo em Le Mans, diz Derani

Atual líder da classe LMGTE Pro do WEC prevê desempenho parelho entre equipes oficiais e projeta “tríplice coroa” do endurance

Confiabilidade será fator decisivo em Le Mans, diz Derani
Pipo Derani, Ford Chip Ganassi
Pipo Derani, Ford Chip Ganassi
Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani, Ford Chip Ganassi
#66 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Olivier Pla, Stefan Mücke, Billy Johnson, #67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
#66 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Olivier Pla, Stefan Mücke, Billy Johnson, #67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
#67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
#67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
#67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
#67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
#67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
#67 Ford Chip Ganassi Racing Ford GT: Andy Priaulx, Harry Tincknell, Pipo Derani
Carregar reprodutor de áudio

Piloto do carro que atualmente lidera a classe LMGTE Pro na temporada de 2017 do WEC, Pipo Derani acredita que o resultado da edição de 2017 das 24 Horas de Le Mans em sua categoria irá favorecer a fabricante que tiver menos problemas mecânicos ao longo da prova.

Membro oficial da Ford, Derani vê seu time competitivo, mas prevê uma relação de forças parelha contra as demais equipes de fábrica – Ferrari, Porsche, Corvette e Aston Martin. Como seu prognóstico é de um ritmo parecido, levará vantagem quem tiver menos contratempos.

“É uma prova extremamente disputada entre as montadoras. Vemos a Porsche com um carro muito rápido, a Corvette mostrou que está muito rápida e achamos que a Ferrari logo mais vai ‘tirar a máscara’ para a corrida. Acho que os carros vão estar muitos próximos uns dos outros. Na Ford, a gente vem fazendo uma ótima temporada até aqui, então espero que a gente possa continuar com essa forma”, disse o piloto, em entrevista exclusiva ao Motorsport.com Brasil.

“Aqui não é um circuito normal – grande parte do circuito é em estradas e tem grandes retas. Então, muitas das montadoras desenvolvem seus carros pensando nessa prova. Então, nesse caso, você como o Ford foi bem desenvolvido: ele anda bem em todas as pistas e também tem grande influência nesta pista. É uma prova que significa muito e estamos bem preparados.”

Derani considera que a Ford, vencedora na LMGTE Pro em 2016, terá condições ainda melhores para repetir a dose. “No ano passado o carro venceu, mas ainda havia algumas coisas a trabalhar para melhorar a confiabilidade. Depois de um ano a equipe está muito mais bem organizada, então espero que esses detalhes façam a diferença. Então, acho que vai ser tão disputado em termos de ritmo que a corrida vai acabar sendo decidia em quem tiver menos problemas”, previu. 

Caso a tão esperada vitória de fato venha, Derani colocará mais uma famosa prova de longa duração em sua sala de troféus. Ele também já triunfou nas 24 Horas de Daytona e nas 12 Horas de Sebring, ambas em 2016.

“Todas são muito especiais. Gostaria de poder ganhar Le Mans para ter no meu currículo que eu sou um dos poucos pilotos a terem feito isso. Óbvio que ganhar Le Mans seria muito especial, especialmente com a Ford, que tem uma grande história que vem desde 1966. Mas todas têm um peso especial: cada um no seu momento, cada uma com a sua história.”

compartilhar
comentários
Amigos, Barrichello e Kanaan celebram estreia em conjunto
Artigo anterior

Amigos, Barrichello e Kanaan celebram estreia em conjunto

Próximo artigo

Com direito a recorde, Toyota mantém pole provisória

Com direito a recorde, Toyota mantém pole provisória
Carregar comentários