Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
38 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
66 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
94 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
101 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
115 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
122 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
136 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
150 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
157 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
171 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
185 dias

Alonso: "Há muitas mentiras sobre minha carreira"

compartilhar
comentários
Alonso: "Há muitas mentiras sobre minha carreira"
Por:
Co-autor: James Roberts
31 de jan de 2020 14:57

Fernando Alonso afirma que existem muitas mentiras circulando sobre sua carreira na Fórmula 1

Fernando Alonso não teve a carreira mais tranquila na Fórmula 1. Durante seus 17 anos, se envolveu em algumas polêmicas como as diversas críticas aos motores da Honda durante sua segunda passagem. Mas segundo o bicampeão, muitas mentiras sobre sua carreira na F1 foram difundidas.

Um exemplo dado por Alonso é o que ele teria passado após perder o título de 2012 para Sebastian Vettel no GP do Brasil, por apenas três pontos.Na ocasião, Vettel levou um toque durante a primeira volta, chegando a cair para a última posição. Após chegar ao parque fechado, as imagens transmitidas pela televisão mostravam o espanhol quieto, ainda com o capacete, e com o olhar distante. Para muitos, isto foi visto como estar em "estado de choque".

Leia também:

No entanto, em uma entrevista exclusiva à revista F1 Racing, Alonso afirmou que a interpretação dessas imagens não correspondem à realidade. Segundo o piloto, naquele momento ele estava procurando seu então companheiro de equipe na Ferrari, Felipe Massa, que havia terminando em terceiro, atrás dele e do vencedor da prova, Jenson Button.

"Há mentiras sobre aquela prova. Coisas que não são verdade", disse Alonso. "Saí do carro e estava procurando Felipe, que, por alguma razão, não parava de chorar. Estava com seu mecânico e sua esposa, então fiquei ali esperando, para ver se estava bem".

"Falavam que eu estava em choque ou triste. E não, não me importava tanto assim. Queria abraçar Felipe", explicou. Alonso também comentou que "escutou as pessoas dizendo que fui egoísta durante minha carreira", mas destacou que "na Ferrari e em outras equipes sempre fazia questão de compartilhar meus bônus com meus mecânicos".

Próximo artigo
Helmut Marko: "Não sinto falta da Renault"

Artigo anterior

Helmut Marko: "Não sinto falta da Renault"

Próximo artigo

Mallya "feliz" com acordo entre Stroll e Aston Martin

Mallya "feliz" com acordo entre Stroll e Aston Martin
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso Compre Agora
Autor Alex Kalinauckas