Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
73 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
87 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
94 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
150 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
157 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
171 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
178 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
192 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
206 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
213 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
227 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
241 dias

Brawn: sucesso de série da Netflix prova que F1 não deve buscar apenas lucro

compartilhar
comentários
Brawn: sucesso de série da Netflix prova que F1 não deve buscar apenas lucro
Por:
9 de mar de 2020 19:47

Sucesso da série da Netflix 'Drive to Survive' é a prova de que a F1 não deve priorizar sempre a busca pelo lucro, de acordo com Ross Brawn

Desde o lançamento da primeira temporada de Drive to Survive, série que mostra os bastidores da Fórmula 1, na Netflix, a categoria tem notado um aumento na popularidade do esporte, principalmente em mercados onde a F1 sempre teve dificuldades em se consolidar, como nos Estados Unidos.

No final de fevereiro, foi lançada a segunda temporada da série e os chefes das equipes estão cientes do aumento da popularidade trazida com o aumento da exposição a uma nova audiência.

Leia também:

Enquanto a Netflix paga apenas uma fração do que a grande parte dos canais de televisão estão pagando pelos direitos de transmissão, o diretor esportivo da F1, Ross Brawn, acredita que os ganhos vindos da série tem outro valor.

"Acho que foi ótima a chance de mostrar aos fãs um outro lado da F1, porque a maioria dos fãs só acompanham o que acontece na pista e, talvez, as entrevistas feitas na pista", disse Brawn, em um evento. "Do nada, você está nos bastidores, tanto nas pistas quando nas fábricas e nas bases das equipes. Isso é fantástico para as pessoas".

"O que descobrimos é que isso chama a atenção de quem não é fã das corridas: na realidade, eles acabam virando fãs. Alguns dos organizadores, na temporada passada, afirmaram que era palpável o aumento no interesse na F1 que veio com a série".

"E enquanto a Netflix não nos represente uma grande entrada de verbas, em termos de aumentar a cobertura da F1, tem sido ótimo. E esse é o tipo de iniciativa que estamos fazendo, estamos analisando um outro modo de 'aumentar' a F1".

Brawn disse que o impulso da F1 no Esports era semelhante, sendo visto como um investimento para atrair uma geração mais jovem de fãs, em vez de simplesmente ser um grande negócio.
"O Esports, por exemplo, é fascinante", disse ele. "A nova geração está muito envolvida no Esports de todos os tipos. E queremos fazer essa conexão com a F1."

"Nossa iniciativa de Esports tem sido um sucesso fantástico. Todas as equipes de F1 apresentaram equipes. E isso realmente envolve uma nova área, uma nova faixa etária e um novo interesse no esporte".

Confira os principais filmes e séries com o esporte a motor como fundo

Galeria
Lista

Rush: No Limite da Emoção (Rush, 2013)

Rush: No Limite da Emoção (Rush, 2013)
1/14

A história da rivalidade entre Niki Lauda e James Hunt é uma das mais conhecidas da história da Fórmula 1 e a disputa entre os dois pilotos na temporada de 1976 é a base para esse filme. Com Chris Hemsworth no papel de Hunt e Daniel Brühl como Lauda, o longa foi bem recebido pelos fãs, pela crítica e pelo próprio Niki Lauda, que na época do lançamento afirmou ter ficado muito impressionado pelo resultado final. Entre os episódios retratados por Rush estão o acidente de Niki Lauda em Nürburgring e o processo de recuperação do piloto austríaco e o GP do Japão, palco da final da temporada, debaixo de muita chuva. Rush chegou a ser indicado para vários prêmios, incluindo o Globo de Ouro em Melhor Filme de Drama e Melhor Ator Coadjuvante para Daniel Brühl.

Grand Prix (1966)

Grand Prix (1966)
2/14

Mas, antes de Rush, outro filme já havia feito história tendo a Fórmula 1 como cenário: Grand Prix. O filme conta a história de quatro pilotos durante uma versão fictícia da temporada de 1966 da Fórmula 1. À época do lançamento, Grand Prix teve uma ótima recepção com a crítica, que elogiou principalmente as cenas de corrida. Este é, até hoje, o único filme sobre automobilismo a ganhar uma estatueta do Oscar. Neste caso, três, Melhor Efeitos Sonoros, Melhor Som e Melhor Montagem.

