Vencedor de Le Mans em 2015, Tandy sobe para LMP1 na Porsche

Nick Tandy é o escolhido pela Porsche para substituir Mark Webber na LMP1, segundo apurou o Motorsport.com

Vencedor de Le Mans em 2015, Tandy sobe para LMP1 na Porsche
#91 Porsche Motorsport Porsche 911 RSR: Nick Tandy
#911 Porsche Team North America Porsche 911 RSR: Nick Tandy, Patrick Pilet
#47 KCMG ORECA 05: Matthew Howson, Richard Bradley, Nick Tandy
GTLM Podium: second place #911 Porsche Team North America Porsche 911 RSR: Nick Tandy, Patrick Pilet
#911 Porsche Team North America Porsche 911 RSR: Nick Tandy, Patrick Pilet
#47 KCMG ORECA 05: Matthew Howson, Richard Bradley, Nick Tandy
GTLM Podium: first place #912 Porsche Team North America Porsche 911 RSR: Earl Bamber, Frédéric Makowiecki, second place #911 Porsche Team North America Porsche 911 RSR: Nick Tandy, Patrick Pilet
Carregar reprodutor de áudio

A Porsche já tem o escolhido para a vaga aberta na LMP1 após o anúncio da aposentadoria de Mark Webber. Segundo apurou o Motorsport.com, Nick Tandy, vencedor das 24 Horas de Le Mans de 2015 ao lado de Nico Hülkenberg e Earl Bamber, foi promovido e preenche o lugar deixado pelo australiano.

Piloto do time de GT da fabricante alemã, Tandy disputou a temporada 2016 do WeatherTech SportsCar Championship e venceu a Petit Le Mans na categoria GTLM.

Desde o anúncio da aposentadoria de Webber, Andreas Seidl, chefe do programa de LMP1 da Porsche, deixou claro que Tandy, assim como Bamber, era um dos candidatos à vaga.

Embora Tandy esteja garantido na LMP1, não se sabe ainda se ele simplesmente será companheiro de Brendon Hartley e Timo Bernhard ou se a Porsche promoverá mudanças nos line-ups dos carros.

Durante o final de semana das 6 Horas de Xangai, Seidl ressaltou que a saída da Audi não influenciaria de forma alguma os planos da Porsche em relação aos pilotos para o próximo ano.

“Isso não é assunto para nós. Earl Bamber e Nickl Tandy fazem parte de nosso line-up de GT e estão no topo de nossa lista. Temos certeza de que eles podem nos proporcionar resultados como o de 2015, eles são os primeiros que merecem a promoção", disse.

“No entanto, todos os seis pilotos da Audi são excelentes e possuem muita experiência, sem dúvida eles são opções interessantes", completou.

compartilhar
comentários
Di Grassi: Audi não merecia continuar na disputa do título
Artigo anterior

Di Grassi: Audi não merecia continuar na disputa do título

Próximo artigo

Com saída da Audi, Lotterer acerta com Porsche para 2017

Com saída da Audi, Lotterer acerta com Porsche para 2017