Caio Castro fala sobre retorno à Porsche Cup e “inspiração” por homenagem ao ídolo Senna

Ator retorna à categoria para disputar temporada completa após passagem pela Copa Truck em 2023

Caio Castro

Divulgacao

O grid da classe Sprint Challenge da Porsche Cup Brasil terá o retorno de um velho conhecido neste fim de semana, quando a categoria dá o pontapé inicial da temporada 2024 em Goiânia. Caio Castro está de volta após um ano fora, e o ator retorna em grande estilo, prestando uma homenagem ao tricampeão da Fórmula 1 Ayrton Senna ao longo do ano.

Após disputar a temporada completa em 2022, Caio passou 2023 focado em um programa na Copa Truck, mas agora retorna à categoria na qual teve sucesso, obtendo pódios e vitórias em sua primeira passagem.

Leia também:

Em entrevista ao Motorsport.com em Goiânia, Caio falou sobre a sensação do retorno e de rever velhos amigos.

“Eu estava com saudade. Eu estava com saudade do equipamento, mas, principalmente dos amigos que fiz aqui. Alguns já não estão mais na categoria, é uma pena, mas outros continuam. Então, rever todo mundo e poder passar uma semana com essas pessoas é bastante interessante”.

“A competição em si, da Porsche Camp me agrada muito, o carro me agrada muito, então é muito bom voltar”.

O ator analisa ainda como que ele volta como piloto à categoria, após um ano correndo com na Truck.

“Tenho certeza que sim, tanto na maturidade de pista, de competição, como no profissionalismo dentro do trabalho. Porque aqui a gente na verdade só conclui um trabalho que foi feito antes fora da pista. Então essa experiência em outros lugares deixa claro que existem outras possibilidades e outras maneiras de levar aqui na Porsche também”.

Nas seis etapas sprint da temporada 2024 da Porsche, Caio vai à pista com pinturas e macacões diferentes, em alusão aos carros utilizados por Senna ao longo de sua carreira na F1, em homenagem aos 30 anos da morte do tricampeão. Ele falou sobre o projeto.

“Em 2024, completam-se 30 anos da partida do nosso ídolo. Várias homenagens estão sendo feitas pelo mundo. Eu queria muito que essa homenagem fosse realizada aqui e conseguimos, com a autorização e parceria do Instituto Ayrton Senna e da Senna Brands”.

“Em cada corrida teremos um layout, passando pela Toleman, a Lotus amarela, a Lotus preta e dourada e terminando com a McLaren. E os macacões seguem o mesmo layout. Dá uma inspiração a mais, pressão é para quem sente né? Eu sinto inspirado por isso”.

Caio ainda falou sobre qual das pinturas ele está mais animado para correr em 2024: “Olha, eu gostei de todos porque são momentos que eu infelizmente não tive oportunidade de acompanhar de perto. Eu nasci em 89. Mas, depois de grande, depois de começar no automobilismo, no kart, eu assisti boa parte dessas provas, vi esses momentos”.

Então acho que cada layout, cada momento vai me servir de uma maneira. Mas confesso, a Toleman desta etapa, azul e branca, eu acho uma das mais harmônicas com o carro da Porsche e a McLaren é um ícone. Acho que marcou uma nação inteira.

Podcast #272 – Qual papel de Verstappen na crise da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Skatista Leticia Bufoni estreia na Porsche Cup neste final de semana
Próximo artigo GUIA: Porsche Cup chega à 20ª temporada de sua história com grid de peso e recorde de etapas internacionais

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil