Em corrida tumultuada, di Grassi vence primeira no WEC

Único carro a não apresentar problemas entre os principais da LMP1, Audi #8 deu a Lucas di Grassi primeira vitória no Mundial de Endurance; Pipo Derani vai ao pódio na LMP2 e Fernando Rees é terceiro na LMGTE-Pro

Em corrida tumultuada, di Grassi vence primeira no WEC
Carregar reprodutor de áudio

Neste sábado (7), Lucas di Grassi passou ileso por uma prova de sobrevivência e, ao lado de Loïc Duval e Oliver Jarvis, conquistou a primeira vitória dele e do Brasil no Mundial de Endurance ao vencer as 6 Horas de Spa-Francorchamps.

Em uma corrida repleta de problemas mecânicos e incidentes, a vitória esteve, em algum momento da prova, nas mãos das três principais equipes do campeonato, mas Porsche e Toyota sofreram com problemas mecânicos e foram ficando pelo caminho ou perderam rendimento, permitindo ao brasileiro triunfar pela primeira vez em 21 participações no WEC.

Apesar dos problemas no sistema híbrido praticamente desde o início da prova, o Porsche #2, de Neel Jani, Marc Lieb e Romain Dumas – vencedor das 6 Horas de Silverstone – terminou em segundo e vai para Le Mans como líder do campeonato.

A terceira posição ficou com o #13 da Rebellion, pilotado por Dominik Kraihamer, Mathéo Tuscher e Alexandre Imperatori. Em quarto, ficou a Rebellion #12, de Nelsinho Piquet, Nick Heidfeld e Nicolas Prost, seguido pelo Audi #7, de André Lotterer, Marcel Fässler e Benoît Treluyér.

Na LMP2, A vitória ficou com o #36 da Signatech Alpine, de Nicolas Lapierre, Gustavo Menezes e Stéphane Richielmi, seguido pelo #31, de Pipo Derani, Ryan Dalziel e Chris Cumming. O #43, de Bruno Senna, Ricardo González e Filipe Albuquerque, foi o quarto.

Já pela LMGTE-Pro, a vitória ficou com a Ferrari #71, de Sam Bird e Davide Rigon. Fernando Rees, que conduz o Aston Martin #97 ao lado de Richie Stanaway e Jonathan Adam, terminou em terceiro, completando o pódio com o Ford GT #67, de Marino Franchitti, Harry Tincknell e Andy Priaulx em segundo. Na divisão, a última hora da prova foi marcada pelo forte acidente sofrido por Stefan Mücke na Eau Rouge.

O Ford GT #66 do piloto perdeu um componente da parte traseira no meio da temida curva e foi direto para a barreira de pneus. O piloto foi levado consciente para o centro médico e, segundo informações iniciais, sofreu uma contusão em uma das pernas.

A divisão LMGTE-Am foi vencida pelo Aston Martin #98, de Pedro Lamy, Paul Dalla Lana e Mathias Lauda.

A Corrida

Na largada, o #1 manteve a liderança, seguido pelo #2. Atrás, os dois carros da Audi ganharam posições da Toyota, com o #8 subindo para terceiro e o #7 para quarto.

No 15º minuto de prova, entretanto, o #2, com problemas no sistema híbrido, perdeu ritmo e caiu para a sexta posição. Pouco depois, Treluyér perdeu o terceiro lugar para Buemi e o quarto para Conway. A vinte minutos do fim da primeira hora, o suíço repetiu os duelos com di Grassi da Fórmula E mas, diferente do campeonato de carros elétricos, Buemi levou a melhor e subiu para segundo.

Instantes depois, seria a vez de Conway pressionar di Grassi, mas o britânico bateu no #37 da SMP Racing e perdeu uma volta. Após a primeira rodada de pit stops, Buemi, que optou por não trocar os pneus, assumiu a liderança da prova.

A estratégia, entretanto, logo se mostrou infrutífera, pois o ritmo do #1 era muito superior e, em pouco mais de dez minutos, a vantagem de 20 segundos se resumiu a menos de um segundo. Quando Bernhard chegou, porém, a Porsche teve o segundo azar da corrida: um furo no pneu dianteiro esquerdo bem no início da volta, o que fez o #1 perder muito tempo, voltando em quinto.

E quando Webber buscava a recuperação, outro furo no dianteiro esquerdo, praticamente no mesmo ponto da pista, fez o carro do trio campeão perder ainda mais tempo. Simultaneamente, o #7 era recolhido para a garagem, com problemas. Quando chegou aos boxes, o #1 também foi recolhido. Enquanto isso, Buemi liderava com quase 40 segundos de vantagem.

Enquanto os líderes da LMP1 faziam o segundo pit stop padrão, Nicki Thiim sofria um acidente na Stavelot, causando a primeira ‘full course yellow’ da prova. Após mais de dez minutos dentro da garagem, o #1 e o #7 voltavam para a pista, ainda em regime de bandeira amarela.

