Bottas rodou seis vezes no "desastroso" GP da Turquia de F1

Já na primeira volta, finlandês rodou duas vezes e ainda se envolveu numa colisão com Esteban Ocon, da Renault

Bottas rodou seis vezes no "desastroso" GP da Turquia de F1

O finlandês Valtteri Bottas classificou seu GP da Turquia de Fórmula 1 como "desastroso" depois de se envolver em uma colisão na primeira volta e rodar seis vezes durante a corrida.

Bottas tinha que superar seu companheiro de equipe Lewis Hamilton por oito pontos para manter viva a corrida pelo título dos pilotos, mas chegou ao pior resultado da temporada, terminando em 14º.

Leia também:

Bottas girou na curva 1 da primeira volta ao tentar evitar a colisão com o piloto da Renault Esteban Ocon, e então se envolveu numa choque com o próprio Ocon na curva 9 da mesma volta, e os dois pilotos rodaram novamente

Essa série de incidentes danificou o carro Mercedes W11 de Bottas e dificultou a direção em razão de um problema com o alinhamento de seu volante.

O finlandês rodou mais quatro vezes durante a corrida e ficou uma volta atrás de Hamilton, que garantiu o título com uma vitória dominante em Istanbul Park.

Questionado pelo Motorsport.com sobre como era difícil dirigir seu carro, Bottas explicou que os danos sofridos levaram a uma “corrida desastrosa”.

“Tive uma derrapagem na primeira curva, estava evitando a Renault que havia rodado, depois sofri uma colisão na curva 9”, explicou Bottas.

“O carro não estava certo. Eu podia sentir que o volante estava indo para a esquerda em linha reta. Foi uma corrida complicada, desastrosa."

Ainda na primeira volta, Bottas se envolveu em colisão com Ocon e rodou pela segunda vez

Ainda na primeira volta, Bottas se envolveu em colisão com Ocon e rodou pela segunda vez

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

"Eu estava tentando dar o meu melhor porque não tinha nada a perder. Quando perdi posições, segui dando o melhor e cometi erros e, com o dano que tinha, ficou ainda mais difícil".

"Foi a corrida mais difícil que tive na Fórmula 1 até aqui".

Bottas caiu para a última posição após rodar na curva 1, mas foi capaz de se recuperar rapidamente com as condições de chuva.

Ele admitiu que estava muito ansioso para tentar se aproximar de Ocon na curva 9, resultando no contato.

“Eu rodei na Curva 1 e fui o último, mas eu consegui me recuperar bem rápido”, explicou Bottas.

“Então, na curva 8, eu já estava próximo dos outros carros e pude tentar algo na curva 9.

“Então meu pneu travou. Havia mais água no interior da curva 9 e a visibilidade estava muito ruim. Eu estava muito ansioso, talvez um pouco demais, travei e acertei um dos Renaults. Foi isso o que aconteceu. ”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PÓDIO: Chuva traz caos ao GP da Turquia, mas Hamilton se sobressai, vence e garante o hepta

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' de 2021 da F1 é o mais correto?

 

compartilhar
comentários
Vettel diz ter "tolerância zero" para incidente com guindaste na Turquia
Artigo anterior

Vettel diz ter "tolerância zero" para incidente com guindaste na Turquia

Próximo artigo

F1: 'Mexicano', Vettel é Piloto do Dia e rebate os críticos após pódio

F1: 'Mexicano', Vettel é Piloto do Dia e rebate os críticos após pódio
Carregar comentários