Com último tempo, Grosjean prevê GP “longo e doloroso”

Piloto francês critica falta de equilíbrio no carro da Haas que o tirou cedo da classificação na Rússia

Com último tempo, Grosjean prevê GP “longo e doloroso”
Guenther Steiner, Haas F1 Team Team Principal
Romain Grosjean, Haas F1 Team, in the Thursday press conference
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17 with #BillyWhizz signage
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17, Marcus Ericsson, Sauber C36
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17

Em uma relação de amor e ódio com o carro da Haas, Romain Grosjean fez o tempo mais lento deste sábado (29) na classificação para o GP da Rússia. No entanto, o francês irá largar em 19º devido a uma punição a Stoffel Vandoorne da McLaren.

Grosjean reclamou bastante de seu carro e diz que sua corrida deverá ser “dolorosa”.

"Desde ontem de manhã eu tenho reclamado sobre o carro, algo que não está bem para mim, algo não está normal", disse Grosjean. "A mesma coisa na classificação, não encontramos o que está acontecendo.”

"O desempenho esteve muito ruim e ainda tive uma bandeira amarela em minha volta mais rápida, mas não acho que seria boa o suficiente para o Q2. Eu realmente não sei o que está acontecendo.”

"Na primeira volta eu tive uma grande saída de traseira, e na segunda volta na mesma curva travei enquanto freava. Estamos investigando, mas claramente algo não está funcionando, espero encontrar algo hoje à noite ou amanhã vai ser um dia longo e doloroso."

"A degradação é muito, muito baixa, então você pode tentar fazer quase toda a corrida com o ultramacio. Isso vai ser complicado.”

Problema no carro é "difícil de acreditar" para Steiner

Questionado sobre os problemas de Grosjean, o chefe da equipe de Haas, Gunther Steiner, relutou em atribuir a culpa a um problema com o carro, já que Kevin Magnussen não sofreu problemas semelhantes em seu carro.

"Eu acredito quando eu vejo, e precisamos verificar isso obviamente", disse Steiner. "Você nunca pode excluir nada, mas acho que muitas pessoas estão lutando com problemas com os pneus dianteiros e traseiros aqui.”

"Eu não quero tirar conclusões precipitadas e dizer que algo está errado. O outro carro pôde ir muito bem, então se há algo mecanicamente errado, é difícil de acreditar. Pode ser o caso? Claro, você não pode excluir. Nós precisamos verificar.”

"Às vezes você tem um fim de semana ruim, no qual não pode encontrar o balanço e estes carros são muito difíceis de segurar."

compartilhar
comentários
Pilotos da Red Bull preveem boa luta com Massa

Artigo anterior

Pilotos da Red Bull preveem boa luta com Massa

Próximo artigo

De volta a cravar a 1ª fila, Ferrari coroa recuperação na F1

De volta a cravar a 1ª fila, Ferrari coroa recuperação na F1
Carregar comentários