As 24 Horas de Le Mans (Le Mans, 1971)

As 24 Horas de Le Mans (Le Mans, 1971)
3/14

Estrelado por um ator que conhecia muito bem o mundo do automobilismo, Steve McQueen, o longa conta a história de Michael Delaney, em sua tentativa de ganhar a maior prova do automobilismo mundial. O filme traz imagens reais da edição de 1970 das 24 Horas de Le Mans, que foram gravadas para ilustrar a ação na pista. Nesta edição, McQueen tentou correr as 24 Horas com um Porsche, tendo como companheiro de equipe o tricampeão de F1 Jackie Stewart, mas seu pedido não foi aceito.

Dias de Trovão (Days of Thunder, 2000)

Dias de Trovão (Days of Thunder, 2000)
4/14

Estrelado por Tom Cruise, Dias de Trovão conta a história do jovem piloto Cole Trickle, que tenta se firmar no competitivo grid da Nascar e mostra cenas em algumas das pistas mais conhecidas dos Estados Unidos, como Daytona e Charlotte. O personagem de Tom Cruise foi inspirado em duas lendas da categoria: enquanto seu nome é uma homenagem a Dick Trickle, a caracterização de Cole foi inspirada em Tim Richmond. O filme traz ainda a participação especial de pilotos da Nascar como Rusty Wallace, Neil Bonnett e Harry Gant. Em 2014, o diretor Quentin Tarantino listou Dias de Trovão como seu filme favorito sobre automobilismo, batendo Grand Prix e As 24 Horas de Le Mans.

Carros (Cars, 2006)

Carros (Cars, 2006)
5/14

Uma dica de filme para assistir em família, Carros conta a história de Relâmpago McQueen, um carro novato que disputa o título da Copa Pistão contra um piloto veterano e outro trapaceiro. Durante sua viagem para a Califórnia, onde seria disputada a etapa final da Copa, McQueen vai parar em uma pequena cidade chamada Radiator Springs, correndo o risco de não conseguir chegar a tempo da prova. A animação da Pixar foi indicada ao Oscar de Melhor Animação.

1: A Vida no Limite (1: Life on the Limit, 2013)

1: A Vida no Limite (1: Life on the Limit, 2013)
6/14

Passando para os documentários, abrimos com um que trata de uma das eras mais reverenciadas da história da Fórmula 1, mas também uma das mais mortais: o período entre os anos 60 e 90, quando vários pilotos sofreram acidentes fatais durante eventos do mundial. Narrado pelo ator Michael Fassbender, o documentário, que fala sobre a evolução da segurança na principal categoria do automobilismo mundial, conta com entrevistas de diversos pilotos e pessoas envolvidas com o mundo da F1 como Emerson Fittipaldi, Bernie Ecclestone, Niki Lauda e Michael Schumacher

Jackie Stewart: O Fim de Semana de um Campeão (Weekend of a Champion, 1972)

Jackie Stewart: O Fim de Semana de um Campeão (Weekend of a Champion, 1972)
7/14

O documentário, de 1972, tem uma história curiosa. Dirigido por Roman Polanski e Frank Simon, o filme mostra os esforços do tricampeão mundial Jackie Stewart para vencer o GP de Mônaco de 1971. Após uma primeira exibição em 1972, o filme deixou de ser exibido por 40 anos, até Polanski restaurar o filme e relançar em 2013

Hitting the Apex - A Curva Perfeita (Hitting the Apex, 2015)

Hitting the Apex - A Curva Perfeita (Hitting the Apex, 2015)
8/14

Saindo um pouco das categorias de quatro rodas para a de duas, Hitting the Apex: a Curva Perfeita foca em seis pilotos do mundo da MotoGP, acompanhando suas performances entre as categorias do mundial: Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, Dani Pedrosa, Marc Márquez, Casey Stoner e Marco Simoncelli. O documentário mostra os bastidores da categoria, sem omitir detalhes, e fala sobre os perigos e desafios enfrentados pelos pilotos, que vão além de seus próprios limites em busca da melhor performance.

