Mir impressiona e sai de 16º para vencer segunda consecutiva

Espanhol se recuperou de classificação ruim para vencer pela segunda vez no ano, mantendo liderança na temporada 2017

Mir impressiona e sai de 16º para vencer segunda consecutiva

Joan Mir está com tudo. Após uma classificação decepcionante, quando ficou com o 16º posto no grid de largada, o espanhol escalou o pelotão e venceu o GP da Argentina, realizado neste domingo (9).

Foram necessárias apenas sete voltas para o espanhol sair do pelotão intermediário para o topo, em uma recuperação muito celebrada pelo piloto e pela Leopard Racing.

Assim como em Losail, John McPhee foi o segundo e Jorge Martin foi o terceiro. Phillip Oettl foi o quarto e Andrea Migno fechou o grupo dos cinco primeiros.

A corrida

Com tempo nublado, mas sem chuva, a largada se deu sem sustos, com Jorge Martin roubando a liderança do pole John McPhee. Na reta oposta, entretanto, o escocês retomou o primeiro lugar.

Entretanto, como é de costume na Moto3, as trocas de posições eram constantes e Martin foi quem completou a primeira volta como líder. A disputa entre o espanhol e o escocês era intensa e, com isso, Nicolo Bulega, Fabio di Giannantonio e Aron Canet se juntavam à briga pela ponta.

Enquanto isso, Niccolò Antonelli caiu e abandonou a prova – o italiano, que assumiu o posto Brad Binder na KTM, seguia em um início de temporada abaixo do esperado.

Lá na frente, ninguém conseguia se distanciar e Martin liderava o comboio, com Phillip Oettl chegando à batalha pelo primeiro lugar a 17 voltas do fim da prova.

Joan Mir, vencedor do GP do Catar, largou em 16º e, a 15 giros para o final da corrida, já figurava na segunda posição. Na volta seguinte, o espanhol assumiu a ponta, em uma recuperação impressionante.

A dez voltas do final, a disputa seguia indefinida. Mir era o líder, seguido por McPhee, Martin, Oettl e Andrea Migno, que completava o grupo dos cinco primeiros até então. O representante da casa, Gabriel Rodrigo, sofreu uma queda na curva 2 e abandonou a prova.

Naquele momento da corrida, os cinco primeiros conseguiram se descolar do restante do pelotão. Di Giannantonio e Enea Bastianini caíram na curva 5, com o piloto da moto #33 voltando à disputa.

Apesar de não abrir vantagem, Mir conseguia se manter à frente dos rivais sem perder a posição, engatando uma sequência de giros na liderança. A sete voltas do final, o espanhol cometeu um pequeno erro e perdeu o primeiro posto para McPhee. Uma volta depois, Mir retomou o primeiro posto e o escocês acabou caindo para o quarto lugar.

Nas voltas finais, o piloto da Leopard Racing conseguiu resistir aos ataques dos rivais sendo mais veloz no trecho da reta oposta, tirando a possibilidade de Oettl conseguir se aproveitar do vácuo.

No último giro, o espanhol apertou ainda mais o ritmo e abriu vantagem para vencer a segunda prova seguida e continuar na liderança da temporada 2017 da Moto3. McPhee foi o segundo e Martin fechou o pódio, assim como no Catar.

Confira o resultado final da prova:

Pos.PontosNum.PilotoEquipeBikeTempo/Dif.
1 25 36 Joan MIR Leopard Racing Honda 38'33.377
2 20 17 John MCPHEE British Talent Team Honda +0.261
3 16 88 Jorge MARTIN Del Conca Gresini Moto3 Honda +0.339
4 13 65 Philipp OETTL Südmetall Schedl GP Racing KTM +0.641
5 11 16 Andrea MIGNO SKY Racing Team VR46 KTM +0.890
6 10 11 Livio LOI Leopard Racing Honda +7.598
7 9 5 Romano FENATI Marinelli Rivacold Snipers Honda +7.761
8 8 24 Tatsuki SUZUKI SIC58 Squadra Corse Honda +7.831
9 7 58 Juanfran GUEVARA RBA BOE Racing Team KTM +12.000
10 6 27 Kaito TOBA Honda Team Asia Honda +12.079
11 5 44 Aron CANET Estrella Galicia 0,0 Honda +12.278
12 4 40 Darryn BINDER Platinum Bay Real Estate KTM +12.294
13 3 8 Nicolo BULEGA SKY Racing Team VR46 KTM +12.393
14 2 42 Marcos RAMIREZ Platinum Bay Real Estate KTM +12.480
15 1 14 Tony ARBOLINO SIC58 Squadra Corse Honda +12.620
16   6 Maria HERRERA AGR Team KTM +13.083
17   7 Adam NORRODIN SIC Racing Team Honda +18.861
18   84 Jakub KORNFEIL Peugeot MC Saxoprint Peugeot +20.573
19   12 Marco BEZZECCHI CIP Mahindra +26.774
20   71 Ayumu SASAKI SIC Racing Team Honda +26.905
21   96 Manuel PAGLIANI CIP Mahindra +27.400
22   95 Jules DANILO Marinelli Rivacold Snipers Honda +27.534
23   64 Bo BENDSNEYDER Red Bull KTM Ajo KTM +27.612
24   41 Nakarin ATIRATPHUVAPAT Honda Team Asia Honda +35.218
25   75 Albert ARENAS Aspar Mahindra Moto3 Mahindra +50.124
26   4 Patrik PULKKINEN Peugeot MC Saxoprint Peugeot +1'18.379
27   33 Enea BASTIANINI Estrella Galicia 0,0 Honda +1'20.064
Não completaram
    21 Fabio DI GIANNANTONIO Del Conca Gresini Moto3 Honda 9 voltas
    48 Lorenzo DALLA PORTA Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 9 voltas
    19 Gabriel RODRIGO RBA BOE Racing Team KTM 10 voltas
    23 Niccolò ANTONELLI Red Bull KTM Ajo KTM 20 voltas
compartilhar
comentários
McPhee bate concorrência e é pole na Argentina
Artigo anterior

McPhee bate concorrência e é pole na Argentina

Próximo artigo

Canet domina rivais e conquista pole em Austin

Canet domina rivais e conquista pole em Austin
Carregar comentários