Fórmula 1
25 set
Treino Livre 1 em
11 Horas
:
22 Minutos
:
28 Segundos
09 out
Próximo evento em
14 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
28 dias
04 dez
Próximo evento em
70 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
77 dias

Briatore detona falta de liderança na Ferrari: “É como exército sem capitão”

compartilhar
comentários
Briatore detona falta de liderança na Ferrari: “É como exército sem capitão”
Por:

Flavio Briatore questiona a liderança da Scuderia Ferrari, que faz com que a equipe não tenha um rumo claro a seguir na Fórmula 1

A Ferrari não encontra o caminho certo. A equipe italiana não conta nem com o terceiro melhor carro do grid neste ano e, após um início de temporada negativo onde só conquistou dois pódios em circunstâncias excepcionais com Charles Leclerc, procedeu a uma reestruturação.

O destaque foi a criação de um departamento de desenvolvimento de performance, supervisionado pelo chefe de aerodinâmica Enrico Cardile e que contará com a experiência do lendário Rory Byrne, protagonista da época de ouro da Ferrari e Schumacher.

Leia também:

Para o polêmico Flavio Briatore, o problema da Ferrari é a falta de liderança: "Uma equipe sem chefe de equipe é como um exército sem capitão", explicou o italiano, que comandou a Renault em seus títulos mundiais neste século, em  2005 e 2006.

“O 'chefe de equipe' é quem guia o caminho e vai marcando esse caminho. O chefe de equipe deve ter pessoas que o sigam, deve conhecer a equipe, os engenheiros, e saber geri-los”.

“O chefe de equipe é essencial e na Ferrari há uma anomalia, porque o diretor técnico de repente virou chefe de equipe (Mattia Binotto) e eles deixaram de ter um coordenador técnico e passaram a ter um chefe de equipe que não era bom.”

Embora Binotto garanta que as últimas mudanças lhe dão fôlego para se concentrar mais no trabalho e menos na aerodinâmica, Briatore lamenta a filosofia das últimas temporadas da Ferrari.

“Tem gente que sempre segue o caminho difícil, os caminhos mais complicados. E no momento, a Ferrari também está percorrendo as estradas mais difíceis que existem”, disse.

A escuderia italiana completará neste ano 12 temporadas sem ganhar o Campeonato Mundial de Pilotos e 11 sem vencer o título entre os construtores, e ninguém confia neles para 2020. As casas de apostas online da Fórmula 1 pagam 301 para 1 caso o título seja conquistado por Leclerc e 501 para 1 caso Vettel vença, enquanto pagam 41 euros por euro apostado na vitória do monegasco no próximo GP da Espanha e 126 do alemão.

Desde 2007, a Ferrari teve pilotos campeões como Fernando Alonso e Sebastian Vettel e nenhum alcançou a glória na Fórmula 1 com a equipe italiana.

"A Ferrari tem negócios importantes, tem um nome espetacular, qualquer piloto gostaria de dois ou três anos de sua carreira para pilotar pela Ferrari. Mas aí você olha a pista e a Ferrari tem tido problemas há anos. Eles tiveram pilotos geniais e apesar disso não ganharam nada", refletiu Briatore.

“Tem que haver uma razão e a razão neste caso é que a Ferrari não tem uma liderança clara na equipe”.

“E quando não há um líder claro, a equipe não rende. Uma equipe deve estar em todos os sentidos, deve todos empurrar na mesma direção, mas deve haver alguém que marque essa direção a seguir. Se a direção for indicada por três, quatro ou cinco pessoas, os resultados são o que são”.

O ruim para a Ferrari, disse Briatore, é o 'curto prazo' da F1, onde toda semana há um 'teste' para passar e isso os deixa suspensos repetidas vezes: “Na F1, ao contrário de outras empresas, os resultados se tem todas as semanas. O Google oferece a você todos os anos, mas temos um 'julgamento' todas as semanas”.

"Neste momento, a Ferrari não é realmente Ferrari", concluiu o campeão com a Benetton e Schumacher e outras duas com a Renault e Alonso.

TELEMETRIA: Os bastidores quentes do GP da Espanha com participação de Rico Penteado

PODCAST: O que aconteceria em um duelo Hamilton x Verstappen em igualdade de condições?

 

F1: Racing Point apresenta recurso contra punição; Williams sai do caso

Artigo anterior

F1: Racing Point apresenta recurso contra punição; Williams sai do caso

Próximo artigo

Pérez volta ao grid no GP da Espanha após teste negativo de Covid

Pérez volta ao grid no GP da Espanha após teste negativo de Covid
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari
Autor Jose Carlos de Celis