Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Binotto: Completamente errado pensar que Ferrari está na frente

compartilhar
comentários
Binotto: Completamente errado pensar que Ferrari está na frente
Por:
1 de mar de 2019 16:37

Novo chefe da equipe italiana na F1 coloca Mercedes no mesmo patamar que a escuderia italiana e fica feliz com elogios de Hamilton

Nesta sexta-feira, último dia de testes da pré-temporada 2019 da Fórmula 1, Sebastian Vettel levou a Ferrari ao primeiro lugar da sessão matinal no Circuito de Barcelona-Catalunha, em Montmeló. O alemão fez a volta mais rápida dos treinamentos até aqui, confirmando a força da escuderia, que já teve Charles Leclerc no topo da tabela na quinta-feira e foi a líder nos dois primeiros dias da semana passada. No entanto, o chefe da equipe italiana, Mattia Binotto, disse que é um erro pensar que o time de Maranello está à frente da Mercedes, concorrente direta pelos títulos da temporada.

“Seria completamente errado pensar que hoje estamos mais rápidos que eles. Aqui, podemos correr com diferentes níveis de combustível, então temos programações diferentes”, disse Binotto. “Não estou prevendo que eles estarão atrás de nós, mas, se estiverem, estarão bem perto”.

Leia também:


Lewis Hamilton, da Mercedes, disse nesta sexta-feira que a Ferrari pode estar até meio segundo à frente da equipe alemã, que introduziu um novo pacote aerodinâmico em seu carro nesta semana. O time germânico afirmou, ao longo dos testes, que os italianos têm uma leve vantagem. Binotto discorda: “Estou feliz que Hamilton acredite que estamos mais rápidos. Eu acredito que eles estão muito fortes, e que a Mercedes chegará com muita, muita força na Austrália”.

Na sessão da tarde, Hamilton se aproximou de Vettel, marcando tempo três milésimos mais lento que o alemão. Apesar da velocidade, a Ferrari tem pontos a resolver: “Ainda estamos tentando conhecer nosso carro, tentando entender o limite da performance, mas também a confiabilidade”, disse o chefe de equipe, que teve de lidar com problemas elétricos na SF90 de Vettel na manha desta sexta.

Além do último incidente com o alemão, Leclerc enfrentou problemas de resfriamento na semana passada. O monegasca também teve de parar a SF90 no fim do terceiro dia de testes. Sem contar a batida de Vettel na curva 3, na quarta-feira. Motivos para Binotto não ficar 100% satisfeito.

Sebastian Vettel, Ferrari SF90

Sebastian Vettel, Ferrari SF90

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

“Estou feliz porque pudemos fazer muita coisa, mas não estou satisfeito com nossa condição neste momento. Eu gostaria que estivéssemos mais rápidos e mais confiáveis, mas estou feliz que o carro esteja se comportando como esperado, e isso é um ponto de partido. Só que sei que há muitas questões a resolver e desempenho a melhorar. Não fico totalmente satisfeito no fim do dia”.

A Ferrari esteve forte em simulações de voltas rápidas e saídas longas até agora nos testes, e Binotto acredita que o carro está “bem equilibrado”. Entretanto, ele sabe que tirar muitas conclusões do SF90 nos testes pode ser enganoso.

“Os pilotos têm confiança para atacar as curvas, mas estar bem balanceado aqui em Barcelona não significa que estaremos bem em todos os circuitos. Cada um tem suas próprias características. Certamente o carro esteve bem equilibrado aqui, foi bem e estava bom para pilotar. Se há alguma força, eu diria que é essa”.

Próximo artigo
Alfa Romeo mantém Tatiana Calderón como piloto de testes

Artigo anterior

Alfa Romeo mantém Tatiana Calderón como piloto de testes

Próximo artigo

Vettel vê Hamilton a 0s003, mas mantém liderança dos testes

Vettel vê Hamilton a 0s003, mas mantém liderança dos testes
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Compre Agora
Autor Scott Mitchell