Dakar: Organizadores investigam suposta contaminação de combustível em moto de piloto americano

Andrew Short foi obrigado a abandonar rali após se ver com problemas de combustível, no que pode ter sido oriundo de contaminação de caminhão que efetua abastecimento dos veículos durante os estágios

Dakar: Organizadores investigam suposta contaminação de combustível em moto de piloto americano

A direção da Yamaha e do Dakar, apor meio da Amaury Sport Organisation (ASO), estão investigando o abandono do piloto Andrew Short, já no segundo dia de evento da edição de 2021. Eles estão verificando se o abastecimento de combustível de sua moto foi contaminado por água na etapa desta segunda-feira (4).

Short é o primeiro dos principais pilotos da competição de motos a sair do evento e estava entre os 10 primeiros quando o incidente ocorreu no estágio entre Bisha e Wadi-Ad-Dawasir.

Leia também:

No quilômetro 273, sua Yamaha WR450F parou repentinamente em uma área rápida e arenosa, dentro de grandes vales formados por montanhas de pedra. Depois de tentar reiniciar a moto, o americano foi forçado a embarcar no helicóptero da organização, o que o tirou da prova em que terminou em sexto em 2019.

Short postou no Instagram: “O segundo dia começou bem, mas depois de reabastecer, tive o que acho que foi um problema relacionado ao combustível. Eu tentei de tudo para colocar a moto em movimento, mas no final não consegui fazê-la funcionar novamente. É muito triste estar fora da corrida, mas sei que isso é corrida, especialmente Dakar.”

Quando a moto foi devolvida ao acampamento de Wadi-Ad-Dawasir - alertada por um relato de problema semelhante de Toby Price da KTM - sua equipe decidiu verificar os tanques de combustível e parece que encontrou água dentro.

O reabastecimento das motos, quadriciclos e UTVs no Dakar é efetuado em caminhões de um fornecedor local, que se deslocam para cada bivaque e para os postos de abastecimento que a ASO designa todos os dias. A etapa de segunda-feira teve um posto na marca de 94 km e outro na de 267 km, apenas sete quilômetros antes de Short se retirar.

O Motorsport.com apurou que a Yamaha despejou gasolina nova no tanque de Short e a moto deu a partida sem problemas, sugerindo que o problema veio do combustível que ele recebeu durante o estágio. Os comissários do evento estão investigando o que aconteceu, já que vários outros pilotos também sofreram problemas.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

‘Nelsão’ na STOCK CAR? Entenda detalhes da vinda do TRICAMPEÃO mundial de F1 de volta ao paddock

PODCAST: Quem ou quais foram os maiores fiascos da F1 em 2020?

 

compartilhar
comentários
Dakar: Al-Attiyah vence e Peterhansel lidera; brasileiros não têm dia positivo nos UTVs

Artigo anterior

Dakar: Al-Attiyah vence e Peterhansel lidera; brasileiros não têm dia positivo nos UTVs

Próximo artigo

Al-Attiyah vence mais uma e Peterhansel segue na liderança

Al-Attiyah vence mais uma e Peterhansel segue na liderança
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Dakar
Evento Dakar
Pilotos Andrew Short
Autor Charles Bradley