Apesar de ano sabático, Button não descarta retorno à F1

Sem pressão, piloto britânico diz que pretende se divertir em retorno à categoria em Mônaco pela McLaren

Apesar de ano sabático, Button não descarta retorno à F1
Jenson Button, McLaren arrives on the grid
Max Verstappen, Red Bull Racing and Jenson Button, McLaren F1
Jenson Button, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren F1 with his girlfriend Brittny Ward
Jenson Button, McLaren, with his girlfriend Brittny Ward
Jenson Button, McLaren Honda, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Jenson Button, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren F1
Jenson Button, McLaren MP4-31
Carregar reprodutor de áudio

Com a ida de Fernando Alonso para os EUA para participar da Indy 500, Jenson Button será o responsável por substituir o espanhol na McLaren no GP de Mônaco, próxima etapa do mundial.

No entanto, muitos dizem que Button não estaria realmente interessado em correr em Monte Carlo. Porém, o britânico afirmou que seu interesse pela Fórmula 1 continua inabalado, e diz que não descarta fazer outra temporada no mundial.

"Não posso descartar isso", disse Button à Press Association Sport. "Eu tenho um contrato com a equipe para correr no próximo ano, então eu definitivamente não vou descartar nada."

"Entrei neste ano com duas equipes diferentes me oferecendo lugares. Eu não tive nenhum interesse em fazer isso.”

"Penso em Mônaco como a minha única corrida neste ano, e obviamente, se me pedirem novamente em outro momento do ano, estarei aqui para correr, mas não vou pedir para dirigir, porque a ideia não era essa."

A nova vida de Button, distante do paddock da F1, levou naturalmente a algumas sugestões de que ele não teria interesse em substituir Alonso na McLaren, que tem sido atormentada por problemas de motor nesta temporada.

"Fazer essa corrida para mim não é um choque, e eu não estou pensando: ‘o que estou fazendo? Não quero fazer isso", disse Button. "Estou muito animado com isso e eu não faria isso de outra forma. Eu tive a opção de dizer 'não', porque ninguém é obrigado.”

"É realmente louco eu estar voltando a um carro de Fórmula 1, mas não há pensamentos negativos passando pela minha cabeça.”

"Seria bom ter um bom resultado, mas não sei o que vai acontecer. Não sei se vou pular em um carro tão diferente e vou ser competitivo.”

"Eu não tenho nada a ganhar, mas também não tenho nada a perder. Estou lá para ajudar a equipe e me divertir. Provavelmente será uma das corridas mais gratificantes para mim, porque não há pressão. Estou muito animado com o desafio."

compartilhar
comentários
Equipes revelam escolhas de pneu para GP de Mônaco
Artigo anterior

Equipes revelam escolhas de pneu para GP de Mônaco

Próximo artigo

Carey: Gesto da Ferrari não ocorreria com antigo dono da F1

Carey: Gesto da Ferrari não ocorreria com antigo dono da F1
Carregar comentários