Coluna do André Negrão: Existe Le Mans. E o resto

Piloto brasileiro do WEC conta sua história na maior corrida de endurance do mundo em coluna

Coluna do André Negrão: Existe Le Mans. E o resto

Eu tentei lembrar aqui de eventos esportivos brasileiros que pudessem servir de exemplo comparativo com as 24 Horas de Le Mans. Obviamente, pensei nas Mil Milhas de Interlagos, uma prova da qual ouvi muitas histórias contadas pelo meu pai, Guto, que atualmente compete no Brasileiro de Endurance.

As Mil Milhas têm tudo: história, grandes heróis e uma longa tradição competitiva. Lembrei também da São Silvestre, uma das maiores provas de atletismo do mundo, e da qual temos que nos orgulhar muito.

Leia também:

Esses dois exemplos são um bom começo para mostrar o que significam as 24 Horas de Le Mans para os europeus. Não se trata de uma prova nacional francesa. É um fenômeno que abraça a Europa toda, e se espalha por todo o mundo como o desafio máximo em termos de corridas de resistência para carros, pilotos e cada membro de equipe. Todos são exigidos ao limite.

É comum ver equipes chegando nos últimos lugares e seus membros se desmanchando em lágrimas, somente por que chegaram ao final. Em termos de automobilismo, existe Le Mans. E o resto. Sem deméritos para ninguém. O fato é que Le Mans é insuperável.

Eu vou disputar a prova pela equipe Alpine, dividindo o cockpit com os franceses Matthieu Vaxivière e Nicolas Lapierre. Será minha estreia na categoria principal, a Hypercars. Para nós e boa parte dos fãs e participantes, Le Mans não é apenas uma corrida. É uma inspiração. No universo do Endurance, você faz tudo pensando naquelas 24 horas. O mundo gira em torno daquele dia.

Quem corre em Le Mans diz que vencer lá é um sonho. Muitos têm isso como uma obsessão que na maioria dos casos dura a vida toda. Eu diria até que é como uma miragem: por mais que você se esforce, são raros os que conseguem chegar lá.

É um privilégio para mim ter conseguido isso duas vezes, em 2018 e 2019, correndo na categoria LMP2, a segunda na hierarquia da prova. Ainda assim, Le Mans continua sendo a minha miragem. No próximo dia 21, data da largada, vou saber se esse sonho pode se tornar realidade.

Obrigado a todos que têm torcido por mim no Campeonato Mundial de Endurance (WEC).

MAX WILSON vê colaboração "MARAVILHOSA" de BAND no automobilismo, com F1 "até no PROGRAMA DO NETO"

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual piloto merece uma segunda chance na F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
WEC: Lamborghini projeta entrada nos protótipos LMDh para 2024

Artigo anterior

WEC: Lamborghini projeta entrada nos protótipos LMDh para 2024

Próximo artigo

CEO de Spa-Francorchamps é assassinada em Luxemburgo; Fórmula 1 se manifesta

CEO de Spa-Francorchamps é assassinada em Luxemburgo; Fórmula 1 se manifesta
Carregar comentários