MotoGP: Diretor da Ducati diz que momento de contratar Márquez já passou

Paolo Ciabatti não negaria conversa com hexacampeão, mas que esquadrão já tem seus pilotos jovens e com potencial crescimento

Marc Marquez, Repsol Honda Team

O diretor esportivo da Ducati, Paolo Ciabatti, admite que a fabricante italiana "não precisa" do hexacampeão mundial de MotoGP Marc Márquez em sua escalação, e que o tempo para contratá-lo já passou.

Márquez está no penúltimo ano de um contrato de quatro temporadas com a Honda, que assinou no início de 2020, antes de sofrer uma grave fratura no braço direito que prejudicaria sua carreira.

Leia também:

O oito vezes campeão mundial – que conquistou seis títulos de MotoGP em sete anos entre 2013 e 2019 – deixou claro que seu desejo é permanecer na Honda, mas vai olhar para fora da marca japonesa caso ela não lhe dê a moto que precise para lutar por mais coroas.

Isso ocorre quando a Honda procura sair de sua segunda campanha sem vitórias em três anos em 2022, com testes de pré-temporada até agora revelando que a HRC está longe de ser competitiva.

Durante anos, Márquez esteve frequentemente ligado a fabricantes rivais, mas parece que agora a porta – pelo menos por enquanto – está fechada para ele correr na Ducati.

Falando exclusivamente ao Motorsport.com, Ciabatti diz que a Ducati ficaria feliz em discutir um futuro potencial com Márquez, mas sente que seu atual grupo de jovens pilotos, que inclui o campeão de 2022 Francesco Bagnaia, significa que o espanhol não se encaixa.

“Não é que a Ducati não precise de um ‘extraterrestre’ como Marc, é que a Ducati já tem os seus”, disse Ciabatti.

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

“Apenas um [piloto] venceu o mundial, liderando mais de 270 voltas, com mais de 200 [pontos] à frente do segundo, que foi o [Fabio] Quartararo.

“Nunca diga nunca, mas Márquez tem 30 anos e temos pilotos cinco e seis anos mais novos, com espaço para crescer.

“Não acho que a Ducati precise de Marc e digo isso com o maior respeito.

“Já temos pilotos suficientes ansiosos para chegar à equipe de fábrica sem pensar em contratá-lo.

“Obviamente, se ele nos ligar amanhã para marcar uma reunião, não vamos desligar na cara dele.

“Mas o tempo para Marc assinar com a Ducati foi há alguns anos, agora não é mais o caso.”

O irmão mais novo de Márquez, Álex, será piloto da Ducati em 2023, com o duplo pódio passando da LCR Honda para a Gresini.

Alpine AZUL, Alfa Romeo, McLaren e cia: MELHORES e PIORES pinturas da F1 2023; assista ao DEBATE

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #217 – Como serão as batalhas internas das equipes na F1 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Verstappen, Red Bull e Bagnaia são indicados a prêmios Laureus
Próximo artigo MotoGP: Com tradicional pintura, Honda apresenta moto para temporada 2023

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil