MotoGP GP da Malásia

MotoGP - Márquez vê Malásia como "última chance" de Quartararo, que precisa "abraçar os riscos"

Hexacampeão destacou as metades distintas de temporada que tiveram Quartararo e Bagnaia, principais candidatos ao título

Marc Marquez, Repsol Honda, Team Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Marc Márquez acredita que Fabio Quartararo precisa "abraçar os riscos" para manter suas chances de conquistar o bicampeonato da MotoGP vivas neste fim de semana na Malásia, mas acredita que a Yamaha pode ser um importante limitador do francês, já que considera a M1 uma moto "boa apenas para treinos".

Quartararo chega ao GP da Malásia 14 pontos atrás de Francesco Bagnaia, da Ducati, e não pode ceder 11 pontos ou mais para o italiano para manter a luta pelo título viva para a final em Valência.

Leia também:

O piloto da Yamaha, atual campeão da MotoGP, vive uma segunda metade de temporada duríssima, sem pontuar em três das últimas quatro corridas, incluindo a Austrália no último fim de semana, onde perdeu a liderança do Mundial.

O hexacampeão Márquez foi só elogios ao trabalho de Quartararo este ano, e espera que ele possa reagir à situação atual em Sepang. Mas ele admite que as limitações da Yamaha dificultam a vida do francês contra a Ducati.

"Acho que Bagnaia tem uma grande chance de fazer aqui, mas eu acho que essa é a última chance de Fabio", disse Márquez nas coletivas pré-GP da Malásia. "Então ele precisa reagir e, como campeão, eu espero que ele reaja".

"Será legal ver eles forçando o fim de semana toda, especialmente Fabio, porque na Austrália ele correu um risco. Mas agora ele precisa abraçar todos os riscos para ter chances em Valência. O que Fabio fez foi incrível. Ele tem uma moto que é competitiva só em treinos. Lutar na corrida sem potência suficiente no motor é mais complicado".

"Como ele fez no começo do ano, quando ele lidera a prova, ele some. Se ele não lidera e se vê no meio do pelotão, especialmente contra as Ducatis, ele fica preso e não tem como fazer nada, porque a Ducati tem bons pilotos, bons freios e boas acelerações".

"Então será difícil, mas se ele pôde fazer isso na primeira metade do ano, pode fazer nas duas últimas provas. Então veremos. Mas claro, Pecco teve uma segunda metade maravilhosa, então ambos merecem".

Quartararo disse na Malásia nesta quinta-feira que "não tem nada a perder" e vai abordar o GP de forma mais agressiva para seguir vivo.

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Marc Marquez, Repsol Honda Team

Photo by: Srinivasa Krishnan

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

Podcast Motorsport.com #200 - F1 virá 'vidraça': é preciso um 'choque de realidade'?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Veja o que Bagnaia precisa para ser campeão no GP da Malásia deste fim de semana
Próximo artigo MotoGP: Com primeiro 'match point' na Malásia, Bagnaia "começa a sentir pressão" da conquista do título

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil