Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

Fórmula 1: veja as atualizações das equipes para o GP do México

Mago do desenho técnico no automobilismo, Giorgio Piola flagra as novidades das escuderias para a etapa deste fim de semana

Fórmula 1: veja as atualizações das equipes para o GP do México
Carregar reprodutor de áudio

A Fórmula 1 desembarca na América para o GP do México, a 18ª etapa da temporada 2019 da categoria máxima do automobilismo mundial. Enquanto Lewis Hamilton busca o hexa, os engenheiros de todas as equipes trabalham para extrair mais rendimento dos complexos monopostos da F1. Na galeria abaixo, o Motorsport.com mostra em detalhes quais foram as atualizações feitas pelas escuderias para a corrida do Hermanos Rodríguez. Confira:

Quer ver Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e Superbike de graça? Inscreva-se no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui.

Leia também:

Suspensão frontal da Toro Rosso STR14
Suspensão frontal da Toro Rosso STR14
1/15
Vários tubos servem para transportar o fluxo de ar ao redor da dianteira e para os freios

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Cobertura do motor da Toro Rosso STR14
Cobertura do motor da Toro Rosso STR14
2/15
A Toro Rosso não apenas usará uma saída de refrigeração muito maior na parte traseira de seu carro no México, atendendo às demandas de altitude e da unidade de potência, mas também levou uma solução ampliada e em forma de T nas entradas de ar.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Lateral da Ferrari SF90
Lateral da Ferrari SF90
3/15
As aletas dos elementos superiores servem para espelhar e direcionar o ar em relação às aletas das superfícies inferiores.

Foto de: Giorgio Piola

Suspensão traseira da Ferrari SF90
Suspensão traseira da Ferrari SF90
4/15
A área ao redor do pneu traseiro foi desenvolvida fortemente por equipes na história recente e, como podemos ver pela A Ferrari usa uma grande quantidade de aletas e asas para controlar a forma como o fluxo de ar é derramado no pneu traseiro e como colide com o fluxo do difusor traseiro. É interessante ver as fendas no assoalho para expulsar parte do fluxo para as laterais.

Foto de: Giorgio Piola

Asa trasiera da Ferrari SF90
Asa trasiera da Ferrari SF90
5/15
A equipe usará uma configuração de alta pressão aerodinâmica no México.

Foto de: Giorgio Piola

Racing Point RP19
Racing Point RP19
6/15
O grande apêndice em forma de torpedo na lateral do RP19 inclui uma câmera de imagem térmica que monitora o comportamento do pneu durante os treinos livres, fornecendo aos engenheiros dados vitais para trabalhar na qualificação e na corrida. O objetivo é limitar o impacto aerodinâmico em outras áreas do carro.

Foto de: Giorgio Piola

Racing Point RP19
Racing Point RP19
7/15
Este complemento em forma de lágrima no Racing Point RP19 não só oferece suporte para o capacete do piloto quando ele está no cockpit, mas também reduz as inconsistências aerodinâmicas nessa região.

Foto de: Giorgio Piola

Red Bull Racing RB15
Red Bull Racing RB15
8/15
O resfriamento é primordial no ar rarefeito do GP do México, então a Red Bull bolou mais resfriamento na transição em torno do halo.

Foto de: Giorgio Piola

Red Bull Racing RB15
Red Bull Racing RB15
9/15
Na parte traseira do carro, a Red Bull também optou por mais resfriamento, com saídas abertas em volta dos braços superiores da suspensão.

Foto de: Giorgio Piola

Red Bull Racing RB15
Red Bull Racing RB15
10/15
Esta foto lateral do RB15 mostra o tamanho dessas novas aberturas em torno da perna traseira do braço superior, enquanto a equipe também optou por um único elemento T-Wing, já que o arrasto é reduzido significativamente em altitude.

Foto de: Giorgio Piola

Williams Racing FW42
Williams Racing FW42
11/15
A nova asa (à esquerda) é proporcionalmente diferente em termos de abas superiores, com menos espaço para a seção ajustável.

Foto de: Giorgio Piola

Williams Racing FW42
Williams Racing FW42
12/15
Uma bela foto da asa dianteira da Williams, mais recente, por trás.

Foto de: Giorgio Piola

Williams Racing FW42
Williams Racing FW42
13/15
Uma visão geral do bargeboard, do defletor do painel lateral e dos outros apêndices laterais no Williams FW42.

Foto de: Giorgio Piola

Asa da Racing Point RP19
Asa da Racing Point RP19
14/15
Outro olhar sobre o bico revisado introduzido pela Racing Point no GP da Bélgica, que apresenta pilares de asa alongados com quatro fendas.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Asa da Racing Point RP19
Asa da Racing Point RP19
15/15
O novo design do bico também foi emparelhado com uma nova asa dianteira, com a seção externa da asa reprojetada para lidar com os pneus.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

compartilhar
comentários
Veja como foi o primeiro treino livre para o GP do México de F1
Artigo anterior

Veja como foi o primeiro treino livre para o GP do México de F1

Próximo artigo

Hamilton sai na frente no primeiro treino livre para GP do México

Hamilton sai na frente no primeiro treino livre para GP do México