MotoGP
25 mar
Próximo evento em
17 dias
R
GP da Argentina
08 abr
Postponed
R
GP das Américas
15 abr
Postponed
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
52 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
66 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
80 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
87 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
101 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
108 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
171 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
185 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
192 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
206 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
213 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
227 dias
28 out
Próximo evento em
234 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
248 dias

Miller admite que foi "duro" recusar oferta da KTM

Australiano disse que não se sentiu ofendido pela Pramac ter pensado em colocar Jorge Lorenzo em seu lugar e que está buscando continuidade com a Ducati

compartilhar
comentários
Miller admite que foi "duro" recusar oferta da KTM

O piloto da Pramac Ducati, Jack Miller, disse que foi “duro” recusar a oportunidade de guiar pela equipe principal da KTM após a saída Johann Zarco. Ele comentou ainda o que pensou a respeito da possibilidade de ter sido substituído por Jorge Lorenzo.

Leia também:

Miller admitiu que ficou tentado pela ideia de se reunir a equipe de fábrica da marca austríaca, com a qual ficou próximo do título da Moto 3 em 2014, mas que avaliou a situação e sentiu que permanecer ligado à Ducati seria melhor para seu futuro.

“Eu tive que pensar muito sobre isso”, disse Miller. “A KTM é uma grande fabricante, eu tive muito sucesso com eles no passado. Tenho uma grande relação com o Sr. Stefan Pierer, com Pit Beirer, e caras como eles. Eu tenho um sentimento positivo por eles”.

“Foi meio duro recusar a proposta, mas para mim, assumir um risco desses neste momento da carreira, quando as coisas estão começando a entrar nos eixos, logo quando estou conseguindo alguns pódios e podendo escolher onde quero estar”.

“Parece que é sempre assim na minha carreira: as coisas começam a dar certo e surge um novo desafio e então eu chuto o balde. Por isso eu preferi passar algum tempo sem jogar tudo fora e dar continuidade a algo”.

Miller disse que da última vez que esteve na Áustria soube que Lorenzo poderia tomar sua vaga na Pramac e que isso foi algo que “me atingiu como uma pancada”, mas agora o australiano insiste estar feliz por “varrer a sujeira para baixo do tapete e deixar lá” após a situação se desdobrar de forma favorável a ele.

Perguntado pelo Motorsport.com se ele sentia que merecia mais da Ducati, Miller disse: “Eu acho que você não pode realmente pensar nesse tipo de coisa. Quero dizer, ele é tricampeão da MotoGP e já venceu com a Ducati no passado. Lorenzo possui uma grande história”.

“Mas ele também tem 32 anos. Provavelmente fez metade da temporada passada e desta. Perdeu um monte de corridas nos dois anos. Nós temos que olhar para a realidade da situação, e avaliar em que ponto está a carreira dele. E eu sinto que estou apenas começando a minha”.

“Mas não há motivos para ficar pensando nisso. Não estou ressentido nem nada. Não vou perder o sono por isso. São apenas negócios, este esporte é cheio de decisões como essa, dia sim, dia não. Então isso não me incomoda.

Jack Miller, Pramac Racing

Jack Miller, Pramac Racing

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Honda confirma retorno de Lorenzo em Silverstone

Artigo anterior

Honda confirma retorno de Lorenzo em Silverstone

Próximo artigo

MotoGP: Veja os horários da etapa de Silverstone neste fim de semana

MotoGP: Veja os horários da etapa de Silverstone neste fim de semana
Carregar comentários