Stock Car Brasil
09 ago
-
11 ago
Evento encerrado
13 set
-
15 set
Evento encerrado
18 out
-
20 out
Próximo evento em
24 dias
R
Velo Città 2
08 nov
-
10 nov
Próximo evento em
45 dias
R
Goiânia II
22 nov
-
24 nov
Próximo evento em
59 dias

Camilo vê com desconfiança novo recurso da CBA por resultado em Goiânia

compartilhar
comentários
Camilo vê com desconfiança novo recurso da CBA por resultado em Goiânia
Por:
19 de jul de 2019 20:29

Piloto da Ipiranga Racing se diz mais tranquilo após julgamento em primeira instância e vê período de folga da Stock como positivo para time

Thiago Camilo vem em grande fase dentro da temporada 2019 da Stock Car. Até agora, foram quatro poles e três vitórias em quatro etapas do campeonato. Mais do que isso, o piloto da Ipiranga Racing é o líder com 131 pontos, 10 a mais que o atual bicampeão, Daniel Serra.

A última etapa em Londrina, foi no início de junho, o que significa que se passaram mais de 40 dias entre uma rodada e outra. Questionado sobre se ele e a equipe poderiam perder o embalo da boa fase, Camilo negou que o ímpeto poderia cair, mandando um recado aos rivais.

Leia também:

“Não temos mais a perder do que as outras equipes”, disse Camilo. “Muito pelo contrário, quando o time está estruturado e em um caminho certo de trabalho, a gente só tem a ganhar também.”

“A equipe procurou entender os resultados dessas quatro primeiras etapas, que foram positivos, acho que conseguimos concretizar, com quatro poles e três vitórias. Só não ganhamos no Velopark por uma circunstância da chuva.”

“O time trabalhou muito nesses 40 dias, remontou o carro, os engenheiros analisaram mais friamente os dados e acho que conseguimos evoluir um pouco mais.”

Mas o vai-e-volta da decisão da corrida 1 em Goiânia, quando Camilo acabou perdendo a vitória por supostamente ter queimado a largada ainda é um assunto que ainda paira no ambiente da Stock Car. A decisão do caso ainda está por vir, em segunda e última instância, após a CBA ter recorrido da absolvição do piloto, o que fez Camilo ser o líder do campeonato.

“Já foi tomada uma decisão no Tribunal. Para os bons entendedores do automobilismo, aquilo foi uma punição totalmente injusta. Me chama um pouco de atenção a CBA ter recorrido depois de ter ficado claro para ela também que não era uma situação tão clara a ponto de se tirar uma vitória de uma equipe e de um piloto, mas eles estão no direito deles.”

“A verdade é que a fase mais tumultuada desse processo já passou. Agora é uma situação diferente, já foi para o tribunal, eu já venci lá por dois votos a um. Não tem como me tirarem esses pontos até o próximo julgamento.”

“Estou com a cabeça tranquila, assim como foi em Londrina e é assim que chego a Santa Cruz do Sul. Não adianta eu ficar ansioso pelo próximo julgamento ou preocupado com aquilo que pode acontecer, tenho que focar no meu trabalho e sair de Santa Cruz com o melhor resultado possível.”

Próximo artigo
FaceApp: Pilotos entram na onda do aplicativo de envelhecimento

Artigo anterior

FaceApp: Pilotos entram na onda do aplicativo de envelhecimento

Próximo artigo

Rivalidade zero: argentino Agustin Canapino rasga elogios ao automobilismo brasileiro

Rivalidade zero: argentino Agustin Canapino rasga elogios ao automobilismo brasileiro
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil
Autor Erick Gabriel