MotoGP
21 ago
Evento encerrado
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
15 out
Evento encerrado
16 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP de Teruel
23 out
Próximo evento em
2 dias
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
16 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
23 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
30 dias

MotoGP: Quartararo culpa pneu dianteiro por performance ruim em Aragón

compartilhar
comentários
MotoGP: Quartararo culpa pneu dianteiro por performance ruim em Aragón
Por:

Francês da Petronas Yamaha saiu da pole para terminar em 18º, tendo problemas durante quase toda a prova

Apesar do dia ter começado bem, largando na pole position para o GP de Aragón da MotoGP, o domingo de Fabio Quartararo foi de mal a pior, sendo ultrapassado por quase todo o grid e terminando apenas em 18º, sua pior posição final na categoria, além de perder a liderança do Mundial. Após a prova, o francês da Petronas culpou a pressão dos pneus pela performance.

Quartararo terminou 21s4 atrás do vencedor Álex Rins e fora da zona de pontuação. Com isso, ele se encontra agora em segundo no Mundial, a seis pontos de Joan Mir, que terminou em terceiro.

Leia também:

O francês explicou que um problema com seu pneu dianteiro levou a um aumento na pressão após apenas três voltas, mas não sabe o que causou a situação, apesar de defender sua decisão de andar com o composto médio na frente.

"É complicado porque estávamos em ótimas condições para lutar por um bom resultado, mas precisamos entender porque a pressão do pneu dianteiro ficou fora de controle".

"Sinto estranho porque tinha ritmo para brigar. Não digo que pela vitória, mas Top 5. Teria sido ótimo, mas tive esse problema com o pneu e não sei a razão".

"Ao meu ver, a escolha foi a certa porque as três primeiras voltas foram perfeitas. A sensação era de que tudo estava bem, mas o problema começou a partir daí, com uma pressão muito maior que o normal".

"E imagina com 20 voltas para o fim como que a pressão estava no meio da prova. Foi algo totalmente fora de controle, uma situação que nunca tinha visto".

Quartararo sofreu duas grandes quedas nos treinos livres e machucou seu quadril, mas afirmou que sua condição física não afetou a corrida. Ele admite que pode sofrer para diminuir a diferença para Mir na próxima semana, no GP de Teruel, mas afirma não estar preocupado com a Suzuki se tornando mais forte na reta final.

"A Suzuki parece muito rápida. Acho que podemos bater de frente. Talvez não em Aragón, mas temos uma pista como Valência onde normalmente somos rápidos. No teste de novembro, com os novos pneus, estávamos tão rápidos lá e acho que podemos lutar com ele, mas temos que ser espertos".

"Na próxima prova o importante é pontuar o máximo possível. Mas sinto que podemos lutar com eles. No final, são apenas seis pontos no momento".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

VÍDEO: As 5 maiores tretas entre campeões da F1

PODCAST: Recordes de Hamilton e Schumacher são comparáveis?

 

Rins: "Essa vitória significa muito depois de tanto sofrimento no ano"

Artigo anterior

Rins: "Essa vitória significa muito depois de tanto sofrimento no ano"

Próximo artigo

Quartararo: pressão da luta pelo título da MotoGP recai sobre pilotos de fábrica

Quartararo: pressão da luta pelo título da MotoGP recai sobre pilotos de fábrica
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP de Aragón
Autor Lewis Duncan