MotoGP - Viñales critica tratamento "desrespeitoso" da Yamaha: "Não sou piloto de testes"

Espanhol sente que não tem respostas sobre problemas na moto e que ainda não conseguiu usar um acerto voltado ao seu estilo

MotoGP - Viñales critica tratamento "desrespeitoso" da Yamaha: "Não sou piloto de testes"

Maverick Viñales sofreu em seu seu pior fim de semana na MotoGP na etapa da Alemanha em Sachsenring. Ele qualificou-se em penúltimo lugar (21º) e terminou a corrida a quase 25 segundos da vitória, em 19º - último entre os que concluíram a prova.

Segue uma série difícil para o espanhol desde a vitória no GP do Qatar no início da temporada, com o piloto da Yamaha longe do pódio desde então. Para tentar reverter sua sorte, ele trabalha desde Barcelona com um novo chefe de equipe, que também trabalhou com Valentino Rossi, Silvano Galbusera.

Leia também:

A forma de Viñales contrasta com a do companheiro de equipe Fabio Quartararo, líder do campeonato com 22 pontos de vantagem após conquistar seu quinto pódio no ano em Sachsenring, junto a três vitórias.

O piloto não soube explicar seus problemas na Alemanha e afirmou que ninguém na equipe poderia lhe oferecer uma resposta para seus problemas de aderência traseira. Ainda disse que propositalmente recuou em disputa as Ducatis no último domingo para entender como o M1 funcionava no ar limpo. após ter sofrido tentando ultrapassá-las.

Maverick Vinales, Yamaha Factory Racing

Maverick Vinales, Yamaha Factory Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Vinales foi crítico de como ele sente que a Yamaha tem respondido aos seus problemas, afirmando: “Cada piloto tem que ter seu próprio acerto. Não posso usar a configuração do meu rival por dois anos."

“Há estilos. E todos os dias eles estão me ensinando a correr: puxar o freio, largar o freio. Abra o acelerador, feche o acelerador. Eu tenho que ser paciente. Não quero usar o setup do Fábio [Quartararo] porque isso não funciona para mim. Não estou aqui para coletar dados ou ser um piloto de testes. Isso está começando a parecer desrespeitoso. Venho recolhendo informações desde Portugal.”

Ele acrescentou: “É um constante 'não sei' [a resposta que recebe]. O que mais me frustra é não saber porque não tenho aderência. É complicado porque na pista você vê como estão os outros e compara à sua situação.”

O mau desempenho de Viñales o surpreendeu, já que ele terminou o teste pós-corrida em Barcelona cheio de confiança. Depois do GP da Alemanha, as esperanças do espanhol no campeonato voltaram a ser abaladas, já que ele está agora na sexta colocação, a 56 pontos de Quartararo.

F1 2021: VEXAME da Mercedes, ZICA de Bottas, "MEDO" de Hamilton, BRILHO de Max e mais | RETA FINAL

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho do "drama" de Bottas e Mercedes em 2021?

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Márquez diz que foi "muito difícil" esquecer más lembranças da lesão

Artigo anterior

MotoGP: Márquez diz que foi "muito difícil" esquecer más lembranças da lesão

Próximo artigo

MotoGP 2021: Confira horários e como assistir ao GP da Holanda

MotoGP 2021: Confira horários e como assistir ao GP da Holanda
Carregar comentários