Brundle: Hamilton não teve rival desde que Rosberg se aposentou

Analista falou dos concorrentes do heptacampeão e comentou sobre Schumacher

Brundle: Hamilton não teve rival desde que Rosberg se aposentou

Ex-piloto da Fórmula 1 e hoje comentarista da categoria máxima do automobilismo mundial, o britânico Martin Brundle afirmou que seu compatriota Lewis Hamilton, da Mercedes, não teve rival na F1 desde a aposentadoria de Nico Rosberg, no fim de 2016.

Naquele ano, o alemão conseguiu superar Hamilton e ficou com o título, após perder dois campeonatos para o companheiro. O último embate entre a então dupla da Mercedes marcou o ápice da rivalidade entre os pilotos. Não à toa, Rosberg se aposentou logo após ser campeão.

O editor recomenda:

E, na visão, de Brundle, Hamilton não foi 'confrontado' desde então. "Para mim, Lewis não teve um verdadeiro rival desde que Rosberg se aposentou", afirmou o comentarista da Sky Sports. O britânico disputou 158 GPs da F1 entre 1984 e 1996 e é analista da categoria desde 1997.

"Verstappen nunca teve a maquinaria (necessária)". Não houve realmente um combo (de equipe e piloto) para desafiar Lewis. Nem em sua própria equipe, nem em nenhuma outra, ninguém teve todas as estrelas alinhadas", seguiu Brundle.

Desde 2017, Hamilton tem Valtteri Bottas como companheiro. O finlandês foi vice-campeão nas últimas duas temporadas, mas não bateu de frente com o parceiro. Já o alemão Sebastian Vettel tentou o título com a Ferrari nos dois anos imediatamente posteriores à conquista do compatriota Rosberg, mas parou em erros individuais e entrou em má fase, de modo que foi dispensado da escuderia italiana e correrá pela Aston Martin em 2021.

De todo modo, Brundle ressalta que é preciso reconhecer o mérito de Hamilton. "Seu ritmo de trabalho também é incrível e isso é algo que se ouve em todo o paddock. Além de sua motivação. Quando se tem todo esse êxito, dinheiro e uma galeria de troféus como a dele, manter a motivação é super impressionante", ponderou o comentarista, fazendo menção à busca do compatriota por vitórias, títulos e recordes.

Brundle inclusive citou o alemão Michael Schumacher, heptacampeão da F1, para fazer uma 'comparação'. "Michael já tinha 40 anos quando voltou da aposentadoria e começou a cometer muitos erros. A maioria de nós comete", lembrou o analista.

"Você começa a ter acidentes e no final nem sabe por quê. É o que parece que acontece com Sebastian (Vettel) agora mesmo. Mas Lewis não chegou nesse ponto e ninguém tem sido seu rival", cravou Brundle, exaltando a consistência do compatriota.

O comentarista ainda falou sobre os números que o heptacampeão ainda pode alcançar. "Creio que 10 campeonatos e talvez 150 vitórias, é totalmente factível", palpitou Brundle. Hamilton, porém, ainda não renovou com a Mercedes para 2021.

Max revela RECUSA a oferta da Mercedes em 2014; veja mais detalhes da negociação

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Motorsport.com debate a expectativa para a temporada 2021 da F1; ouça

 

.

compartilhar
comentários
Hamilton fala de Bottas: "Não é fácil ser meu companheiro"
Artigo anterior

Hamilton fala de Bottas: "Não é fácil ser meu companheiro"

Próximo artigo

F1: Promotores do GP da China buscam adiamento da prova em 2021

F1: Promotores do GP da China buscam adiamento da prova em 2021
Carregar comentários