Após 13 minutos, a disputa foi reiniciada. Dumas, que estava à frente de Kobayashi, logo foi superado pelo japonês, que assumiu a terceira posição. Com pouco menos de quatro horas para o final, o #1 voltou aos pits, novamente com problemas – desta vez, no câmbio, ficando uma hora na garagem.

Na metade da prova, veio a segunda ‘full course yellow’, causada por detritos na pista. Seis minutos depois, a disputa foi reiniciada. Na abertura da terceira hora de prova, o #6 superou o #8 e assumiu a segunda posição, formando então uma impensável dobradinha da Toyota. Com pouco mais de duas horas e meia para o final, o #7 tocou em um dos carros LMP2 e perdeu o farol dianteiro direito, enquanto o #6 era recolhido para a garagem e abandonava com problemas elétricos.

A pouco menos de duas horas para o fim, a Toyota sofreu o mais duro golpe do final de semana. Com Nakajima a bordo, o #5 começou a soltar muita fumaça e recolheu para a garagem, abandonando a prova. Com isso, o #8 assumiu a liderança.

Faltando pouco mais de uma hora para o final, o Ford GT #66, com Stefan Mücke ao volante, perdeu uma peça da parte traseira em plena Eau Rouge e foi direto para a barreira de pneus, em um forte acidente. Com isso, o Safety Car foi acionado. Ainda com o carro de segurança na pista, o #8 chegou a ir para a garagem, mas a vantagem era grande o suficiente para que o carro de di Grassi retornasse ainda na liderança.

A 42 minutos do fim, a relargada foi dada com o #8 na frente, seguido pelo #2 e pelo #13 da Rebellion, com o #12 de Nelsinho em quarto na geral. O Audi #7, tentando buscar a quarta posição, envolveu-se em um toque com o #43 a 12 minutos do fim, danificando o farol dianteiro direito e rodando, perdendo a chance de brigar pelo quarto lugar.

A reta final da prova foi repleta de emoções. Na LMP2, Pipo Derani chegou a assumir a liderança perto do fim da corrida, mas Lapierre se aproveitou do tráfego para executar uma bela manobra e garantir a vitória para a Signatech. Na LMGTE-Pro, drama nos minutos finais: a Ferrari #51, de Gianmaria Bruni e James Calado, teve problemas mecânicos e abandonou, dando o pódio ao Aston Martin #97 de Rees, Stanaway e Adam.

Na frente, Jarvis conduziu o carro com tranquilidade para dar ao #8 a primeira vitória da formação com di Grassi e Duval - a primeira na geral do Brasil no WEC. O #2, de Jani/Lieb/Dumas sobreviveu aos problemas mecânicos e terminou em segundo, mantendo a liderança do campeonato. completando o pódio, veio a Rebellion #13 de Kraihamer/Tuscher/Imperatori, que é vice-líder na classificação geral.

A próxima etapa do Mundial de Endurance não poderia ser mais especial: entre os dias 18 e 19 de junho, os carros do WEC desfilarão por La Sarthe para as 24 Horas de Le Mans.

Confira o resultado final das 6 Horas de Spa-Francorchamps:

