Danica: Tive sorte ao conseguir primeiro top-10 desde 2015

Após passar 77 corridas em branco, piloto da Stewart-Haas conquista feito mesmo tendo rodado durante a prova

Danica: Tive sorte ao conseguir primeiro top-10 desde 2015
Michael McDowell, Leavine Family Racing Chevrolet, Danica Patrick, Stewart-Haas Racing Ford
Danica Patrick, Stewart-Haas Racing Ford
Danica Patrick, Stewart-Haas Racing Ford
Danica Patrick, Stewart-Haas Racing Ford
Danica Patrick, Stewart-Haas Racing Ford
Danica Patrick, Stewart-Haas Racing Ford, David Ragan, Front Row Motorsports Ford
Michael McDowell, Leavine Family Racing Chevrolet, Danica Patrick, Stewart-Haas Racing Ford, Regan Smith, Richard Petty Motorsports Ford

Danica Patrick conseguiu em Dover, no domingo, seu sétimo top-10, em 167 provas realizadas na Monster Energy NASCAR Cup Series. O feito vem após a piloto do carro #10 ter cinco abandonos em 13 provas até agora.

"Foi um bom dia", disse Danica. "Tivemos um pouco de sorte, não parando nos pits e vendo as bandeiras amarelas acontecerem. Isso era uma coisa que não vinha acontecendo ocorrendo durante todo o ano. Não tínhamos o melhor carro, mas não sei se éramos o 10º melhor", admitiu.

"Muitas vezes tínhamos um carro melhor, mas não conseguíamos traduzir isso na pista. Teremos alguns dias de sorte, porque muitas vezes estamos na outra via."

Na volta 146, de 400, Patrick perdeu o controle de seu carro e bateu no muro entre as curvas 3 e 4, trazendo a sétima bandeira amarela da prova.

Mesmo perdendo uma volta em relação ao líder, ela conseguiu retornar ao mesmo giro, na sequência dos acidentes que foram acontecendo. Ao todo, foram 15 bandeiras de precaução na Milha Monstro.

Além disso, outro problema a ser administrado pela Stewart-Haas e pelo restante das equipes, foi o número de jogos de pneus cedidos pela Goodyear, oito para a corrida, mais o set que o carro teve durante o treino de classificação, considerado insuficiente pelos times.

"Colocamos pneus scuffs (pneus usados) duas ou três vezes nos pit stops. Sobrevivemos e fizemos nossas paradas nos momentos certos."

Este foi o sétimo top-10 de Danica na NASCAR, aumentando seu recorde em relação às outras pilotos da história da categoria.

compartilhar
comentários
Na prorrogação, Johnson supera Larson e faz história
Artigo anterior

Na prorrogação, Johnson supera Larson e faz história

Próximo artigo

Blaney brilha no fim e conquista vitória inédita na NASCAR

Blaney brilha no fim e conquista vitória inédita na NASCAR
Carregar comentários