Últimas notícias

Rossi explica ataque a Marquez: precisava chamar a atenção

Valentino Rossi reflete sobre o que o levou a disparar contra Marc Márquez na conferência de imprensa após o Grande Prêmio da Malásia, que marcou o início de um controverso final para o campeonato de MotoGP do último ano

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing and Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team e Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing e Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team and Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing e Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team and Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Os meses passam, e Valentino Rossi e Marc Marquez já se encontraram várias vezes na pista nesta pré-temporada. No entanto, todo o espectro de alguma forma ainda ronda a MotoGP como rescaldo do confronto aberto entre os dois travado no final do ano passado e que terminou em um grande incêndio.

O ponto de partida deve ser procurado na conferência de imprensa após o Grande Prêmio da Malásia, onde Rossi acusou diretamente Marquez de querer prejudicá-lo deliberadamente e se aliar a Jorge Lorenzo, que finalmente levou o título.

"Eu tenho pensado muito sobre isso", disse Rossi em uma entrevista para a Motosprint sobre o episódio em Sepang. "Também pensei se não era melhor não ter feito. Mas eu tinha que fazer isso, porque eu percebi que eu estava ferrado", acrescentou o italiano.

"Teria sido difícil de bater Lorenzo em condições normais, mas Marquez também foi contra mim, o que me ferrou. Mais que intimidar Marquez, eu tentei naquela conferência de imprensa chamar a atenção da direção de corrida, com a intenção de resolver a questão", diz o italiano.

"Tentei falar com a direção de prova, mas não me ouviram. Então eu tentei por este outro caminho. Acho que eles subestimaram o problema, porque o que aconteceu foi algo que ninguém poderia esperar", reconhece.

Relacionamento irrecuperável com Marquez

Para Rossi, o conflito com Marquez que começou em Sepang e terminou em Valência será para sempre, e ele não vê nenhuma possibilidade de reconciliação.

"Suas intenções foram muito claras em Valência (Marquez terminou em segundo, atrás de Lorenzo), o que colocou a cereja no bolo", disse

"Com Lorenzo nenhum problema, é meu parceiro. Mas depois do que aconteceu (com Marquez) eu não acho que a nossa relação possa ser reparada. Nós somos rivais, mas melhor assim do que apertar as mãos ou fazer coisas estúpidas," disse Rossi.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Dovizioso se diz otimista: “nós temos velocidade”
Próximo artigo Rossi diz que se sente traído por “mentiras” de Marquez

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil