MotoGP
25 mar
Próximo evento em
16 dias
R
GP da Argentina
08 abr
Postponed
R
GP das Américas
15 abr
Postponed
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
51 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
65 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
79 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
86 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
100 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
107 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
121 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
170 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
184 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
191 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
205 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
212 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
226 dias
28 out
Próximo evento em
233 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
247 dias

Rea: "Estou desapontado por nunca ter tido oportunidades na MotoGP"

Hexacampeão do WorldSBK lamenta não ter tido opção de dar salto em uma oportunidade apropriada para a MotoGP

compartilhar
comentários
Rea: "Estou desapontado por nunca ter tido oportunidades na MotoGP"

Jonathan Rea se tornou o piloto de maior sucesso na história do Mundial de Superbike. O britânico já acumula 99 vitórias e 185 pódios, e em 2020 somou o sexto título da categoria ao seu recorde.

O piloto passou praticamente toda a sua carreira nesse campeonato. Rea foi para o Mundial com a Honda em 2008, depois de sua passagem pela superbike britânica. Um ano depois, já conquistou um lugar fixo na principal categoria, e aí se manteve ligado à marca até 2014, apesar de ter uma mecânica inferior à das restantes fabricantes no campeonato.

Leia também:

Embora em 2012 a Honda o tenha escolhido para substituir o lesionado Casey Stoner na Repsol Honda em dois GPs, o norte-irlandês nunca recebeu uma proposta firme para a MotoGP e em 2015 foi para a Kawasaki. O resto é história.

Rea já tentou correr na MotoGP, mas nunca recebeu uma proposta que o convencesse. A caminho dos 34 anos, o hexacampeão mundial acredita que essa oportunidade não virá mais.

"Sim, estou desapontado por nunca ter tido essa oportunidade, mas é a vida", admite Rea em entrevista ao Moto journal. “Ainda estou feliz por ter ficado na Honda todos esses anos, pois isso me deu a oportunidade de correr com a Repsol. Se você pudesse escolher uma motocicleta para correr na categoria rainha, você escolheria aquela porque é a mais icônica. Estou muito grato por ter tido essa oportunidade. Honestamente, preferia ter feito aquelas duas corridas com aquela moto a correr uma temporada inteira com uma moto com a qual teria sido impossível ser competitivo."

Dominador absoluto do WorldSBK, a questão é o que ele poderia ter feito no MotoGP.

"Sempre terei a dúvida na cabeça: o que eu poderia ter feito na MotoGP? As coisas são como são. Isso é a vida. Sou multicampeão mundial do WorldSBK e gosto muito da vida que tive lá".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1: Entenda os FATORES que fizeram RED BULL optar por PÉREZ ao lado de VERSTAPPEN

PODCAST: Como ficará marcada a temporada de 2020 da F1?

 

MotoGP: Crutchlow diz que categoria continuará vendo vencedores diferentes em 2021

Artigo anterior

MotoGP: Crutchlow diz que categoria continuará vendo vencedores diferentes em 2021

Próximo artigo

Yamaha: Lorenzo teria sido um “excelente” piloto de testes

Yamaha: Lorenzo teria sido um “excelente” piloto de testes
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP , World Superbike
Pilotos Jonathan Rea
Autor Carlos Guil Iglesias