Pos.PilotosEquipeCarroTempoVoltas
1 FrançaLoic Duval 
Reino UnidoOliver Jarvis 
BrasilLucas di Grassi 
AlemanhaAudi Sport Team Joest Audi R18 E-Tron Quattro '16 6:032.112 160
2 AlemanhaMarc Lieb 
FrançaRomain Dumas 
SuíçaNeel Jani 
AlemanhaPorsche Team Porsche 919 Hybrid '16 +2 voltas 158
3 SuíçaAlexandre Imperatori 
Matheo Tuscher 
ÁustriaDominik Kraihamer 
SuíçaRebellion Racing Rebellion R-One +4 voltas 156
4 BrasilNelson Piquet Jr. 
AlemanhaNick Heidfeld 
FrançaNicolas Prost 
SuíçaRebellion Racing Rebellion R-One +5 voltas 155
5 AlemanhaAndre Lotterer 
FrançaBenoit Tréluyer 
SuíçaMarcel Fassler 
AlemanhaAudi Sport Team Joest Audi R18 E-Tron Quattro '16 +5 voltas 155
6 James Rossiter 
Reino UnidoOliver Webb 
SuíçaSimon Trummer 
AlemanhaKolles Racing CLM P1/01 +9 voltas 151
7 FrançaNicolas Lapierre 
Gustavo Menezes 
Stephane Richelmi 
FrançaSignatech Alpine A460 +9 voltas 151
8 Reino UnidoRyan Dalziel 
BrasilPipo Derani 
CanadáChris Cumming 
Estados UnidosESM Racing Ligier JS P2 +9 voltas 151
9 EspanhaRoberto Merhi 
Matt Rao 
Reino UnidoRichard Bradley 
Reino UnidoManor ORECA 05 +9 voltas 151
10 MéxicoRicardo Gonzalez 
PortugalFilipe Albuquerque 
BrasilBruno Senna 
RGR Sport by Morand Ligier JS P2 +9 voltas 151
11 RússiaRoman Rusinov 
AlemanhaRené Rast 
FrançaNathanael Berthon 
RússiaG-Drive Racing ORECA 05 +10 voltas 150
12 Reino UnidoSimon Dolan 
Giedo van der Garde 
Jake Dennis 
RússiaG-Drive Racing Gibson 015S +12 voltas 148
13 Estados UnidosScott Sharp 
Estados UnidosEd Brown 
Estados UnidosJohannes van Overbeek 
Estados UnidosESM Racing Ligier JS P2 +14 voltas 146
14 ItáliaDavide Rigon 
Reino UnidoSam Bird 
ItáliaAF Corse Ferrari 488 GTE +15 voltas 145
15 Tor Graves 
Reino UnidoWill Stevens 
Reino UnidoJames Jakes 
Reino UnidoManor ORECA 05 +16 voltas 144
16 Reino UnidoAndy Priaulx 
Marino Franchitti 
Reino UnidoHarry Tincknell 
Estados UnidosChip Ganassi Racing Ford GT '16 +16 voltas 144
17 Jonathan Adam 
Nova ZelândiaRichie Stanaway 
BrasilFernando Rees 
Reino UnidoAston Martin Racing Aston Martin Vantage V8 +16 voltas 144
18 ÁustriaRichard Lietz 
DinamarcaMichael Christensen 
Dempsey-Proton Racing Porsche 911 RSR +18 voltas 142
19 PortugalPedro Lamy 
CanadáPaul Dalla Lana 
ÁustriaMathias Lauda 
Reino UnidoAston Martin Racing Aston Martin Vantage V8 +20 voltas 140
20 FrançaEmmanuel Collard 
PortugalRui Aguas 
FrançaFrançois Perrodo 
ItáliaAF Corse Ferrari F458 Italia +21 voltas 139
21 ItáliaPaolo Ruberti 
Yutaka Yamagishi 
FrançaPierre Ragues 
FrançaLarbre Competition Chevrolet Corvette C7 GT3 +21 voltas 139
22 AlemanhaChristian Ried 
Joel Camathias 
AlemanhaWolf Henzler 
ChinaKCMG Porsche 911 RSR +21 voltas 139
23 Mike Wainwright 
Reino UnidoAdam Carroll 
Ben Barker 
Reino UnidoGulf Racing UK Porsche 911 RSR +22 voltas 138
24 Vitaly Petrov 
RússiaKirill Ladygin 
RússiaViktor Shaytar 
RússiaSMP Racing BR Engineering BR01 +24 voltas 136
25 Emirados Árabes UnidosKhaled Al Qubaisi 
DinamarcaDavid Heinemeier Hansson 
Estados UnidosPatrick Long 
AlemanhaProton Competition Porsche 911 RSR +24 voltas 136
26 Reino UnidoAnthony Davidson 
JapãoKazuki Nakajima 
SuíçaSébastien Buemi 
JapãoToyota Racing Toyota TS050 HYBRID +46 voltas 114
27 AustráliaMark Webber 
Nova ZelândiaBrendon Hartley 
AlemanhaTimo Bernhard 
AlemanhaPorsche Team Porsche 919 Hybrid '16 +48 voltas 112
R Nelson Panciatici 
Ho-Pin Tung 
David Cheng 
DC Racing Alpine A460   143
R Gianmaria Bruni 
James Calado 
AF Corse Ferrari 488 GTE   140
R Devi Markozov 
Nicolas Minassian 
Maurizio Mediani 
SMP Racing BR Engineering BR01   123
R Billy Johnson 
Olivier Pla 
Stefan Mücke 
Chip Ganassi Racing Ford GT '16   100
R Kamui Kobayashi 
Mike Conway 
Stéphane Sarrazin 
Toyota Racing Toyota TS050 HYBRID   87
R Jonny Kane 
Nick Leventis 
Danny Watts 
Strakka Racing Gibson 015S   78
R Nicki Thiim 
Marco Sorensen 
Darren Turner 
Aston Martin Racing Aston Martin Vantage V8   40
compartilhar
comentários
Porsche domina primeira fila em Spa; di Grassi é 4º
Artigo anterior

Porsche domina primeira fila em Spa; di Grassi é 4º

Próximo artigo

Mesmo fora do pódio de Spa, Senna mantém liderança da LMP2

Mesmo fora do pódio de Spa, Senna mantém liderança da LMP2