Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Burti: Arrivabene não é “eficaz” como Todt para ajudar Vettel

compartilhar
comentários
Burti: Arrivabene não é “eficaz” como Todt para ajudar Vettel
Por:
1 de jan de 2019 11:00

Comentarista da TV Globo diz que alemão é “muito humano” e tende a cometer mais erros se não for apoiado

Ex-piloto de Formula 1, Luciano Burti – que desde 2004 comenta a categoria para a TV Globo – acredita que Maurizio Arrivabene deveria ter auxiliado mais Sebastian Vettel na última temporada.

Em entrevista ao podcast da Autosport, Burti disse que o ex-diretor da equipe Ferrari, Jean Todt, teria ajudado Vettel a evitar seus vários erros na segunda metade da temporada.

"Foi um erro muito pequeno o que aconteceu, e ele teve azar, aconteceu na hora errada e no lugar errado e teve uma grande consequência", disse Burti sobre o acidente de Vettel em Hockenheim.

“Desde então, eu realmente acho que alguém como Jean Todt lhe daria um bom feedback. Acho que Vettel se sentiu sozinho para se defender de seu erro. Uma vez que você tem essa pressão, se disser como piloto: ‘não posso cometer um erro na próxima volta ou na próxima curva’, você cometerá um erro.”

“Acho que foi o que aconteceu com ele. Embora ele seja um grande campeão, ele é muito humano e, quando você tem esses sentimentos, não faz bem para você.”

"Ele estava sozinho e alguém como Jean teria feito a diferença para colocá-lo de volta aos trilhos, porque não é normal ver um tetracampeão cometendo tantos erros, e erros bobos às vezes."

Burti, que correu na Fórmula 1 pela Jaguar e pela Prost, foi piloto de testes da Ferrari de 2002 a 2004 – período em que Todt comandava a equipe.

Ele sugere que a liderança da Ferrari nos últimos anos não tem sido tão eficaz sob o atual diretor da equipe, Maurizio Arrivabene, como foi durante sua série de sucesso nos primeiros anos da última década.

"Talvez a Ferrari tenha perdido um pouco a liderança que Jean costumava dar", disse Burti.

“Eu trabalhei com Stefano Domenicali, ele era um cara muito bom, mas não sei como a equipe era quando ele era o chefe da equipe [de 2008-2014], mas depois que ele deixou a Ferrari, o time nunca conseguiu o ritmo que costumava ter.”

“Eu conheço pouco sobre Arrivabene de quando eu estive lá, porque ele estava com a Philip Morris e ele não era, na minha opinião, um bom líder porque não era compreensivo. Ele sempre foi muito distante de nós e eu nunca entendi o porquê."

Maurizio Arrivabene, Ferrari Team Principal

Maurizio Arrivabene, Ferrari Team Principal

Photo by: Jean Petin / Sutton Images

Próximo artigo
Ex-mecânico de Sainz, Steiner elogia bicampeão de rali

Artigo anterior

Ex-mecânico de Sainz, Steiner elogia bicampeão de rali

Próximo artigo

Alonso vê "geração mais talentosa" da história na F1 atualmente

Alonso vê "geração mais talentosa" da história na F1 atualmente
Carregar comentários