Stock Car Tarumã

Stock Car: Lendário restaurante resiste ao tempo e mantém tradição de mais de cinco décadas de Tarumã

Atual proprietário do Tala Larga conta como consegue manter a chama da paixão pelo esporte traduzido em refeições para visitantes, pilotos e chefes

Restaurante Tala Larga em Tarumã

Após quase seis anos, a Stock Car retorna ao seu primeiro palco, o Autódromo Internacional de Tarumã, localizado em Viamão, na Grande Porto Alegre. A pista gaúcha recebeu a primeira corrida da história da maior categoria do automobilismo brasileiro, no dia 22 de abril de 1979. Desde aquela época, quem visita o local pode fazer suas refeições no Restaurante Tala Larga, próximo à curva que recebe o mesmo nome, inaugurado em 1970, junto com a pista.

Leia também:

Com fases boas e ruins do autódromo, o restaurante sobreviveu e quem visita o autódromo terá a oportunidade de degustar o buffet oferecido pela equipe de Nerio Kubaski (foto), atual proprietário, tendo a sua esposa como a comandante da cozinha.

Nerio não é o primeiro proprietário do restaurante, mas está com o local há 29 anos, e neste fim de semana, vive a expectativa de receber a Stock após tanto tempo.

“A volta da Stock é especial para nós”, disse Nerio com exclusividade ao Motorsport.com. “E sendo especial, você precisa se preparar com antecedência, muitas vezes têm os imprevistos, mas estamos nos preparando para atender todo mundo.”

“Sabemos que vai dar um público grande, nosso espaço físico tem um limite, mas já tivemos provas da Stock Car aqui em que servimos 600 refeições. Não sei se vamos chegar a esse ponto, mas estamos trabalhando.”

O Tala Larga recebe desde os visitantes que vão apenas para assistir as atividades de pista, passando por chefes de equipes e, naturalmente, pilotos. Nerio garante “a maioria dos grandes nomes da Stock Car já experimentou nossa comida.”

Nerio Kubaski, proprietário do restaurante Tala Larga

Nerio Kubaski, proprietário do restaurante Tala Larga

Photo by: Erick Gabriel

Data da 'posse': mistura de sentimentos

Quis o destino que o 1º de maio de 1994, data em que Ayrton Senna sofria o acidente que tirou sua vida em Ímola, também fosse o dia em que Nerio adquiria o restaurante de maneira oficial. Conselheiro do Automóvel Clube do Rio Grande do Sul, que administra o autódromo, ele visitou as dependências de seu novo negócio e aproveitou para uma singela homenagem ao tricampeão mundial de F1.

“Adquiri o restaurante em uma data emblemática do automobilismo, no dia 1º de maio de 1994. Eu já participava da rotina do Automóvel Clube e inclusive no dia da morte do Senna eu vim aqui para colocar as bandeiras a meio mastro... e aquilo ficou marcado para mim”, disse Nerio após breve pausa por conta da emoção da lembrança de Senna naquela fatídica manhã de domingo.

Das motos para a cozinha

O lendário restaurante é administrado por um profissional que não tinha ligação com a culinária em boa parte de sua vida. Nerio contou como ele foi de uma loja de peças para a administração do Tala Larga.

“A minha relação com as corridas começou com as motos. Eu tinha uma loja de peças de motos e tinha um mecânico que gostava de correr. Fizemos uma parceria quando ele vinha correr aqui. A partir disso, comecei a fazer parte do esporte. Hoje sou conselheiro do Automóvel Clube do Rio Grande do Sul.”

Por causa das motos, eu participava das reuniões da diretoria do Clube. Fiquei sabendo que não iam mais renovar com o ex-dono, surgiu uma conversa, um convite, falei com minha esposa que nunca havia trabalhado em restaurante, havia um amigo que trabalhava no ramo, trouxe esse amigo e começamos. Minha esposa trabalha na cozinha até hoje, nunca fez curso profissional, mas hoje temos um filho que é chef graças ao restaurante.”

Nerio Kubaski, proprietário do restaurante Tala Larga, e a esposa, Lúcia

Nerio Kubaski, proprietário do restaurante Tala Larga, e a esposa, Lúcia

Photo by: Erick Gabriel

Orgulho é a palavra

Quem visita o Tala Larga, além de fazer suas refeições, também se depara com um belo painel de fotos de grandes eventos do Autódromo de Tarumã, além de uma vista previlegiadíssima da pista. Uma das imagens mostra o restaurante ainda na versão pau a pique, que acabou sucumbindo a um incêndio, após fagulhas de um churrasco atingir o teto formado basicamente por capim seco.

Restaurante Tala Larga após a inauguração

Restaurante Tala Larga após a inauguração

Photo by: Erick Gabriel

Mesmo sendo anterior à administração de Nerio, o proprietário falou sobre seu orgulho do local, inserido em um autódromo que não tem ligação com o poder público e que aos trancos e barrancos consegue receber as principais competições do esporte a motor do Brasil.

“Eu não tenho palavras para dizer sobre a felicidade de poder fazer esse trabalho e acho que tenho reconhecimento das pessoas do Automóvel Clube, dos pilotos, das equipes do nosso regional. Eu fico muito feliz e muito grato por ter vivido isso tudo.”

“Receber as principais competições do Brasil é motivo de orgulho. Recebemos a primeira corrida da Stock com os Opalas e temos um orgulho muito grande disso, de um autódromo que é particular, de um clube particular, que não depende de dinheiro de governo, se mantendo desde 1970”, concluiu.

Restaurante Tala Larga em Tarumã

Restaurante Tala Larga em Tarumã

Photo by: Erick Gabriel

Binotto na Alpine? Ex-Renault, Rico Penteado comenta possibilidade e critica CEO da equipe

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #230 – Campeonato terá ‘revolução’ após começo da 'perna europeia' da F1 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior O retorno da lenda: "Tarumã separa os homens dos meninos" na Stock Car
Próximo artigo VÍDEO: Dudu Barrichello bate forte em treino da Stock Car e está fora da etapa de Tarumã

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil