MotoGP
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
68 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
75 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
89 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
117 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
124 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
138 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
152 dias
R
GP de Aragón
25 set
-
27 set
Próximo evento em
167 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
187 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
195 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
201 dias
R
GP de Valência
27 nov
-
29 nov
Próximo evento em
230 dias

Marc VDS deve ser time satélite da Yamaha em 2019

compartilhar
comentários
Marc VDS deve ser time satélite da Yamaha em 2019
Por:
20 de mar de 2018 14:29

Equipe belga se aproxima de substituir Tech 3 como estrutura B da fabricante japonesa na MotoGP

Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS
Franco Morbidelli, Estrella Galicia 0,0 Marc VDS

Segundo soube o Motorsport.com, a Marc VDS deverá ser a nova equipe satélite da Yamaha a partir da próxima temporada. O time belga teve motos fornecidas pela Honda desde a sua estreia na MotoGP, em 2015.

Porém, o chefe da Marc VDS, Michael Bartholemy, já expressou frustrações no relacionamento da equipe com a Honda, que, por sua vez, fortaleceu os laços com a LCR, que agora está correndo com dois pilotos de fábrica, Cal Crutchlow e Takaaki Nakagami.

Enquanto isso, a Tech 3 encerrará seu longo relacionamento com a Yamaha no final da atual temporada, tendo optado por alinhar-se com a mais nova fabricante do grid, a KTM, a partir de 2019.

As equipes Avintia e Angel Nieto demonstraram interesse em ter as M1s no ano que vem, mas a influência de Valentino Rossi - que recentemente renovou com a Yamaha até 2020 - desempenhou papel.

Atualmente, a Marc VDS conta com o ítalo-brasieliro Franco Morbidelli, piloto da academia de Rossi.

O tema foi abordado pelo chefe de MotoGP da Yamaha, Lin Jarvis, no último final de semana no Catar.

"Temos um relacionamento com a VR46 Academy", disse Jarvis. "Analisamos o mercado em geral, mas temos esse acordo com a estrutura VR46 e a ideia é ter um de seus pilotos conosco no momento adequado”.

"Um bom exemplo disso é o Morbidelli: tivemos a chance e estávamos realmente interessados nele. Mas naquele momento, Jonas Folger e Johann Zarco já tinham assinaram seus contratos com a Tech 3, e Rossi e Viñales assinaram conosco. Não tínhamos uma moto para ele.”

"Francesco Bagnaia é outro exemplo interessante, porque quando a Tech 3 decidiu nos deixar, estávamos naquele momento considerando a possibilidade de coloca-lo lá."

Entende-se que a Marc VDS também esteja mantendo discussões com a Suzuki, mas a hesitação da decisão da marca, se vai ter motos satélites ou não, motivou uma mudança de foco para a Yamaha.

Próximo artigo
Dovizioso está “preocupado” com corrida de Márquez no Catar

Artigo anterior

Dovizioso está “preocupado” com corrida de Márquez no Catar

Próximo artigo

Zarco diz gostar da ideia de ser parceiro de Márquez na HRC

Zarco diz gostar da ideia de ser parceiro de Márquez na HRC
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Equipes Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Compre Agora
Autor Oriol Puigdemont