Jornada a Le Mans (Journey to Le Mans, 2014)

Jornada a Le Mans (Journey to Le Mans, 2014)
9/14

Com narração de Sir Patrick Stewart, o documentário conta a história da equipe Jota Sport e sua tentativa de ganhar as 24 Horas de Le Mans de 2014 na categoria LMP2. O filme foca no dono da equipe, Simon Dolan e os pilotos Oliver Turvey e Harry Tincknell

Senna (2010)

Senna (2010)
10/14

Um dos documentários mais conhecidos pelo público brasileiro, o filme fala sobre a vida de Senna até a sua morte no GP de Ímola de 1994. Dirigido por Asif Kapadia, ganhador do Oscar de Melhor Documentário por "Amy", Senna foi muito bem recebido pelo público e pela crítica, chegando a vencer o prêmio de Melhor Documentário na premiação da Academia Britânica de Cinema, equivalente ao Oscar no país

Le Mans: Paixão pelo Desafio (Le Mans: Racing is Everything, 2017)

Le Mans: Paixão pelo Desafio (Le Mans: Racing is Everything, 2017)
11/14

Antes de Drive to Survive, outra série documental sobre automobilismo já havia chegado aos serviços de streaming no Brasil. Em 2017, a Amazon Prime divulgou a série "Le Mans: Paixão pelo Desafio". Em seis episódios de 30 minutos cada, a produção relembra como foi a edição de 2015 das 24 Horas de Le Mans de diversos pilotos e equipes, como o do piloto da Nissan, Jann Mardenborough, ex-gamer, e Mark Webber, piloto da Porsche

Le Mans 1955 (2019)

Le Mans 1955 (2019)
12/14

Ford vs. Ferrari não foi o único filme de 2019 a retratar um episódio clássico das 24 Horas de Le Mans. Mas, diferente do longa, esta animação mostra um dos momentos mais tristes da história da corrida: a edição de 1955, quando uma batida envolvendo o carro de Pierre Levegh, da Mercedes e Lance Macklin, da Austin-Healey, terminou com a morte de 84 espectadores e deixando outros 120 feridos. O curta, com 15 minutos de duração, conta a história do ponto de vista do companheiro de Levegh no carro número 20, o americano John Fitch. O curta está disponível no YouTube

Ford V. Ferrari

Ford V. Ferrari
13/14

Foto de: Motor1

O filme conta a história de uma equipe excêntrica e determinada de engenheiros e designers estadunidenses, liderada pelo visionário automotivo Carroll Shelby e seu motorista britânico Ken Miles, que são despachados por Henry Ford II e Lee Iacocca com a missão de construir o Ford GT40, um novo carro de corrida com potencial para finalmente derrotar a sempre dominante equipe da Ferrari na corrida das 24 Horas de Le Mans de 1966, na França.

Fórmula 1: Dirigir para Viver (Formula 1: Drive to Survive, 2018 - presente)

Fórmula 1: Dirigir para Viver (Formula 1: Drive to Survive, 2018 - presente)
14/14

Uma produção bastante conhecida pelos fãs de automobilismo no Brasil, a série da Netflix mostra os bastidores da principal categoria do automobilismo mundial. A primeira temporada, lançada em 2019, mostra como foi o 2018 da Fórmula 1, incluindo episódios como a troca de equipes de Daniel Ricciardo, da Red Bull para a Renault, os problemas enfrentados pela Haas no GP da Austrália e o fim do contrato de fornecimento de motores da Renault para a Red Bull. A segunda temporada da série será lançada no dia 28 de fevereiro e já está confirmada a participação de todas as equipes do grid.

Drive to Survive 2: O que esperar?

Próximo artigo
Relato: o mundo da F1 a caminho do GP da Austrália

Artigo anterior

Relato: o mundo da F1 a caminho do GP da Austrália

Próximo artigo

Ferrari quer que F1 na Austrália anime italianos em meio ao Covid-19

Ferrari quer que F1 na Austrália anime italianos em meio ao Covid-19
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble