Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
6 dias

Carros da F1 devem ficar mais rápidos mesmo com novas regras

compartilhar
comentários
Carros da F1 devem ficar mais rápidos mesmo com novas regras
Por:
22 de fev de 2019 17:01

Diretores técnicos das equipes agora estão prevendo que carros de 2019 serão mais rápidos do que no ano passado, apesar da crença do contrário há até pouco tempo

Uma grande reformulação dos regulamentos aerodinâmicos para esta temporada, que visava ajudar as ultrapassagens, supostamente reduziu os níveis de downforce.

As equipes da F1 previam inicialmente que os carros seriam até dois segundos por volta mais lentos que em 2018.

O chefe da Ferrari, Mattia Binotto, disse no lançamento do carro de 2019 de sua equipe no início deste mês: "Nós prevemos um impacto de 1s5 por volta quando testamos no túnel de vento."

Leia também:

Mas as expectativas de um passo atrás no desempenho não se materializaram nos testes desta semana, quando os carros de 2019 rapidamente entregaram tempos que eram comparáveis ​​aos de 12 meses atrás.

Na quinta-feira, o tempo de Nico Hulkenberg, líder, de 1min17s393 foi bastante próximo do recorde dos testes de inverno do ano passado - que foi o 1min17s182 de Sebastian Vettel.

A diferença parece especialmente dramática se você comparar o primeiro teste dos dois anos. Ao término da primeira semana em Barcelona em 2018, Lewis Hamilton tinha feito apenas 1min19s333.

Embora as condições climáticas estejam melhores e com pista mais rápida tenham desempenhado seu papel na melhoria, há poucas dúvidas de que as equipes conseguiram recuperar o downforce perdido provocado pelas regras de 2019.

O diretor técnico da Renault, Nick Chester, calculou que a F1 estava a caminho para ser mais rápida que 2018, e ele espera que a próxima semana os tempos melhorem.

"Os carros até o final dos testes serão mais rápidos do que no ano passado, e acho que provavelmente serão um pouco mais rápidos do que o final de 2018", disse ele.

"Então, no final de 2019, eles estarão bem rápidos."

O vice-diretor técnico da Toro Rosso, Jody Eggington, disse que, embora as estimativas iniciais tenham sido pessimistas, o brilhantismo dos engenheiros da F1 em recuperar as perdas nunca deveria ter sido subestimado.

"Os engenheiros da F1 são fantasticamente bons em superar desafios", disse ele. "Acho que o ponto principal é que quando as pessoas estavam falando sobre o delta do tempo de volta, acho que houve um engano.”

"No primeiro momento em que colocamos o carro no túnel de vento que foi configurado para as novas regulamentações, perdemos um pedaço de equilíbrio aerodinâmico e a forma do nosso mapa não era o que queríamos. Isso se repetiu em várias equipes.”

"Então você começa a trabalhar para recuperar isso o mais rápido possível. No nosso caso, estamos aprendendo o tempo todo para encontrar oportunidades.”

"Estamos explorando isso, e a história provou que as equipes são fantasticamente boas em recuperar grandes perdas rapidamente e encontrar oportunidades mesmo dentro de uma regulamentação potencialmente mais restrita.”

“Então, nesse aspecto, é um bom desafio de engenharia. Vamos ver como isso se desenrola nas primeiras corridas."

Próximo artigo
Gasly sente progresso da Honda em semana de "boas notícias"

Artigo anterior

Gasly sente progresso da Honda em semana de "boas notícias"

Próximo artigo

Três funcionários da McLaren vão para o hospital após incêndio na garagem da equipe de F1

Três funcionários da McLaren vão para o hospital após incêndio na garagem da equipe de F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble