Racing Point: crise pode levar montadoras a decidir que F1 não é mais prioridade

Para Otmar Szafnauer, a crise causada pela Covid-19 pode ter impactos na F1 similares aos vistos em 2008

Racing Point: crise pode levar montadoras a decidir que F1 não é mais prioridade

As equipes da Fórmula 1 estão se preparando para o impacto que a pandemia da Covid-19 terá na economia mundial e do esporte, com a categoria divulgando na semana passada que teve uma queda de 84% em sua renda durante o primeiro trimestre do ano. E a crise pode causar outro grande problema para o campeonato: uma possível saída das montadoras, similar à 2008.

Para Otmar Szafnauer, chefe da Racing Point, enquanto a F1 "deve se preocupar com todos do grid", ele teme que as montadoras podem preferir focar em seus negócios de carros de rua ao invés de manter os programas de F1 em funcionamento".

Leia também:

"O problema com as montadoras, não tanto na F1, mas em seus negócios regulares de desenvolvimento e venda de carros de rua, é que é um negócio muito intenso e caro", disse Szafnauer em entrevista à Sky Sports F1.

"Se elas estiverem em um momento do ciclo onde acabaram de investir bilhões e bilhões de dólares e agora estão esperando receber o investimento de volta na forma de vendas de carros e isso não acontece, isso pode ter um grande impacto na minha opinião".

"Se você é uma grande montadora, chega uma hora que vai se perguntar 'correr é o nosso ganha pão? Não, não é. É vender carros'. Então você acaba tomando decisões".

Szafnauer foi diretor de estratégia e planejamento de negócios da Honda na F1 antes da saída da montadora japonesa do esporte no final da temporada de 2008, motivado pela crise econômica. Ele sente que a recuperação de montadoras como a Honda após a recessão é prova de que as coisas irão melhorar após a pandemia.

"Eu lembro que a Honda esperou o máximo possível, porque eles não queriam abandonar a F1 e as corridas naquele momento", relembrou. "Mas, infelizmente, em 2008, a crise parecia não ter fim, e parecia que as vendas de carro não iriam melhorar. Foi nesse momento que eles optaram por abandonar".

"No final, as vendas voltaram a crescer, eles voltaram, e eu acho que o mesmo irá acontecer aqui. Vamos superar isso. Mas, nesse meio tempo, acho que é importante voltarmos a correr o mais rápido possível".

GALERIA: Relembre os carros da Racing Point / Force India na F1

2008: VJM01

2008: VJM01
1/13

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Pilotos: Adrian Sutil e Giancarlo Fisichella

2009: VJM02

2009: VJM02
2/13

Foto de: XPB Images

Pilotos: Adrian Sutil, Giancarlo Fisichella e Vitantonio Liuzzi

2010: VJM03

2010: VJM03
3/13

Foto de: Hazrin Yeob Men Shah

Pilotos: Adrian Sutil e Vitantonio Liuzzi

2011: VJM04

2011: VJM04
4/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pilotos: Adrian Sutil e Paul di Resta

2012: VJM05

2012: VJM05
5/13

Foto de: Charles Coates / Motorsport Images

Pilotos: Paul di Resta, Nico Hulkenberg

2013: VJM06

2013: VJM06
6/13

Foto de: Patrik Lundin / Motorsport Images

Pilotos: Paul di Resta e Adrian Sutil

2014: VJM07

2014: VJM07
7/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Nico Hulkenberg

2015: VJM08 / VJM08B

2015: VJM08 / VJM08B
8/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Nico Hulkenberg

2016: VJM09

2016: VJM09
9/13

Foto de: Sutton Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Nico Hulkenberg

2017: VJM10

2017: VJM10
10/13

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Esteban Ocon

2018: VJM11

2018: VJM11
11/13

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Esteban Ocon / Force India entre os GPs da Austrália e Hungria e Racing Point Force India da Bélgica até o final do ano

2019: RP19

2019: RP19
12/13

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

Pilotos: Sergio Pérez e Lance Stroll

2020: RP20

2020: RP20
13/13

Foto de: Racing Point

Pilotos: Lance Stroll e Sergio Pérez

VÍDEO: Racing Point explica processo de criação da Mercedes Rosa, carro de 2020

PODCAST: Os cinco maiores mitos e verdades da F1

 

compartilhar
comentários
Hamilton admite que considerou pausa de um ano na F1: "Seria bom para meu corpo e minha mente"

Artigo anterior

Hamilton admite que considerou pausa de um ano na F1: "Seria bom para meu corpo e minha mente"

Próximo artigo

Rosberg não se arrepende de aposentadoria precoce das pistas: "Foi a melhor despedida que poderia ter sonhado"

Rosberg não se arrepende de aposentadoria precoce das pistas: "Foi a melhor despedida que poderia ter sonhado"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Luke Smith