MotoGP GP da Índia

MotoGP: Márquez é afetado por caos burocrático na Índia e tem visto atrasado

Espanhol, assim como muitos membros do paddock que deveriam seguir rumo à Índia nesta terça-feira, ficou de 'castigo'

Circuito Índia

Muitos membros do paddock da MotoGP, incluindo o piloto da Honda Marc Márquez, estão com o cronograma atrasado para o GP deste fim semana por conta de problema burocráticos envolvendo o palco da corrida de domingo: a Índia. 

Leia também:

O espanhol postou uma foto em seu perfil no Instagram explicando o que aconteceu. "Voo atrasado devido à falta de visto para a Índia, então vamos pedalar um pouco", disse Márquez, que deveria pegar um avião nesta terça pela manhã e agora espera embarcar na quarta-feira, desde que o visto chegue a tempo.

Enquanto equipes inteiras, como a Ducati e a Yamaha, receberam a documentação dentro dos prazos prometidos, outras, como a Honda, ainda aguardam a aprovação do visto, a única maneira de as autoridades permitirem que eles embarquem em seus respectivos aviões.

Embora a confusão tenha tomado conta do local, os afetados apontam o dedo para as várias agências responsáveis por tomar as providências necessárias, tanto europeias quanto indianas. As consequências do contratempo já foram muitas e, à medida que o atraso nos vistos aumenta, muitas dores de cabeça também aumentarão.

A Honda, por exemplo, já teve que cancelar um evento do qual Joan Mir participaria, pois o maiorquino também ainda está na Espanha. Além das equipes, muitos jornalistas e fotógrafos também perderam seus voos e tiveram que comprar novas passagens. No caso das equipes, a Associação de Equipes(IRTA) garantiu que cobrirá o custo da mudança de voos.

Inicialmente, espera-se que todas as equipes consigam aterrissar em Délhi no máximo até quinta-feira. Caso contrário, e dependendo daqueles que ainda não chegaram, a possibilidade de suspender a atividade de sexta-feira, parcial ou totalmente, está em discussão.

Essa medida já foi aplicada na temporada passada no GP da Argentina, em Termas de Rio Hondo. Naquela ocasião, a suspensão aconteceu devido a um problema logístico com os aviões fretados que tinham de transportar todo o equipamento necessário para a corrida.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #247 - Há espaço para Drugovich na F1 em 2024? E Norris na Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Pramac anuncia Morbidelli para temporada 2024
Próximo artigo MotoGP: Pilotos podem ter sido "duros demais" nas críticas à segurança do circuito do GP da Índia

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil