Rivais há anos, Márquez diz que MotoGP "perde sua maior parte" com aposentadoria de Rossi: "Ele é uma lenda"

Principais referências da MotoGP em 2021, rivalidade entre Rossi e Márquez começou em 2015 e repercute até hoje

Rivais há anos, Márquez diz que MotoGP "perde sua maior parte" com aposentadoria de Rossi: "Ele é uma lenda"

O mundo da MotoGP segue repercutindo a aposentadoria de Valentino Rossi no fim do ano. E um de seus maiores rivais na categoria, o hexacampeão Marc Márquez, admite que o esporte deve perder "sua maior parte" com a saída do italiano.

Uma série de incidentes em 2015, culminando com o polêmico chute no GP da Malásia, após Rossi acusar Márquez de conspiração para sabotar sua luta pelo título na etapa anterior, na Austrália, levou a um relacionamento amargo entre os dois, que não foi resolvida até hoje.

Leia também:

Desde o anúncio de Rossi, vários de seus rivais, incluindo Max Biaggi, Jorge Lorenzo e Casey Stoner, vieram a público prestar homenagem ao italiano. E na sexta, após os treinos para o GP da Estíria, Márquez também compartilhou sua visão sobre a aposentadoria quando questionado pelo Motorsport.com.

"Sim, minha aposta sobre ontem era que seria outro anúncio. Achei que ele faria um ano com sua equipe. Para mim, é como se perdêssemos algo, perdemos uma parte da MotoGP, talvez a maior parte da MotoGP, porque Valentino sempre deu muito às pessoas, fazendo coisas boas dentro e fora das pistas".

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing, Marc Marquez, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

"Todos sabem que nosso relacionamento pessoal não é dos melhores e todos têm sua visão sobre isso, mas não tenho problemas e posso reconhecer o tamanho da perda para a MotoGP".

"Para a sorte da MotoGP, ele ainda estará envolvido com esse mundo, mas se avaliarmos sua carreira, de 25 anos ou mais, é algo especial, único. Ele é uma lenda. Então, parabéns a ele pela carreira e desejo o melhor para o futuro".

A aposentadoria de Rossi torna Márquez a maior atração da MotoGP em 2022, mas ele diz que "não sente a responsabilidade de assumir o posto de Rossi".

Na quinta, Rossi disse que merecia um décimo título, tendo chegado próximo em 2006 e 2015. Mais cedo no ano, ele disse que é "impossível perdoar" Márquez pelo que o italiano diz ser uma trama orquestrada pelo piloto da Honda para fazê-lo perder o título.

F1: RUSSELL na Mercedes? PÉREZ fica na RBR? E Bottas? O que esperar do MERCADO de PILOTOS para 2022!

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast – A primeira metade do campeonato da F1 foi a mais incrível dos últimos anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP: Nakagami é o mais rápido do dia nos TLs para o GP da Estíria
Artigo anterior

MotoGP: Nakagami é o mais rápido do dia nos TLs para o GP da Estíria

Próximo artigo

MotoGP: Mir diz que Red Bull Ring não tem "segurança suficiente" em condições de chuva

MotoGP: Mir diz que Red Bull Ring não tem "segurança suficiente" em condições de chuva
Carregar comentários