Vitorioso, Márquez diz: "Estamos perto, estamos na briga"

Marc Márquez revela que manter domínio em Austin foi mais difícil do que o esperado e celebra recuperação na temporada 2017 da MotoGP

Vitorioso, Márquez diz: "Estamos perto, estamos na briga"
Race winner Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Race winner Marc Marquez, Repsol Honda Team
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team, Marc Marquez, Repsol Honda Team, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Carregar reprodutor de áudio

Cinco edições do GP das Américas, cinco vitórias de Marc Márquez. Neste domingo (23), o espanhol se manteve invicto em Austin após superar Dani Pedrosa na segunda metade da prova, conquistando o primeiro triunfo na temporada 2017 da MotoGP.

Depois de deixar o companheiro de equipe para trás, Márquez abriu vantagem com facilidade. Apesar da aparente tranquilidade, o piloto da Honda garante que a prova foi mais complicada do que aparentou.

"Foi uma corrida muito difícil, apesar de ter parecido fácil. Eu tentei me manter calmo no início, pois eu estava com o pneu duro na dianteira e não sabia como a moto se comportaria, pois não havia utilizado tal composto desde sexta-feira", disse.

"Então percebi que deveria ter paciência, os pneus dos demais começariam a apresentar mais desgaste. Fui capaz de ser consistente até o final e (depois de superar Pedrosa) consegui abrir três, quatro segundos para administrar a vantagem", afirmou.

Márquez, que ocupava a oitava colocação no campeonato após o quarto lugar no GP do Catar e o abandono no GP da Argentina, mostrou-se feliz com a recuperação na tabela - com os 25 pontos da vitória em Austin, o espanhol foi a 38, subindo para a terceira posição, a 18 de Valentino Rossi, que lidera.

"Estou muito feliz, pois depois da Argentina eu parecia longe demais. Agora, estamos perto, estamos na briga. O campeonato é longo, precisamos ter paciência e trabalhar duro com a equipe, pois passo a passo estamos melhorando bastante", completou. 

compartilhar
comentários
Rossi assume liderança na MotoGP; confira classificação
Artigo anterior

Rossi assume liderança na MotoGP; confira classificação

Próximo artigo

2º, Rossi celebra liderança na tabela e resultado em Austin

2º, Rossi celebra liderança na tabela e resultado em Austin
Carregar comentários