MotoGP: Quartararo critica plano "totalmente estúpido" de corridas sprint

Atual campeão mundial acredita que formato pode funcionar se for de forma esporádica, como acontece na Fórmula 1

Fabio Quartararo, Yamaha Factory Racing

Nesta sexta-feira, durante o GP da Áustria, o Motorsport.com revelou que os proprietários da MotoGP, Dorna Sports, planejam introduzir corridas sprints no estilo da Fórmula 1 nos fins de semana da próxima temporada. O atual campeão do mundo, Fabio Quartararo, foi totalmente contra.

A proposta, que será discutida esta noite na Comissão do GP e será confirmada oficialmente no sábado, em uma coletiva de imprensa no Red Bull Ring, mostrará corridas sprint no sábado de cada GP em 2023.

Leia também:

Mas Quartararo, piloto da Yamaha, disse que a ideia é "totalmente estúpida" e que foi pensado muito pouco no custo físico que tal plano traria para os pilotos.

"Creio que é totalmente estúpido", disse Quartararo quando foi perguntado sobre a ideia de corridas sprint. "Não sou eu quem tomo as decisões sobre os formatos da corridas, mas acredito que estamos entrando em um formato totalmente estúpido."

"Se fizermos às vezes, como na Fórmula 1, creio que pode ser interessante, mas todos os sábados...Sinceramente, existem circuitos que esgotam fisicamente, como Assen e Mugello.

"Quando terminamos a corrida, estamos exaustos. Honestamente, não acho que seja correto fazer isso sem perguntar a opinião dos pilotos. Ou pelo menos, não me perguntaram."

A maioria dos pilotos mostraram surpresa quando foram perguntados sobre as corridas sprint, uma vez que só tinham ouvido rumores sobre isso.

O piloto da Suzuki e campeão do mundo de 2020, Joan Mir, admite que as corridas curtas serão boas para o espetáculo e, em essência, não tem nenhum problema com a ideia. 

Joan Mir, Team Suzuki MotoGP

Joan Mir, Team Suzuki MotoGP

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

"Bom, no fim, o espetáculo será melhor", disse Mir. "Isto é um fato. Mais corridas significa que um sábado terá mais entretenimento que só a classificação."

"Para mim, no fim, eu gosto de estar correndo, gosto quando faço ultrapassagens, mais do que um treino livre. Então, não tenho muito problema com isso. Só temos que experimentar para ver se é bom ou não."

A esperada proposta da corrida sprint vai atuar de maneira totalmente independente, diferente da F1, onde a corrida curta decide o grid para o GP principal do fim de semana.

Miguel Oliveira da KTM acredita que o formato atual é suficientemente estressante sem colocar uma segunda corrida no calendário.

"Eu gosto bastante de como está neste momento", disse o piloto português. "Talvez a classificação possa mudar um pouco, mas neste momento é estressante."

Podcast #191 – O que primeira parte da temporada da F1 em 2022 trouxe de bom e ruim?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Zarco é o mais rápido da sexta na Áustria em dia de domínio da Ducati
Próximo artigo MotoGP - Rossi relembra acidente na Áustria em 2020: "Estava com medo"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil